sexta-feira, novembro 22, 2013

Re-editado-Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro

Em baixo apresento-vos a decifração do enigma!


Há muita gente que não gosta destes enigmas mas também há quem goste!
Agora que o Rui entrou em descanso dos mesmos, aproveito para vos deixar com este durante o fim de semana.
Onde fica esta ponte?
Já conhecem as regras, vão deixando dicas porque eu não modero os comentários...ainda não aprendi a fazer isso! :)
Acrescento que não é bem uma ponte, é mais um aqueduto!




Vista do aqueduto e do mosteiro - imagem da net



Janela gradeada através da qual os monges assistiam às missas públicas...



Rosácea da fachada principal vista por dentro

Este mosteiro está localizado no lugar do Mosteiro, freguesia de Pombeiro de Ribavizela, concelho de Felgueiras, distrito do Porto.
É monumento nacional e o seu conjunto igreja/mosteiro constituem um belo e importante exemplar da arquitectura românica e setecentista.
Santa Maria de Pombeiro foi um dos mais importantes mosteiros beneditinos de Entre-Douro-e-Minho. Fundado por D. Gomes Echiegues e sua mulher Gontroda em 1102, teve origem numa antiga comunidade monástica. Apesar das extensas obras de que foi alvo nos séculos XVII e XVIII, conserva ainda a planta, os absidíolos e o portal principal da sua fundação medieval. Os capitéis do portal principal são um notável exemplo de escultura românica.
O aqueduto faz parte integrante deste conjunto.
Actualmente a igreja é a matriz da freguesia e algumas das salas do mosteiro na zona que está restaurada servem para o ensino da catequese.
Tem visitas guiadas e loja de recordações que vão desde livros, postais, marcadores de livros, azulejos, etc.
É um monumento que se encontra na Rota do Românico do Vale do Sousa.

Quem acertou e deu dicas preciosas:
São
Janita
Lídia Borges
Ruí Espírito Santo
M:A:A:
Pedro Coimbra
Majo
Nina

A todos os outros visitantes os meus agradecimentos e as palavras simpáticas que deixaram.

69 comentários:

  1. Bem procurei mas ainda não consegui descobrir!:(
    Vou continuar a pesquisar...

    Bom fim de semana,


    Um abraço!

    ResponderEliminar
  2. Tentei e quase encontrei...vou pegar o meu livrinho mágico e já volto :)

    Abracinho :)

    ResponderEliminar
  3. Já me ia recolher quando me deparei este teu passatempo, aos quais não resisto.
    Fizeste bem, Rosa! Há que dar descanso ao Rui!
    Há um Aqueduto romano que me parece ser o teu visto do lado oposto a esse que fotografaste. Mas não é em terras lusas...e agora?
    Agora vou para a cama e amanhã venho ver se já deste alguma dica.

    Abraço e uma boa noite, Rosa!

    ResponderEliminar
  4. O aqueduto é uma passagem, p´ra outra paisagem

    Há uma coisa assim
    parecida
    quase destruída...

    ...na Estação Agronômica Nacional...

    mas se não for, não faz mal

    ResponderEliminar
  5. Eu passo, como já é hábito de quem pouco conhece.

    Bom fim de semana Rosa

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  6. Norte de Portugal, amigos e amigas! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  7. Já lá estive duas vezes e das duas vezes (uma no Inverno e outra no Verão) chovia imenso.

    Também já coloquei fotos do mosteiro a apanhar este aqueduto.

    Fica no Norte e bem Norte.

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. A primeira vez que lá fui ainda não tinha sofrido qualquer requalificação e tinha uma zona onde se acolhiam vacas!
    Como o nosso património tem andado desprezado, São!

    Abraço

    ResponderEliminar

  9. É um aqueduto e ainda leva água? Se sim, vou com ela para não 'meter água'!

    Beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar

  10. Desculpa, Rosa, o Blogger meteu água e publicou três vezes o meu comentário. :))

    ResponderEliminar
  11. Duas dicas muito importantes: a norte, bem a norte e um mosteiro! : )... e vacas pelo meio...

    Vou investigar/pesquisar...

    ResponderEliminar
  12. Nunca vi , não conheço. M.A.A.

    ResponderEliminar
  13. Rosa,
    se for o que eu penso tem nome de vinho verde e abasteceu água à cidade até ao século XX....

    Já apaguei umas coisitas não fosses expulsar-me por falar de mais. :-))

    Abraço

    ResponderEliminar

  14. Nem com as dicas eu me resolvo. Terei de cá voltar, mais tarde...


    Um beijo

    ResponderEliminar
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar

  16. Descobri!... Mas não posso dizer, não é? :)

    ResponderEliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. Uma coisa eu sei: não é a ponte do Rio Kwai...

    Boas pesquisas, amigos/as!

    ResponderEliminar
  19. Este tramo está muito bem conservado, mas outros não. Isto está lá para o Norte da nossa terra, muito verde, musgos no granito. Aquele cruzeiro!...
    Bom, não sei se vou bem encaminhado ou se tinha de ir algo mais abaixo, é que são tão parecidos em algumas tramadas... Ou labor ou conde.
    Gosto desta brincadeira!...
    Abraços

    ResponderEliminar
  20. Uma foto esplêndida.
    Não sei onde fica nem como se chama
    Demorou muitos anos a ser construído
    É de pedra sobreposta a fazer cama
    Foi passagem e um açude conseguido.

    ResponderEliminar
  21. Não fica no vale do Ave, Catarina!
    Fica no vale de outro rio!

    Abraço

    ResponderEliminar
  22. Pertence ao conjunto arquitectónico de um mosteiro e está rodeado de vinhas que dão ...vinho verde!

    Abraço

    ResponderEliminar
  23. A São que já mostrou saber podia dar mais umas dicas!
    E nem o Rui aparece! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  24. Não consigo lá chegar
    Nem o GPS me pode
    ajudar

    ResponderEliminar
  25. Antes de mais as minhas desculpas, Rosa, que ontem tive um dia muito ocupado com um encontro de amigos (CPN) e tratamento das respectivas fotos, que eram muitas !
    Não sei se hoje poderei pesquisar, porque tenho que sair, a Felgueiras, acima de Vizela, por coincidência, vou com aquele bombeiro meu amigo que te apresentei no mosteiro, quando vieste a Ermesinde com o coro, um tal Sousa do Vale, lembras-te ?
    Desculpa, mas logo que chegue, prometo que irei pesquisar até acertar, garanto-te ! :))

    Um Abraço grande, de 20 seg. ! :))
    .

    ResponderEliminar
  26. Com essa do "norte bem a norte" despistei-me...
    Afinal até nem fica muito longe da minha zona!
    Agora sim, estou lá! No Mosteiro e no Aqueduto... Por acaso não conheço o bombeiro que o Rui te apresentou, mas conheço um outro que tem pombas.
    Olha, até me mostrou uma foto igualzinha à tua, Rosa!:)

    Abraço

    ResponderEliminar
  27. Já procurei e não cheguei lá. O título dos "post" faz-me lembra uma música.
    A ponte é uma passagem para a outra margem Ribeira

    ResponderEliminar
  28. Se tornares a encontrar o Sousa do Vale dá-lhe um grande abraço meu, Rui!
    Há bombeiros com passatempos muito interessantes, Janita! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  29. Os bombeiros saõ para ajudar ? Não se chama Vale do Sousa ? M.A.A.

    ResponderEliminar
  30. No Vale do Sousa, exactamente M.A.A.!
    É só uma questão de entender as dicas e de pesquisar!
    Se se conhece ajudam-se os outros se não se conhece há sempre a hipótese de lá irmos e conhecer um pouco melhor este belo país...tão mal tratado!

    Abraço

    ResponderEliminar
  31. Rosa, acho interessantes esses enigmas, mas não conheço esse,
    beijos e boa semana

    ResponderEliminar
  32. E eu que já vi todos os aquedutos do mundo inteiro, não consigo chegar lá, nem com as dicas :(

    Abracinho :)

    ResponderEliminar
  33. O único aqueduto que conheço é o de Lisboa, daí não ter nenhum palpite para a imagem... :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  34. Afinal, e com a dica da Janita, acho que cheguei lá.
    Nome de vinho e de antigo presidente do Benfica.

    ResponderEliminar
  35. A quinta onde se faz esse vinho fica a dois passos do mosteiro, Pedro Coimbra!
    Quanto ao nome do presidente do Benfica...eu sou sportinguista!:)

    Abraço

    ResponderEliminar
  36. Tenho estado a acompanhar. Não faço a mínima ideia onde fica o aqueduto de um mosteiro, na região do Dão, com nome de vinho e de presidente de Benfica!

    Estou curiosa!

    Mas na busca, encontrei o aqueduto do convento do Cabo Espichel, Santuário de Nossa Senhora da Pedra Mua, que gostei muito de conhecer.

    Parabéns, tem sido um divertimento muito interessante, participado e produtivo!

    ResponderEliminar
  37. Ó Pedro, essa dica foi engano, quando eu pensava ser a norte e bem a norte!!

    Veja o meu último comentário.

    Repare que falei em pombas e já agora, a Rosa que me perdoe, vá a Riba Vizela...tudo pegado!

    Oh Rosa, desculpa mas é preciso ver que o Pedro vem de Macau e é um grande esticão! Temos que lhe dar uma mãozinha.:(
    Abraços e vou embora que se faz tarde.

    ResponderEliminar
  38. Cara Majo!
    Agradeço o simpático comentário!
    Nestas postagens que alguns apreciam bastante aprende-se sempre qualquer coisa...quer dizer, na blogosfera aprende-se sempre seja o que for! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  39. Ora bem ! … Agora tenho mais tempo ! Já disseste que é no Norte, depois localizaste mais (no Vale do Sousa) e que é um aqueduto que está junto a um mosteiro! …
    Huuummm ! … Já se falou aqui em bombeiro que tem pombas, … também já falaram em Vizela, ou mais a riba, ...acho que devem ser dicas (???) para o nome da terra, ou coisa do género !
    … então, se eu for procurar estas coisas no Google achas que encontro ?...
    Ah ! … assim já é mais fácil ! :)) … Acho que vou encontrar alguma foto no Google que me leve lá ! eheheh

    ResponderEliminar
  40. Amiga, estes teus enigmas são um sucesso, um quebra-cabeças e divertidos. Eu, preguiçosa como sou, fico a aguardar o final:)))))

    ResponderEliminar
  41. subscrevo o comentário anterior. será que posso?

    ou será preguiça demais?

    ResponderEliminar
  42. Chiça, Rosa, li todos os comentários à espera da resposta certa e... nada! para quando a solução?

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  43. Posso pesquisar sem ler os comentários acima?
    Para descomprimir um bocadinho.:)
    Nina
    (já volto, se obtiver resposta. Sou fã de pontes e/ou aquedutos:))

    ResponderEliminar
  44. Rosinha, encontrei-o de imediato! A foto é igualzinha e, acredita, que não fiz copy past.:)
    Pombas e pombais andam por ali, certo?

    Nina...e aquele abraço

    ResponderEliminar
  45. :(( Chiiiça !!! Foi a São,... pelos vistos também a Janita e agora tam bém a Nina ! :(((
    ... e a Nina traz p ombas para junt ar ao b ombeiro ! ... huu umm ! ... o que será que ela quer dizer ? Será o nome da terra do mosteiro e do aqueduto, do Vale de Sousa, lá de riba de qualquer coisa ? ...
    Alto lá, que me parece ver uma dica, mas tenho que pesquisar ! Desta vez é que vai ser ! ... O Vale de Sousa é rico em mosteiros e aquedutos !... Vou ver, Rosinha ! :))
    .

    ResponderEliminar
  46. Amigão, deixa-me rir!:))
    Na verdade, foi uma sorte tê-lo encontrado. Por vezes uma pequenina palavra leva-me à foto. Outras, gasto horas e nada!:))
    Isso...pesquisa lá, seu gde mentiroso!:))

    bji
    Nina

    ResponderEliminar
  47. O Rui é um fingidor! :)
    Já me mandou a resposta certa para o mail, afinal ele é o mestre dos mestres, Nina! :)


    Abraço

    ResponderEliminar
  48. Tive um fim de semana muito complicado e hoje também não deu para os esclarecimentos finais.
    Além do Rui já houve muitos acertos...
    Amanhã tratarei do assunto embora esteja em festejos de aniversário do "fiel jardineiro"! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  49. já não vim a tempo de acertar mas, vim a tempo de descobrir um belo local :)

    ResponderEliminar
  50. Uma dica que posso acrescentar é que tem quem tiver tempo podfe ir aos meus blogues , porque o encontrará, rrss


    Outra é de que o mosteiro deixou de estar aberto e para ser visitado tem que se marcar.

    Mais uma: esta visita , geralmente, faz-se em simultâneo com a de uma fábrica de doces situada numa cidade onde houve grande perturbação política

    ResponderEliminar
  51. Eu não tive problemas em o visitar quando lá fui no verão e até tive visita guiada, São!
    Também lá andava um grupo de espanhóis...
    A fábrica de doces não visitei porque nunca viajo em grupo nem levo visitas agendadas!
    Vamos ao sabor da corrente! :)
    Foi uma perturbação que meteu sacos pelo meio!

    Abraço

    ResponderEliminar
  52. Também descobri!

    Dei mais uma voltinha e achei.

    http://darasola.blogs.sapo.pt/44446.html

    Parece impossível como um sítio tão remoto possa ter sido um grande centro espiritual!

    De fato, de algum modo, está relacionado com a ordem das columbinas...

    Gostei muito da partilha de pessoas que vivem tão distantes: eu vivo no Algarve.

    ResponderEliminar
  53. Minha querida, eu também tive visita guiada das duas vezes.

    Vivo sozinha e, portanto, viajo sempre em grupo e com as visitas agendadas. O que não significa que , eu não me passeie por conta própria nos momentos livres, rrss

    E tens razão, o nosso património está lastimável: a janela manuelina do Comvento de Cristo,em Tomar, está em risco grave !

    Bons sonhos.

    ResponderEliminar
  54. Está na hora de desvendar o... mistééééééé...rio!!!

    Abraço

    ResponderEliminar
  55. Amanhã trato do assunto, não com as preciosas explicações de Mestre Rui, mas cada um é como cada qual!:)
    Como disse, hoje foi dia de festa e acabei por me enrolar no facebook a agradecer os parabéns que enviaram ao "fiel jardineiro" que não o tem, além disso jantámos com a família e é sempre uma grande confusão onde há duas crianças muito pequenas!

    Abraço

    ResponderEliminar
  56. Só enigmas... e o Rui já lançou mais um para nos fazer andar com a cabeça às voltas... :))

    ResponderEliminar
  57. Este já tens uns dias, Luísa!
    Coloquei-o enquanto o Rui folgava! :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  58. Querida Rosinha,

    Um gde abraço ao teu compagnon de route!:))

    Outro para ti
    Nina

    ResponderEliminar
  59. "O Fiel Jardineiro" e o John Le Carré, estão aqui na prateleira mesmo em frente ao meu computer...mas pronto, aí vai um abraço para o feliz aniversariante e outro para ti, Rosa!:)

    Foi um prazer ter estado aqui contigo e demais amigos, neste agradável passatempo/desafio/convívio, à descoberta de belos Monumentos.
    Quando quiseres, manda outro!
    :-))

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  60. Parabéns ao teu marido!

    Abraços para vós

    ResponderEliminar
  61. Como é que eu podia acertar se nem sequer conheço? :-)))

    ResponderEliminar
  62. Muito bonito o Mosteiro - que não conheço.

    ResponderEliminar