quarta-feira, setembro 25, 2013

Outono



Setembro dói-me!

27 comentários:

  1. Ainda não sinto dor mas já a pressinto.
    :(

    ResponderEliminar
  2. Setembro é o meu mês. recuso a ideia de que irei ter um desgosto nas eleições autárquicas!!

    Sabes alguma coisa da Tetè, que está tão repentinamente silenciosa?

    Fica bem,

    Ah, acho a foto linda

    ResponderEliminar
  3. Não tem a ver com as autárquicas, São!
    Vou tentar saber da Teté!

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Doeu-me tanto o Agosto que nem dei pelo Setembro passar!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. O que tem de tão ruim em Setembro no seu país? Na sua cidade?
    Posso saber?
    bjs
    Ritinha

    ResponderEliminar
  6. http://www.youtube.com/watch?v=UQlFOX0YKlQ

    ResponderEliminar
  7. ... e estes últimos dias doem-te ainda mais...

    Lamento muito. Mesmo muito. E tu sabes.

    Beijos amigos.

    ResponderEliminar
  8. Lamento, Rosa! Algum motivo muito forte deve ter para que Setembro lhe doa.
    Logo, logo, chega Outubro e a dor vai atenuar, espero.
    Gosto de Outubro, foi o mês em que nasceu a minha filha.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Oi Rosa
    Um prazer vir te ver!
    Obrigada pela foto tão romântica _ o 'tempo de asas'!
    Adorei, nao identifiquei mas fiquei muito honrada.
    Gosto muito do Rui e dos amigos deles,portanto nao há motivos pra ficar longe de ti ...rs
    E gosto de setembro_ aqui é a Primavera que se anuncia..que venha entao outubro para que nao lhe doa mais...
    deixo abraços

    ResponderEliminar
  10. A fotografia é linda.
    Mas eu já tenho saudades do Verão :(

    ResponderEliminar
  11. Uma (qualquer) dor assim seria, com certeza, suportável se, simultaneamente, a pudessemos prever e suportar.
    abraço.

    jorge
    www.tintapermanente.com

    ResponderEliminar
  12. Setembro está quase a acabar, se bem que nada vai mudar...imagino que essa dor é permanente e que não a sentes só em setembro...lamento Rosa :(

    Lembrar dos bons momentos ajuda a acalmar a dor...dizem.

    Beijinho e um abracinho :)

    ResponderEliminar
  13. Rosa
    Acho que já me consegues visitor no meu Blog. O problema era do meu lado por causa do Google+.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  14. Olá, Rosa!
    Foto maravilhosa que serve de lenitivo a qualquer dor. ;)
    J

    ResponderEliminar
  15. Apresento as minhas desculpas.
    Pensei que tivesse a ver com coisa mais ou menos "leve". Afinal, é algo bem mais profundo,pelo que só te posso deixar um solidário abraço!

    ResponderEliminar
  16. Não tens que pedir desculpa, São!
    A dor é para sempre mas há duas datas mais difíceis de suportar - a do nascimento, no fim de Setembro e a da partida quase no Natal!

    Abraço

    ResponderEliminar
  17. é por isso que te deixo um Abraço.

    ResponderEliminar
  18. Para te deixar mais um ABRAÇO muito sentido, Rosa ! ... mas também sabes que "estas coisas", impensáveis, fora do natural e imponderáveis, são inevitáveis e acontecem ! :((
    Por muito que nos custe, temos que dar a volta por cima, que a vida tem que continuar ! ...
    .

    ResponderEliminar
  19. Então, Rosinha, essa dor é um punhal que tens sempre cravado até porque nunca se imagina (nem é justo) que assim aconteça.

    Sem ousar comparar situações dolorosas e muito tristes, só te posso dizer que a dor viva também corta o coração.

    Abraço com todo o carinho.

    ResponderEliminar
  20. Sempre gostei de Setembro e do Outono, mas tu lá tens as tuas razões.

    ***********************************
    Vejo-te como uma socialista a lutar por um Portugal melhor, dando todo o teu apoio à educação.

    Estou errada, Rosa dos Ventos?

    Mas nem todos podem ter uma pontaria certa como o Ricardo Santos com a pauta do Hino da Alegria. Adorei!!!

    ResponderEliminar
  21. Detesto o setembro e todos os meses que faltam até janeiro, mas temos que os viver da melhor maneira possível , nem que seja com ajuda médica.Um abraço solidário. M.A.A.

    ResponderEliminar

  22. Minha querida,
    hoje sou eu que te venho deixar um ABRAÇO...
    Mesmo uma dor para sempre vai suavizando aos poucos... e as datas passam a ser apenas um nº no calendário.

    Um beijo no teu coração

    ResponderEliminar
  23. Nem imagino o quanto, querida Rosinha!

    Aquele abraço, hoje mais estreito, ainda

    ResponderEliminar
  24. Bela formulação, Rosa:))))
    Que Setembro te traga, de vez em quando, uma flor colorida e perfumada...

    ResponderEliminar
  25. Setembro desmaia de calor e cresta Já as folhas. O vento encrespa o mar e diz: EU SOU!
    A capela e a torre ficam mesmo dentro da Herdade, reservamos um passeio para as conhecer, a barragem da ribeura da Caridade.... Aí, na Torre, se conservam os achados da Herdade dos Perdigões (que não pudemos visitar por estar fechada) mas que eu pude ver e fotografar à vontade (éramos só dois "curiosos", os outros ficaram a beber!). Todos os aspectos históricos são daí. Adoro comer e beber as coisas da terra mas sempre COM as pedras e as coisas velhas agarradas. Confesso que fiquei feliz com a Herdade do Esporão e contemporizei com o "capitalismo investidor" na terra e na vida antiga.
    Bjnhos da bettips

    ResponderEliminar