quarta-feira, janeiro 03, 2007

Fui às pinhas!

Foi a 1ª grande decisão deste ano!
Levantei-me cedo e fui às pinhas. Sabia bem que nesta época do ano não há pinhas.
Mas se a maioria dos blogues que visitei nestes últimos dias me falavam de esperança por que razão eu não iria encontrar pinhas?
E não é que as encontrei mesmo!
Enfezadas, fechadas ou já quase desfeitas mas eram pinhas.
Claro que também encontrei muito lixo pelos pinhais - garrafas e sacos de plástico, sobretudo.
Continuamos a ser um povo com um conceito de cidadania muito abrangente.Onde vamos deixamos a nossa marca de "cidadãos".
Apesar de tudo valeu a pena porque, de facto, a esperança de encontrar pinhas concretizou-se, enchi um caixotinho delas, andei a pé e respirei o ar matinal e lavado dos campos orvalhados!
Nota: A opção pelo verde tem a ver com os pinhais e com a esperança, como é óbvio!

15 comentários:

apple disse...

Minha cara, que o ano te traga muitas "pinhas" ;)
Bjinhos

Esplanando disse...

E foste para onde? Não me digas que foste para os lados "da" freguesia de S.M.! :-D

Rosa dos Ventos disse...

Não! Fui para a estrada de Minde!;)

Ida disse...

Ai o cheiro das pinhas a queimar na lareira... que má que és por me trazeres estas lembranças impossíveis, ou, no mínimo, improváveis.

Maria P. disse...

Até apetece sentir o cheiro do pinhal...humm:)

Anónimo disse...

Há tanto tempo que não vou às pinhas... que belas recordações que me trouxe este post.

Luis Eme disse...

Também há muito tempo que não vou as pinhas.
Noto que aqui em Almada os pinhais estão cada vez mais distantes... vão desaparecendo e em seu lugar, nasce mais uma floresta de cimento...

Anónimo disse...

Então e o cheirinho bom dos pinheiros? Que sorte morar (imagino!) num sítio assim...

(Obrigado pela explicação. É que, de facto, não sabia)

Vou pôr um link no meu sítio porque tenho que cá vir mais vezes..

Rosa dos Ventos disse...

O sítio não é grande coisa, também tem betão e mau gosto a mais.
Contudo se sairmos da "cidade" ainda encontramos floresta!

Républica das Bananas disse...

pena é que as pinhas da minha terra estão negras dos incêndios....
ir às pinhas é bonito, pena é nem sempre haver pinhas, mas antes estúpidos eucaliptos.

Anónimo disse...

E quanto maior for o desafio mais gozo nos dá superá-lo... Olha se tivesses decidido ir à procura de... Ervas?! - seria bem mais fácil mas provavelmente não te saberia tão bem pois, além de o desafio não ser tão grande, era pinhas que querias... =)
Obrigada por me fazeres pensar nisto :)
Vou à procura de Pinhas (de outras qualidades, mas nem por isso deixam de ser as pinhas que tantos dizem que não se encontram...).

Bom Ano =)

migvic disse...

Boa ideia, o cheiro das pinhas juntamente com a lenha dá um cheirinho diferente á casa e logo hoje fui perguntar a preço - 5 euros o saco...

Rosa dos Ventos disse...

E é um saco ou um saquinho?

migvic disse...

Só para avisar que acabei por ir mesmo ás pinhas e arrecadámos um sacalhão, daqueles do IKEA cheio. São pequenas , mas estão abertas e secas.
Mais lá ficaram, não dá para dizer...

Rosa dos Ventos disse...

E ainda dizem que os portugueses são gastadores?
Eles até andam às pinhas...e aos papéis e à nora!;)))