sexta-feira, janeiro 05, 2007

Ainda bem que não sou espanhola...


Se fosse espanhola corria ainda pelas "calles", feita tolinha, à procura dos últimos presentes, para oferecer amanhã, dia de Reis ( os tais magos que trouxeram ouro, incenso e mirra ao Menino).
Como sou portuguesa e com um espírito natalício muito débil, de há uns tempos para cá, já encaixotei o Natal.
Neste canto da lareira estava esta espécie de árvore que se manteve intacta, sem qualquer ataque dos felinos que estão à sua volta. Os verdadeiros também se portaram à altura.

5 comentários:

alfabeta disse...

mas olha que o bolo rei Espanhol é delicioso, provei-o hoje.

Maria P. disse...

"encaixotei o Natal"...faz pensar.


Bom fim de semana:)

Ida disse...

Nem me fales! Uma das primeiras experiências espanholas q tive foi justamente chegar em Madrid na véspera de reis, com noite de compras até as tantas e feriadão com desfile pra lá de sincrético, entre Pai Natal de renas e Reis magos de camelos... inesquecível!:)

Mas eu gostei mesmo foi desse gato gordíssimo da direita! É o máximo... e tão autêntico! Giríssimo esse canto felino. Saudades dos teus verdadeiros.

feliz 2007, já agora... e alguma prendinha desejada, se possível.

Rosa dos Ventos disse...

Os espanhóis são assim, excessivos, alegres, sem preconceitos!
Nós somos uns nostálgicos...estamos sempre a pensar em amanhãs e esquecemo-nos de viver o hoje!
Agora sou assim mas já fui "quase" espanhola!
Obrigada pela visita!

Su disse...

continuo amando os gatossssssssssss

jocas maradas e miaussssssssssss