sexta-feira, janeiro 12, 2007

Bruma

Não!
Não é tristeza
Nem melancolia
É uma agonia
Esta quase certeza
Que me não resta
Nem mais um dia
De plena alegria
De festa.

Como travar isto,
Esta sensação,
Suspensa na bruma
Entre o nada e coisa nenhuma?

10 comentários:

Anónimo disse...

Lindíssimo. Profundo. Sentido. E será a Rosa a sua autora?? Parabéns.

Su disse...

gosteiiiiiiiiiii apesar da agonia

jocas maradas

Anónimo disse...

Ai que esta bruma está tão densa...
Não haverá, entre ela, um buraquinho de esperança que ela se levante?

Beijinho

Rosa dos Ventos disse...

Há uns dias com nevoeiros mais densos do que outros!
Os últimos não foram fáceis!
Obrigada pela palavra ESPERANÇA!

Kalinka disse...

Iniciou-se a contagem decrescente para o lançamento do livro «Que é o Amor?».

Colaborei com um texto da minha autoria, dedicado a todos que de alguma forma marcaram a minha Vida em momentos inesquecíveis, mas também a alguém muito especial que nasceu dia 7 de Fevereiro e que, por não pertencer ao Mundo dos vivos, guardo com muito Amor, na minha memória (minha Mãe).

É uma excelente oferta em qualquer altura, mas como se aproxima o Dia dos Namorados, será bom começarem a preparar as vossas encomendas quanto antes.

Beijos e abraços.

Voltarei para ler com calma, gostei do que vi. Parabéns.

migvic disse...

A VIDA!!!

Nela eu sou livre...
Sou errante...
Sou cigana... Feiticeira...
Sou mistica...
E também misteriosa...

A vida ...
A tenho como expectadora...
Onde tudo se torna tão pequeno...
Diante de sua imensidão...
Nesta vida... Sou livre...
Sou amante...

E a deixo me levar...
Percorro seus campos...
Floridos onde danço...
Loucamente...
Pois sou livre...
Em meu espaço e razão...

Vania Staggemeier

Teresa Lopes disse...

Essa sensação, ainda que poética, não a poderás travar nunca. Ela própria desaparecerá no dia em que te encontrares a ti própria. Podes crer. Ainda que poeticamente falando.
Abraço

Luis Eme disse...

Espero que o sol tenha voltado a brilhar junto a ti...
levando a agonia embrulhada no manto nubloso...

Luisa Oliveira disse...

Sorrindo. Mesmo que doa muito. E recebendo sorrisos.

Recebes-te este? =) é para ti

Rosa dos Ventos disse...

Obrigada! ;)))