domingo, setembro 10, 2006

O Douro visto de Galafura


Do miradouro de Galafura, onde se encontra a capelinha de S.Leonardo, foi assim que o meu olhar extasiado viu o Douro, muito recentemente.
Uma fita azul debruada a verde já com alguns traços de Outono.
Miguel Torga apresentou-nos, no belo poema S.Leonardo de Galafura, esta região "por um lado paisagisticamente ímpar, por outro, como resultado do trabalho insano de gerações e gerações de homens." ( Estas são as palavras de um outro poeta do Douro, A.M. Pires Cabral ao receber o Prémio D. Dinis da Fundação da Casa de Mateus, nestes dias de festejos dos 250 anos da primeira Região Demarcada do mundo.)

3 comentários:

Anónimo disse...

Extasiado,dizes bem.Acho que não damos valor àquilo que temos.

Maria M.

Skywatcher disse...

Sayago, paira ainda, sobre este pedaço de Rio " quase " português... até quando ??
Beleza não tem idade... é de facto uma coisa " espantástica ".

retratosdegalafura disse...

é mesmo uma paisagem bonita e Calma

Abraços