quinta-feira, março 12, 2020

Quarentena



Continuo a fazer a minha vida normal, quer dizer com raros contactos sociais, sem ajuntamentos, sem açambarcamentos.
Só não tenho uma janela como esta, rentinha à rua, para ver bem quem passa!
A foto foi tirada no Museu Júlio Dinis, em Ovar.

36 comentários:

  1. Bom dia:- Na última terça-feira fui às compras a um supermercado de referência. Eram filas intermináveis nas caixas com pessoas com um e dois carros de compras a abarrotar. Puro açambarcamento. Será que tudo se vai consumir ou daqui a algum tempo vamos ver os caixotes do lixo a não chegaram para as "encomendas"?

    É assim o povo português

    A janela é de facto muito bonita. Mas se calhar numa residência --- estaria vedada por grades - não fosse o diabo (ladrão) tecê.las.
    .
    Votos de um dia feliz.

    ResponderEliminar
  2. Essa janelinha
    parece a minha
    E o que tens feito
    é isso que eu faço
    Quanto ao resto
    tenho uma missão
    gerir a pandemia do medo
    que me dá um trabalhão

    ResponderEliminar
  3. Morrendo de medo me vejo nos estádios
    assistindo aos jogos do time do meu
    coração, indo à praia e beijando a face
    das moças que conheço.
    Um beijo pra você (jogado de longe)
    e que bons ventos nos tragam melhores
    notícias.

    ResponderEliminar
  4. Também não se pode estar sempre em férias, não? :)

    Gostei imenso daquele teu céu da primeira foto ali do postal anterior.
    Aquela Igreja, conheço-a, não 'in loco', mas de um Desafio do nosso saudoso Amigo.

    Um abraço e saúde!

    ResponderEliminar
  5. Devemos ter calma para não gerar pânico.
    Que o Criador ilumine nosso lar.
    Megy Maia

    ResponderEliminar
  6. ADORO fotografar janelas‼️

    A janela do museu de Júlio Dinis em Ovar, museu que também conheço, é linda‼️

    ResponderEliminar
  7. Uma boa janela para a rua, dá para tudo!

    Até para manter ameaças longe!

    As minhas saudações!

    ResponderEliminar

  8. E faz muito bem, minha amiha.
    Gerir o nosso medo e não entrar em pânico,
    talvez nisso esteja a nossa salvação...

    Abraço

    Olinda

    ResponderEliminar
  9. Este é um bom tempo para dar mais atenção às leituras.

    Um bom domingo :)

    ResponderEliminar
  10. Tempos dificieis esses. Gostei de seu blog.

    ResponderEliminar
  11. Olhar para a rua através da nossa janela dá-nos sempre uma sensação de segurança! Que por vezes não é real…
    Abracinhos

    ResponderEliminar
  12. Janela que proporcionou ao autor, na época, a definição de alguns personagens que depois evoluíram na trama dos seus romances. De todas as situações é possível retirar sempre algo de positivo.
    Aguardemos por melhores dias.
    Abraço,
    Juvenal Nunes

    Se gostar de poesia poderá aceder a:

    Prece

    ResponderEliminar
  13. Olá , estou acompanhando este site e estou adorando seus artigos são muito bons mesmo parabéns.
    Cap legal litoral

    ResponderEliminar
  14. Continuem escrevendo assim o tempo passa melhor... Sem alarme mas com mil cuidados.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  15. Vim só deixar um abraço, Rosa.

    ResponderEliminar
  16. Então, Rosa dos Ventos?

    Duas semanas de quarentena já devem ser suficientes para saíres até ao nosso blogobairro! Já sinto falta dos teus textos tão terra-a-terra e, simultaneamente, tão encantadores. Anda lá, já podes sair um pouco para arejar... :)

    Um forte abraço, desejando que estejam todos de boa saúde, Leo.

    ResponderEliminar
  17. Caros amigos
    Fui apanhada em Lisboa quando as escolas fecharam e o meu filho entrou em teletrabalho, por isso por aqui estou de apoio aos três rapazes.
    Como não trouxe o computador nunca mais consegui publicar nada.
    Saúde para todos e um

    Abraço

    ResponderEliminar
  18. Amiga,
    só agora li o teu comentário no meu post de Sexta. Para não estar a repetir tudo, em vez de deixar o teu comentário, olha, deixo uma cópia da minha resposta. :)

    Olá amiga Rosa dos Ventos. :)

    Pelo que percebi, não conseguias comentar no teu blog a tranquilizar-nos quanto à razão da tua ausência, de modo que o copiei e lá fui eu em passo de corrida, o mais rápido que pude, para o deixar lá no teu espaço.:)
    Chegando, vi que já lá tinhas conseguido entrar. Ainda bem.

    Quando fores para Lisboa leva o teu portátil, Leo.
    Mesmo com o tempo ocupado com os netos, sempre arranjarás um tempinho para estar connosco.

    Um beijinho grande e que tudo continue bem todos.


    Aqui te deixo um forte abraço e votos de muita saúde pata ti e os teus.

    ResponderEliminar
  19. RV, que bom, que está tudo bem consigo!

    ResponderEliminar
  20. Amiga, quanto nos pode transmitir uma janela! Claro que depende até onde se possa olhar.
    Aqui estamos igual, em quarentena, agora quinze dias mais, o mau é que ainda vão ser muitos mais, lamentavelmente.
    Um grande abraço e muito ânimo.

    ResponderEliminar
  21. Li agora da tua "quarentena" forçada mas com a família. Já cá tinha vindo antes, "sentindo" uma falta inabitual.
    Gosto que estejas bem apesar dos condicionalismos.
    Até já, goza bem os netos!
    Beijinho
    B

    ResponderEliminar
  22. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  23. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  24. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  25. Olá. Independentemente de ler o texto/poema, aqui inserto, passo a fim de desejar uma Páscoa muito feliz, independentemente dos condicionamentos do afastamento social que todos nós estamos a viver e a sofrer.
    .
    Votos de uma Páscoa feliz, extensível a toda a sua família.
    .
    Abraço virtual.

    ResponderEliminar
  26. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  27. Hi! ) A very beautiful and interesting blog!!! Follow you) https://beautypumma.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  28. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  29. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  30. Felizmente tenho uma varanda comprida e ~e aí que faço a minha caminhada diária.

    Beijinho

    ResponderEliminar