terça-feira, outubro 13, 2009

Para os que gostam de Lisboa

Peço desculpa pela pouca qualidade de algumas imagens mas a intenção era boa.
Aqui vos ofereço uma breve visita a Lisboa.

O guardião do Castelo nos seus simpáticos e sorridentes 93 anos! Mora nesta casa há 60 anos e da sua janela mesmo...


...em frente deste arco, do lado de dentro, observa tudo e todos os que por ali passam.

Cidade de roupa estendida ao vento!


Curiosidade no largo do arco do guardião.
Não conheço outro urinol em Lisboa!



Igreja de Santo Estevão com o Tejo ao fundo.





O Adamastor a ver passar navios no Alto de Santa Catarina.




Uma bela janela, um pouco torta, virada para o rio.







E o Tejo sempre ao fundo.






Antiga mas sempre menina e moça, vista do miradouro de S. Pedro de Alcântara.








Esta minha fixação por candeeiros deve ter alguma explicação psicanalítica...








Um novo parque de estacionamente inaugurado por António Costa antes das eleições, como é óbvio!










E para terminar o belo quiosque da Praça das Flores.











28 comentários:

Maria disse...

Que bonito passeio, Rosa.
Há outros urinóis em Lisboa, mas sem essa placa tão vistosa. O que eu não conhecia mesmo era no estacionamento para cães...

Um abraço
(e são lindos, os quiosques)

JPD disse...

Gostei muito do teu blog.
Excelente edição.
Aceita o convite, passa por lá:

http://oguizoeogato.blogspot.com

ad21121943@gmail.com disse...

Cá vai para Rosa, e um obrigado por teres visitado a minha cidade.

Lisboa

Lisboa com suas casas
De várias cores,
Lisboa com suas casas
De várias cores,
Lisboa com suas casas
De várias cores...
À força de diferente, isto é monótono.
Como à força de sentir, fico só a pensar.

Se, de noite, deitado mas desperto,
Na lucidez inútil de não poder dormir,
Quero imaginar qualquer coisa
E surge sempre outra (porque há sono,
E, porque há sono, um bocado de sonho),
Quero alongar a vista com que imagino
Por grandes palmares fantásticos,
Mas não vejo mais,
Contra uma espécie de lado de dentro de pálpebras,
Que Lisboa com suas casas
De várias cores.

Sorrio, porque, aqui, deitado, é outra coisa.
A força de monótono, é diferente.
E, à força de ser eu, durmo e esqueço que existo.

Fica só, sem mim, que esqueci porque durmo,
Lisboa com suas casas
De várias cores.

Álvaro de Campos, in "Poemas"
Heterónimo de Fernando Pessoa

Um abraço

Alberto David

Luis Eme disse...

isso é que foi andar pelas colinas da capital...

abraço Rosa

mlu disse...

Fantásticas fotos!
Duas notas: 1ª- a fixação por candeeiros diz que não gosta de coisas no escuro, gosta de luz!
2ª- e se os "estacionados" naquele parque originalíssimo não se entendem?

Obrigada pelas fotos.
Abração

Conversa Inútil de Roderick disse...

Fotos optimas. A do parque para cães está um espectáculo!

H.B. disse...

BOa , muito boa reportagem fotográfica e melhor legendada. Parabéns

Patti disse...

Linda, linda, linda a minha cidade. A cidade de todos os portugueses. tenho tantas fotos destas, não me canso de as tirar, é a luz de Lisboa que as modifica a cada click.
Estão maravilhosas as tuas, captas-te a alma da cidade.

Anónimo disse...

Não há dúvida,és mesmo uma fonte de charadas a decifrar.Agora LISBOA,(posse pela certa,só que te envergonhaste de publicar cardápio)
depois,candeeiros,luz que nos alumia nas trevas,o Adamastor que levou para tabaco,o Tejo,com muita muita água,mas via de saída das naus...e por fim o Castelo,o baluarte.Quanto ao Urinol,serve para tomar medidas urgentes que se imponham.Estou errada? Abraço Kinkas

Rosa dos Ventos disse...

Quanto ao urinol, querida Kincas, como podes ver pela imagem, só dá para "meninos"!
Não há quotas neste urinol! :-))

Rosa dos Ventos disse...

É mesmo a cidade de todos nós, Patti da Graça! :-))
Uma luminosidade que nos encanta, recantos de província,decadência que nos entristece mas que logo compensamos quando olhamos para o Tejo e do qual falaste com tanta ternura no teu Ares da Minha Graça!

Abraço

goiaba disse...

Uma bela "amostra" para abrir o apetite a quem cá vive e sai pouco da toca.
Abraço

Tite disse...

Estás a ver, querida Rosa, porque sempre penso em ti quando saio de casa sem máquina à tiracolo?

É a magia das tuas fotos a funcionar... em mim.

Beijossss

Anónimo disse...

Esta é a minha primeira visita.
E gostei!
Acho o diálogo muito animado. Todos bem humorados.
Voltarei.
RS

Dina disse...

Estacionamento para cães????
São estacionados ali porquê?
Para os impedir de entrar onde?
Isso é mesmo ideia de político...

Oliva verde disse...

Linda, esta cidade! E as imagens estão tão bem escolhidas que não notei defeito nenhum na qualidade!

Rosa dos Ventos disse...

Caríssima Dina
Pensei que dava para entender que estava a brincar! :-))
Este parque de estacionamento para cães fotografei-o numa esquina da Praça das Flores ao lado da porta de um pequeno supermercado.
Como os cães não podem entrar lá dentro o lojista teve esta ideia bem original!
Mas já vi inaugurações mais tolas, podes crer!:-))

Abraço

legivel disse...

É ponto assente
que aqui se encontra o passado
com o presente
na cidade do meu coração.
D´antes, em cada jardim
havia um urinol,
agora já não
(avanço democrático, decerto
que até já se urina a céu aberto... )
Deixaram-se de ouvir no cascalho
as ferraduras dos equídeos
e enquanto o dono vai ao talho
deixa o bicho no parque dos canídeos...

abraço e sorrisos.

Rosa dos Ventos disse...

Sempre bem humorado, caro Legível!
Embora tivesse feito parte do meu percurso de ensino superior em Lisboa não me lembro minimamente dos tais urinóis.
Quanto aos equídeos, felizmente que continuam a andar à solta pela margem do nosso corpo! :-))

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Ao Anónimo R.S.
Bem vindo seja a este espaço onde o bom-humor impera mesclado, por vezes, de alguma melancolia.
A vida é assim..."...feita de nadas e de grandes serras paradas à espera de movimento..." - como diz Miguel Torga!
Apareça sempre embora não lhe possa retribuir a visita.

Abraço

Anónimo disse...

O que me atraiu neste blog foram as fotos, os passeios (adoro viajar!) e os comentários dos seus leitores assíduos (fiquei com a impressão de uma grande “família” em espaço cibernético onde a maioria dos seus membros se conhecem pessoalmente) e as suas intervenções: uma administradora de blog que está sempre presente, quer seja a dar respostas/esclarecimentos bem humorados ou a dar as boas vindas a novos visitantes!

Nem posso imaginar o tempo dispendido para manter um blog tão atraente. Parabéns!

RS

Rosa dos Ventos disse...

Está enganado, caro Anónimo RS!
São poucos os visitantes que conheço pessoalmente, acontece que acabamos mesmo, como diz,por nos tornar uma grande família porque nos vamos encontrando nos blogues de uns e outros, vamos percebendo o estilo de cada um e adaptamos os nossos comentários às suas características.
Quanto ao tempo de que disponho?
É todo o tempo do mundo! :-))

Abraço

Maria P. disse...

Excelente visita:)
Eu gosto de Lisboa.

Beijinho*

tulipa disse...

Nesta estação de Outono relaxe e retempere forças!
As alterações climatéricas (quais…) temos tido verdadeiros dias de Verão… influenciam o estado da nossa saúde, ao nível das mais diversas doenças.
Hoje comemora-se o Dia Mundial da Alimentação. Em vários pontos do País realizam-se palestras dirigidas ao público em geral (entrada livre), com sessões onde se discute as temáticas de nutrição e hidratação.

Para mim este dia tem 2 significados, um mau e outro bom, felizmente.
Assim consegue-se algum equilíbrio.
Faz hoje 34 anos que perdi a minha querida Mãe e faz hoje 1 ano que fui à entrevista de selecção para o meu novo e actual emprego, posso dizer que em boa hora lá fui, ao Porto.
Mas, nos meus blogues falo de cinema e faço um desafio. Será que posso ver o que vês da janela do teu quarto?
Eu mostro o que vejo, sinto uma paz tão doce.

Um abraço.

NOTA: Obrigado pela partilha. Estou todos os dias em Lisboa, mas não posso aproveitar destas tuas vistas, estou a trabalho.

maria mar disse...

Muito boas as tuas fotos, como sempre. Não pela beleza, mas certamente pela originalidade, escolheria a foto do parque de estacionamento. Achei-a girissima. Ainda nao se lembraram de pôr tb parquimetro nesse!!! LOL

Rosa dos Ventos disse...

Boa, Maria Mar!
É um consolo ir a Torres Novas e não encontrar, por enquanto, parques pagos!
Mas a nossa autarquia tem de ir buscar dinheiro a algum lado, depois de tantos desatinos há que pôr ordem na casa! :-))

Abraço

©carmen zita disse...

Ai que saudades tenho eu de Lisboa...
Um abraço.

Duarte disse...

Quantas coisas desconhecia da Lisboa que tanto amo!...

Beijinhos