sexta-feira, dezembro 01, 2006

Abriu a época natalícia


Como se faz a abertura da caça, do ano lectivo, do ano judicial, da época balnear, etc, etc, também se faz a da época natalícia.
A data não está, temporalmente, bem definida mas creio poder situá-la quando, nos separadores dos programas de televisão, aparecem estrelinhas com sinos a badalar e quando na publicidade se ouve música alusiva acompanhando o Pai Natal, com o seu cortejo de sugestões de prendas para miúdos e graúdos, desde os mais próximos até aos que se vêem uma vez por ano e ainda quando, da sigla de alguns canais colocada no canto superior esquerdo, saem chuviscos de estrelas.
Mas, decididamente, a 1 de Dezembro o Natal já se instalou nas praças, ruas, montras de todas as localidades com o mínimo de duas ruas e uma praça.
Por aqui, nas cidades deste abençoado concelho, já está instalado um autêntico arraial minhoto, tantos são os arcos, as cores e os motivos, apesar do corte orçamental para esse efeito.
Segundo a minha suspeita opinião, salvam-se as árvores da Praça do Município, o edifício dos Paços do Concelho ( apesar daqueles pinheirinhos pindéricos no telhado) e o contorno luminoso da Colegiada lá em cima, ligeiramente abaixo do Castelo, neste caso, felizmente, quase sempre iluminado todo o ano!

4 comentários:

marakoka disse...

jocas maradas e natalicias:)

Ida disse...

A foto é de Brasília, com a Catedral em primeiro plano e os ministérios, ao fundo. Ou estou enganada? Abs,

Rosa dos Ventos disse...

Exactamente, Ida!
Mas, não é da minha autoria.
Ainda não fui ao Brasil.
Obrigada pelas visitas!

Ida disse...

Quando vier ao Rio, não deixe de avisar antes, será um prazer mostrar um pouco desta cidade que, apesar de mal falada, é das mais encantadoras que conheço.