terça-feira, dezembro 19, 2006

O que poderei dizer hoje? O que poderei mostrar?

Que está um lindo dia, um pouco frio como é natural em Dezembro.
Que neste dia faz dois anos que partiste e nos deixaste arrasados de dor.
Que a tua ausência é uma presença constante.
Que no meio do silêncio mais profundo te escutamos.
Que temos saudades tuas.
Que nos fazes falta.
Que gostaria de ter partido logo a seguir a ti.

Posso mostrar a quem me visita o espectacular "mar" de Minde que me pacifica a alma mesmo quando o vejo apenas em imagem.

6 comentários:

Ela disse...

Não fique triste.
Olhe para o mar... de Minde ou outro e respire fundo pensando: "nada acontece por acaso".
Obrigada pelos comentários no meu blog. Bem Haja "conterrânea desconhecida".

Ela disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Maria P. disse...

Deixo um beijo de ternura, apenas.

Beijinho:)

Anónimo disse...

Um beijo, um abraço...
São estes e outros dias dificeis que nos apertam a alma e o coração.
Estes e outros dias em que nem mesmo a nossa vida pareça ter sentido.
Mas, temos de cumprir o caminho da vida, guiados pela luz dos sentimentos e dos valores, em memória dos nossos.
Assim, e com os amigos por perto, ontem, hoje e amanhã, serão sempre novos dias.
Força amiga.
Beijo

Anónimo disse...

Um beijo Maria M.

Luisa Oliveira disse...

um grande abraço (daqueles grátis)

Ana