quarta-feira, janeiro 30, 2013

Frases soltas ou à solta!



Esta é a frase que me recebe num dos cafés que frequento na santa terra onde vivo!




Esta vejo-a quando vou comprar pão a uma das padarias do bairro onde estou, de vez em quando, em Lisboa!


Numa rua da nossa capital! Não consigo perceber o que está no balão...




Na parede do muro por baixo da Assembleia da República!
A falta do acento em dívida bem como a própria não são da minha responsabilidade!


Nota: Como podem calcular este post deu-me imenso trabalho!

18 comentários:

Anónimo disse...

Gostei do que vi.
Sabes vou começar a comer pão mole e uvas. Se der resultado (aquela das rugas) eu aviso.
Bjs
Pombalense (salvo seja!)

Turista disse...

Querida Rosa, e pelo trabalho que te deu, obrigada! Adorei! :)
Beijinhos grandes.

São disse...

Já vi essa de Salazar e o que estava escrito no balão era perfeitamente legível, só que irreproduzivel aqui.

Pois, a partilho contigo essa não responsabilidade da dívida,mas acho que, neste momento, cada português terá um alto montante a pagar, segundo as luminárias que estão no poder.

Bom serão.

quem és, que fazes aqui? disse...


A última frase é que é a mais certa, apesar da falta da acentuação.Também a não considero da minha responsabilidade.

Beijo

Laura

Rui Pascoal disse...

Também não me revejo na última foto. Esta história está muito mal contada...

maria mar disse...

Andaste de máquina na mão, amiga. Excelente trabalho e, por acaso, a dívida também não é minha, como refere tua última foto.

Flor de Jasmim disse...

Pão e ainda vá que não vá, mas as uvas ao preço que estão lá vou eu continuar coma as minhas rugas!
A última foto também nada tenho responsabilidade com essa dívida.
adorei o teu post Rosa

beijinho e uma flor

mlu disse...

Olha que ideia mais gira, com tanto "texto" por aí a perder-se nas paredes!
Gosto da última frase citada mas é tanta a lavagem ao cérebro que, às vezes, penso se não teria sido eu a gastar aquele dinheirão todo!:-((

Um abraço.

Rogério Pereira disse...

Contida na doçaria
Um bago de uva, menos uma ruga
E Salazar, em quem iria votar?
Pois, a dívida perdeu o acento
mas não chegou o momento
de... assentar.

Luis Eme disse...

parece que sim. :)

abraço Rosa

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Também "gasto" de uma padaria que tem essa frase. É a Padaria Portuguesa. Mas como há várias em Lisboa, não sei se é a mesma...

Graça Sampaio disse...

Aqui por Leiria, não há frases soltas nem à solta... Ou então sou que não dou conta delas...

Beijinhos

Teté disse...

Será que o que está dentro do balão é: "Ai!!! Grande queda"?

Haja humor e sentido de oportunidade, se bem que não goste de ver paredes gatafunhadas por aí. Mas pelo menos os dois primeiros fazem-nos sorrir... :)

Ah, e claro, a dívida também não é minha! :D

Abraço

redonda disse...

:) Mas foi um grande trabalho! Gostei :)
um beijinho
Gábi

Rosa dos Ventos disse...

Quem sabe se já estivemos lado a lado numa Padaria Portuguesa, caro Carlos Barbosa de Oliveira! :-))
A virtualidade tem destas coisas...

Abraço

Catarina disse...

Mas que trabalheira, Rosa dos Ventos!
: )

Mariposa Colorida disse...

Eu como muitas muitas uvas. Mas o efeito normal é só aumento de peso...;)

Duarte disse...

Uma boa iniciativa, um excelente trabalho de campo. Gosto.
Abraços