quarta-feira, janeiro 16, 2013

Sinais exteriores de festividades...

Passadas que foram as festividades natalícias, continuamos a ver penduradas em varandas, varandins, janelas e marquises as personagens mais em foco durante essa época!


Palavra que a mim faz-me impressão alguns ficarem assim até ao próximo Natal!
E então com o mau tempo que tem estado!!

21 comentários:

Rogério Pereira disse...

Há casa onde o Natal é todos os dias
Julguei que sabias

(não nos tratamos por "tu",
mas hoje tinha de rimar...
há azar?)

Nina disse...

Pobrezinhos!

Sou como tu, Natal acabado, Natal arrumado.
(não simpatizo nada com esses panos do Menino Jesus, que me lembram a Páscoa ou bandeiras!:))

Vês? Ainda te vim deixar um abraço.
Posso demorar mais, mas quem estimo tem que me sentir:))

quem és, que fazes aqui? disse...


Há gostos. E esquecimentos (talvez porque andemos todos cabisbaixos). Ou, então, porque natal é até quando se quiser... até (a)gosto. :)

Beijinho

Laura

Luis Eme disse...

faz lembrar as bandeiras da selecção, Rosa.

muitas "morretam" nas varandas, desbotadas e cortadas em farripas pelo vento...

abraço

redonda disse...

Se não fosse pelo mau tempo, até gostava que continuassem mais alguns dias :)
um beijinho

Graça Sampaio disse...

Também me faz bastante impressão vê-lo fora de tempo. Os pais-natal até nem gosto de os ver durante as festas ali pendurados nas janelas e nas varandas. Não sou muito dada a sinais exteriores, que se há de fazer? Feitios....

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

As pessoas andam tão acabrunhadas, que até se esquecem de retirar essas expressões natalícias. Também me faz muita impressão...

Flor de Jasmim disse...

Rosa é como as publicidades de festas, assuntos politicos, até da campanha eleitoral colocadas nos muros e postes ficam de uma ano para o outro!

beijinho e uma flor

mlu disse...

Numa rua onde normalmente passo durante a caminhada da noite, há uma loja que teve um pai-natal a cair pela perede mais de 3 anos! Só me apetecia arrancá-lo dali, mas lá esteve, o triste, até mudar de cor e se romper! Nem ao menos o sentido estético(?) do dono lhe valeu!

Um abraço

São disse...

Este ano vi, pela primeira vez, os estandartes...

Bons sonhos

vieira calado disse...

E vem aí o Carnaval!
Para bem dizer... dura desde o ano passado... e até de antes...

Deixo as minhas saudações poéticas.

ematejoca disse...

O meu "Kraut" detesta os pais-natal durante as festas ali pendurados nas janelas e nas varandas, eu cá já gosto, mas no Dia dos Reis já não há sinais de festa de natal cá em casa... os ovos da Páscoa já estão a caminho, mas primeiro ainda gritamos

H E L A U ! ! !

Teté disse...

Fizeste-me lembrar um conhecido meu, divorciado, que tem a árvore de Natal montada durante os 365 dias do ano, para não ter trabalho... :)))

Essas decorações natalícias vão ter o mesmo destino de algumas bandeiras nacionais, após campeonatos futebolísticos... ;)

Abraço

Rui da Bica disse...

... e já imaginaste quantas e quantas casas por este país fora, ainda estão tal qual, como no Natal ? ...
Umas por preguiça, outras, porque sim, outras porque não ! ...
Na minha opinião, detesto as bandeiras nas varandas ! :)))
.

Jardineiro do Rei disse...

Antigamente havia todo um ritual não direi religioso, talvez místico, com uma certa nostalgia, era o desfazer do presépio, da lapinha, da árvore de Natal. Era o sentimento de que a época festiva tinha terminado e brinquedos e prendas só daí a um ano. Hoje não. Banalizou-se o Natal, banalizaram-se os brinquedos e as prendas. Lembro-me do tempo em que só havia brinquedos à venda na época do Natal. Os lojistas faziam questão de só os ter em exposição no mês de Dezembro. Hoje não! O espírito consumista e materialista tomou conta da vida das pessoas. As grandes superfícies têm brinquedos à venda o ano todo. Até há hipermercados cujo negócio é a sua venda. Decididamente a magia do Natal desapareceu...
Um abraço

João

Mariposa Colorida disse...

Confesso que já me enerva um bocadinho o Pai Natal pendurado!

heretico disse...

o desleixo começa nas cabeças...

Lilá(s) disse...

Ainda hoje reparei nesse pormenor! será que o pessoal está todo preguiçoso?
Bjs

Rosa dos Ventos disse...

Os estandartes com o Menino Jesus surgiram talvez há dois anos como forma de "contrabalançar" com o Pai Natal, nada católico, segundo os católicos!
Mas também me parece pouco católico deixar o Menino exposto às intempéries do tempo! :-))

Rosa dos Ventos disse...

Quer o Pai Natal quer o Menino Jesus pendurados e esquecidos fazem, de facto, lembrar a bandeira portuguesa em 2004, durante o Europeu, como alguns visitantes referiram.
Algumas ainda se vêem esfarrapas, aqui e além...
Todo o sinal exterior de desleixo é triste!

Abraço

Anónimo disse...

Pendurar patas de coelho instead?
Pergunta da bettips