terça-feira, janeiro 22, 2013

De balde...

(imagem da net)


Da garagem chegam "ploc", "plim", "splach","plaf" de acordo com o local onde bate a água que continua a correr pelo tecto, a saber - baldes, bacias, tapetes, carpetes velhas!
O "especialista" chamado de urgência não encontrou qualquer telha partida e não conseguiu descobrir por onde entra a água, por onde sai é fácil de ver...
Estou a tentar levar a situação com calma porque tenho amigos e familiares sem luz nem água desde sábado.
Estão em piores condições do que eu!
Por exemplo, a nossa amiga  Graça de "Picos de Roseira Brava" está sem luz, daí o seu silêncio!

24 comentários:

Dalma disse...

RV. nem me fale, tive tormentos desses repetidamente embora nem sempre que chovia, até que resolvi fazer o meu "solário".
A água é matreira e nem sempre entra pelo lugar onde pinga, é preciso muita paciência para descobrir de onde vem e nem sempre se consegue, o que foi o meu caso!

Rui da Bica disse...

Estes problemas de infiltrações de águas são sempre péssimos ! :(((
Claro que não nos consola muito saber que há outros casos piores, mas, tendo em conta o que se passou por aí,...

Abraço !
.

São disse...

Eu até sei de onde vem, só que não posso fazer nada a não ser colocar baldes e tapetes e diques para não entrar em casa...senão lá vai o soalho flutuante!!

Estar à lus de petróleo também é uma situação bem aborrecida,coitada da Graça,

Beijinhos às duas.

quem és, que fazes aqui? disse...


As infiltrações são sempre más!

E as de água, como 'boas' infiltrações, têm o problema de que, debalde, se procura no sítio onde o balde enche.
É sempre bem longe da foz que o rio se inicia.

Agora vou dar apoio à Graça. Sem luz ainda???!!!!!

Beijo solidário no esvaziamento do balde

Laura

Rui Pascoal disse...

Há quem esteja pior do que eu, não serve de consolo mas é a realidade. Apesar de tudo... continuo um sortudo.

Teté disse...

Ah, infiltrações de água são do piorio. Em tempos também tive uma no quarto do meu filho, mandaram cá um "curioso" que queria partir a parede para ver de onde vinha, já tinha partido a do 7º andar, estava a contar começar a parti-las todas pelo prédio abaixo. Disse-lhe logo que não, até por ele só se responsabilizava em partir, não em voltar a tapar o buraco... Mas lá acabou por resolver a coisa, certo é que nem com estas chuvadas voltou a inundar o quarto de água! Felizmente!

Mas enfim, espero que arranjes um técnico mais competente do que este era! ;)

Coitada Graça, tantos dias sem luz é um grande transtorno!

Abraço para ambas!

Flor de Jasmim disse...

Ui Rosa eu andei com baldes no fim de semana mas foi a aproveitar água do telhado pelo menos para a casa de banho, estive dois dias sem água, sem luz, sem qualquer comunicação e ainda levei com uma arvore em cima da nossa cabana como se pode ver no meu blog, tive retida com estradas cortadas sem saber nada das minhas filhotas e netos apenas a 13 km.
sei que não resolve,mas deixoo meu abraço solidário.

beijinho e uma flor

luisa disse...

Foi mesmo mau... e então para as pessoas que estão há tantos dias sem energia elétrica deve ser muito transtorno.

redonda disse...

Esta tempestade foi mesmo muito má.
Boa sorte para a descoberta da infiltração (na casa dos meus pais, já tivemos algumas)
um beijinho
Gábi

mlu disse...

Eu só estive 21 horas sem luz e já estava capaz de subir pelas paredes! Tantos dias, nem sei como reagiria: tinha de fazer como os outros e arranjar calma!


Um abraço

Nina disse...

Espero que tenha melhorado, que isso de pingas e pinguinhas em casa é bem desagradável e as gatas precisam de sol!:))

Aquele abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Saber a origem das águas infiltradas, às vezes é pior do que descobrir o pecado original. Boa sorte!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Situação chata, amiga. Espero que resolva logo. Beijos.

Rosa dos Ventos disse...

O mau tempo veio para ficar e o "mistério" da garagem inundada também!
Agradeço as palavras solidárias!
Isto não é nada comparado com o que aconteceu à Flor de Jasmim e o que está a acontecer à Graça!
Se continua calada é porque continua sem luz!

Abraço

ematejoca disse...

É como diz o Carlos: "saber a origem das águas infiltradas, às vezes é pior do que descobrir o pecado original"

O ano passado, a garagem (uma cave enorme) da minha casa aí, ficou de tal maneira inundada, que tudo que lá se encontrava ficou destruído, até a máquina de lavar, que se encontrava num sítio mais alto.
Vim saber a origem e quis (ainda quero) matar o engenheiro que me vendeu a casa.

Abraço para ti e para a Graça e não percam a coragem.

PS: Respondi no "ematejoca azul" ao teu comentário.

Lídia Borges disse...

Este janeiro veio cheio de tempestuosas intenções.
Espero que tudo volte à normalidade, o mais depressa possível.

Um beijo

É Tormes, sim! - Fundação Eça de Queiroz, onde estive numa conferência. :)

luna luna disse...

tem sido complicado para muitas pessoas já estive sem luz, sem agua, agora esta tudo mais tranquilo, nada podemos contra os elementos da natureza
bjs

heretico disse...

pois é - as infiltrações são mais detestáveis que os "penetras" rss

beijo

Lilá(s) disse...

Está bera este senhor Janeiro, já não bastam as noticias permanentes deste des-governo em que andamos...
Bjs

Catarina disse...

Infiltrações de água que podem causar grandes prejuizos.

Rosa dos Ventos disse...

Aleluia!
A Graça já tem luz!
Aguardem-na!
Deve chegar furiosa e com razão!

Justine disse...

Aqui pela aldeia foi o telhado da garagem que caiu em cima do carro do S.! Claro, tejadinho estourado, vidro partido, e seguro a dizer que não estão cobertos danos provocados por causas naturais...
a electricidade hoje ainda não estava estabilizada!

Rosa dos Ventos disse...

Que coisa desagradável, Justine!
As seguradoras nunca estão presentes nestas circunstâncias...:(

Abraço

Duarte disse...

Quando a natureza se manifesta faz das suas.
A agua tem a tendência de buscar u seu cause natural, procura por aí. Pode ser na junta do telhado. Espero que se solucione...
Abraços