sábado, agosto 11, 2007

Em Penha Garcia

O gato à sua janela vai dormindo e ronronando...

.
Descendo, vagaroso e seguro...
.


Rua com vasos floridos


7 comentários:

Maria P. disse...

E as viagens continuam, sempre com bons momentos.


Beijinho e bom fim-de-semana*

Maria disse...

Tu viajas, eu vejo as fotografias, tá bem?
Lindas.....

Bom fim-de-semana
Beijos

justine disse...

Bela, a foto da janela com o gato(ou gata). É tão português,um gato a dormir no parapeito de uma janela, transmite serenidade

Bartolomeu disse...

Rosa, subiste à mais alta torre do castelo da penha de garcia?
visitaste as cazinhas no vale jurássico? aquelas que têm dentro a breve memória de um povo, as mesas, os bancos, as mós, os pratos, uma delas é um museu de fósseis? sentaste-te à sombra da parreira e sentiste-te invadir pelos ares e sons de outros tempos?
Subiste a monsanto? á noite, passaste por entre os penedos, aqueles que ha um século faziam os petizes e não só escancarar de medo e curiosidade os olhitos, quande escutavam histórias de lobishomens que por lá passaram?
imagino que sim, éeste o encanto daquelas paragens, quando nos penduramos naqueles penhascos olhamos o mundo de cima, sentindo-nos deuses por breves momentos.

Rosa dos Ventos disse...

Não consegui fazer tudo o que dizes, devido ao calor, cansaço e à falta de tempo; mas aonde não fui perto, avistei de longe, ouvi e li as informações dadas no posto de turismo.
Claro que segui para Monsanto.
Me aguarda, Bartolomeu!

redonda disse...

Gosto das tuas fotografias.

Ida disse...

Se a intenção era matar de inveja, conseguiste! E eu aqui a me distrair com livros... buáaa!

Há tanto tempo que não piso essas terras no verão! Tuas fotos ajudam a atenuar a ausência, sem dúvida, mas aumentam a saudade. Tens um feeling especial para fotos de felinos, sim senhora.

Beijos