terça-feira, abril 12, 2011

Pelo Planalto de S. Mamede

O Planalto de S. Mamede insere-se no Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros. A informação fica para os meus visitantes que vivem longe e ou desconhecem este Parque.


Um lauto almoço foi-nos oferecido neste local, por um amigo proprietário do moinho localizado à esquerda.

 Para fazermos convenientemente a digestão, embrenhámo-nos neste carreiro à descoberta das maravilhas da serra.
O mato exalava um odor cheio de misturas...


Campainhas já bem abertas...


 Madressilva, pezinhos de Nossa Senhora ou chucha-méis...que em criança eu chupava, deliciada...


Tojo "maninho" por não picar...

E finalmente um merecido descanso à sombra desta azinheira!

Nota: Por aselhice minha apaguei duas imagens que mostravam bem a variedade da fauna e da flora deste Planalto - a de uma sardanisca, de um caracol e de alecrim aos molhos!

22 comentários:

Eva Gonçalves disse...

Lindo passeio. Sorte do seu amigo ter um moinho num local tão aprasível! :) Bonitas fotos... fiquei com vontade de lá ir e descansar à sombra dessa azinheira... :)

Manuela disse...

Querida Rosa, que belo passeio campestre e muito bem retratado :)
Beijinhos

flor de jasmim disse...

Rosa
Conheço a Serra mas faz tempo que não vou lá, sabes eu quando garota também chupava daquelas coisas e os toijos que não picam eram apanhados para aquecer o forno para cozer a broa, também serviam para chamuscar o pelo dos porcos na matança. Belo post adorei.
Beijinho

oops!!! disse...

Colorido, o que nos mostras e nos (d)escreves.

Em ambos, uma só e única constante: O Amor pela natureza!

;)

Nina disse...

Que lindas imagens!

Falta muito para eu poder viajar como tu, Rosinha?:)
bji

Rogério Pereira disse...

Também passeei
Com odores
Flores
e sobras do caminho
faltou-me
o almoçinho

:))

Maria Paz disse...

Que bonito! Fez-me bem ver estas imagens porque hoje só andei pela cidade.

carol disse...

Belo passeio e belas fotos. E ainda bem que não te puseste a perguntar onde era e onde ficava e sei lá o que mais...

Campista selvagem disse...

Pois é...
Agora quero ver as restantes fotos, não queria mostrar não falava...
( não sei a localização esata, no entanto fica na minha mala de opções, para um dia destes, agora com o tempo estável ninguem me segura.)

luisa disse...

Bonito passeio... fiquei com vontade de conhecer! :)

JPD disse...

Belíssima reportagem de um roteiro fantástico.
Bjs

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Em tempos também tive um moinho. Como já não o tenho, fico-me pelos passeios. Este fim de semana andei por aí muito perto.

mlu disse...

Bonito passeio fiz também eu, através destas imagens! Mesmo sem o almoço e os perfumes campestres, valeu a pena vir aqui bisbilhotar!
Aprendi 2 nomes de ervas que nunca tinha ouvido: pezinhos de Nossa Senhora e chucha-méis. Muito engraçados!

Bons passeios!

hfm disse...

Belas fotos deste Portugal imperdível!

Anónimo disse...

Belas fotos que ilustram o magnífico passeio e fazem crescer água na boca ,considerando também o lauto almoço...
Quanto à madressilva ou chucha-mel,também por mim passou e experiência de chupar o néctar doce das flores,coisas que alimentavam o gosto de viver,sem eu desse conta.
Falando da azinheira,deste-me a ideia de trensplantar uma para o quintal para eu ficar sentada à sua sombra,com certas certezas de que será por muiiiito tempo sem que nada de agradável aconteça a não ser a sombra da azinheira.Abraço Kinkas

Observador disse...

Que passeio maravilhoso!

Isa GT disse...

Lindo parque e, realmente, não conhecia.

E tive sorte em ver as fotos, o meu computador deve estar quase a apagar-se :)

Bjos

Anónimo disse...

Como estou saudosa de calcorrear esses caminhos sempre tão perto de nós! Aqui nestas terras para vermos o “campo” temos que no mínimo andar 100 km para encontrar um sitio que seja verdadeiramente “wild”! Mas está quase, quase…
Dalma

Lilá(s) disse...

os encantos da natureza bem visivéis!
Bjs

Catarina disse...

Onde tenho eu andado que já perdi três dos teus posts?! Inadmissível!
Este é um passeio que eu gostaria de ter feito. Lindo, lindo! As imagens são tão perfeitos que consigo imaginar entrar por elas adentro. Abraço.

Justine disse...

Tão bela e inesgotável que é a "nossa" serra, Rosa!
Obrigada pela reportagem:))

Duarte disse...

Bonitas e boas fotografias.
Gostei
Cuida da luz e da sensibilidade do filme.

Abraços