quinta-feira, abril 28, 2011

Enleios meus, não alheios...

As rosas de Santa Teresinha enlearam-se na nespereira.



O jasmim enleou-se na roseira.


A clematite enleou-se  num ferro.


A roseira enleou-se no pessegueiro e a abelha enrolou-se na rosa.


A parreira enleou-se na cerejeira.


A Nina não se enleou mas é um enlevo!


E eu?
Eu ouço, muito ao longe, uma cantiga de roda da minha infância e que cantávamos vezes sem conta no recreio da escola.


"Ó enleio
que te enleaste
ao mais alto"acipreste"
eu queria casar contigo,
tu enleio,
tu não quiseste!"

28 comentários:

Rui da Bica disse...

Muito interessante e bem "observado" este post, Rosa !
Perfeito !
A tua gata Nina, esqueceste-te, enleia-se na dona ! :)))
.

Manuela disse...

Querida Rosa, e que belos enleios, tens pelo teu jardim. Deixaste-me com um sorriso! O que eu gosto de enleios :)

Maria Paz disse...

As plantas gostam de se misturar. Elas lá sabem porquê. As pessoas também podiam fazer o mesmo, unirem-se, aproveitando as capacidades umas das outras, mas isso é um sonho antigo.

Lilá(s) disse...

Fiquei maravilhda com tanto enleio! adoro a Nina...
Bjs

Isa GT disse...

A Nina tem ar de ajuizada... quanto ao resto, mais do que enleio, deve ser como anda tudo neste país... tudo enrolado ;)

Bjos

Rui Pascoal disse...

A Nina estava mesmo a fazer-se à fotografia.
Lindas fotos, todas.

carol disse...

Que grande cofusão que vai nesse jardim! Uns a enlearem-se nos outros sem respeito nenhum! Só a Nina não se mitura. Ou não fosse um gato! Ou melhor, uma gata! E vaidosa,claro! Ou não fosse fêmea...

(A minha/nossa Ritinha está muito doentinha. Já me fartei de chorar hoje.)

Rosa dos Ventos disse...

O que é que ela tem?
Sabes que a mãe dela anda a dar graves sinais de velhice?
Anda a fazer xixi por todo o lado, ela que era uma gata limpíssima, tal como as outras!
Não sei o que faça...
Já tem zonas da casa interditas e anda muito em baixo por causa disso!
Vai uma grande confusão por aqui, é verdade!

Abraço

flor de jasmim disse...

Rosa Querida
Que enleios mais maravilhosos que encontrei aqui, a Nina é igual á minha Manchinha, espero que a mãe dela fique boa. Rosa eu também cantava quando miúda nas nossas brincadeiras essa canção "ó enleio que te enleaste". Obrigado amiga por me fazeres recordar algo que já estava arrumado na prateleira.
Beijinho

luisa disse...

É só plantinhas amigas nesse jardim...juntinhas, juntinhas, enleadinhas :)

Catarina disse...

Li algures, em qualquer lado, que “…levo dias para postar uma coisa minima e sem interesse.”!
Rosinha dos Ventos, tu, a escreveres uma coisa sem interesse?! Nunca. Olha só para este post que acho um mimo; só uma sensibilidade como a tua iria descortinar tantos enleios e ainda por cima com fotos de profissional! : )
Mas deixa-me dizer-te: esses enleios tão bem enleadinhos indicam que as coisas da natureza ainda se entendem! : )

Rogério Pereira disse...

Entro
Entrada vitual
Jardim?
Quintal?
Lanço um olhar
Distraido
ao felino
Ele responde-me por igual
Subo a uma árvore
Sem a identificar
E daquele ramo
um dos mais robustos
Avisto
Flores com flores
Frutos com frutos
Arbustos com arbustos
Em tão colorida confusão
Que regresso a recordá-la
Trauteando
a tão conhecida canção

Paloma disse...

Muito bonita e interessante esta postagem. A natureza nos presenteia com esses ¨enleios¨surpreendentes e admiráveis.

Luis Eme disse...

bonitos os teus enleios...

abraço Rosa

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

A Nina dá um ar ainda mais ternurento a esta sagração da Primavera que nos relata em belas imagens

Campista selvagem disse...

Pois é até nas plantas a natureza evita os sulitários, podem ser de espécies diferentes, mas é sempre melhor que estar só.

Anónimo disse...

Um jardim onde as plantas se abraçam à sua bela vontade para misturarem cores e perfumes sem que os "proprietários" do sítio as domestiquem,alinhem e s obriguem a alterarem o seu percurso, é a mais linda prova de que nesse jardim,manda quem nele vive. Como índice complementar,temos a Nina sentada onde quer,porque quer e até querer,como felina que se preza.Assim fôramos nós!Kinkas

Bartolomeu disse...

E os nossos sentidos, enleiam-se nas tuas fotos, Rosinha!

Duarte disse...

Que bem recitas o verbo enlear!...
E que bonito está tudo assim enleado.
Coisas da Primavera e do bom gosto.
:)))
Abraços

Tite disse...

É tão bom ver a boa relação da Natureza. Quem dera que outros seres se entendessem tão bem assim.

Quanto à Dona Nina, diga-se que tem uma pose de rainha.

Beijosssss

Anónimo disse...

RV, parece que consegui dar volta à situação, não posso usar o meu gmail nos comentários ao seu blog, paciência, também só o comecei a usar desde que o espreito. Assim, volto à condição de ANÓNIMA que até nem me desagrada...
Dalma
p.s. parece que alguém se anda a divertir com isto...

mlu disse...

Se nos abraçássemos assim uns aos outros, outra Nina nos cantaria! Ups! Miaria, o que vem a dar no mesmo!
Excelentes fotos! Também são macros? Não percebo nada de fotografia e suas técnicas.

Um abraço.

oops!!! disse...

Não adianta enlerdar.

Post enleitado...

;)

AC disse...

Rosa,
Enleios teus, e que belos enleios!

Beijo :)

Janaina Cruz disse...

E eu, mesmo de longe, senti o cheiro das flores e o rosnar do felino e encantei-me...

Sigo o blog!

Espaço do João disse...

É o que faz ter um jardim. Há enleios por tudo que é canto.
às vezes estou tão enleado com ele que até me esqueço das refeições.
Mas, vale a pena enlear-se com elas ( as flores ).

Há.dias.assim disse...

A natureza pode ser um enleio, mas é sempre bela.

Humana disse...

mas que linda "tartaruguinha"!
gostei muito dos teus enleios.