domingo, abril 24, 2011

Não deixemos morrer a Esperança!

32 comentários:

Maria disse...

Temos que ir à Luta!!!

Abraço.

oops!!! disse...

O melhor, ainda é ir a pé a Fátima.

Promessas dessas já são muito raras...

;)

folha seca disse...

Cara Rosa dos Ventos
Olhar par um molho de cravos Vermelhos com a legenda de "não deixemos morrer a esperança" Vale mais do que um grande post.
Isso minha cara. A esperança move montanhas. "Eu vi este povo a lutar".
Abraço solidário e Viva o 25 de Abril e a esperança que nos trouxe.
Rodrigo

carol disse...

"Jamé"!!!

25 de Abril SEMPRE!!! Só quem não viveu no "antes" pode pretender voltar ao 24.

Beijos revolucionários!

Parole disse...

Jamais!

Um lindo dia à você e sua família.

bjs

Rui da Bica disse...

Perder a esperança, nunca ! Aceitar um precalço e um adiamento é um facto !
Acho que não vamos lá com lutas ou crenças, mas sim com trabalho eficaz e honesto da parte de todos!
.

Justine disse...

Os cravos continuam frescos! E a esperança viva!

Espaço do João disse...

Eu não sou fruta que se cheire.
No entanto como ainda tenho no corpo as marcas dos verdugos, fico triste em saber e ver que quanto mais se trabalha(alguns) menos temos. Quem me conhece sabe avaliar o que digo. Não sou extremista, mas também não sou saudosista. Temos trabalho pela frente, temos terrenos ao abandono, temos serras queimadas, temos engºS no desemprego, temos quadros técnicos capazes, só nos falta arregaçar as mangas. Porque raio, havemos de ter técnicos (novos )para a reforma ( velhos ) para o trabalho e, quando há paragens nas grandes unidades fabris, estão lá os reformados que de lá sairam ou que já estão mesmo reformados e, não damos lugar aos que estão desempregados por falência das empresas? Será que um mecanico duma empresa de fiação não pode ser mecânico numa refinaria de petróleos ou numa celulose por exº?
A gula não só é pecado para os religiosos como também para os gananciosos. E...Mais não digo.

Feliz Páscoa.

Rogério Pereira disse...

Mais que um cravo
Queremos dois
Mais que dois
Queremos mil
Muitos, muitos mil
Para
Reflorescer
Abril
e correr com a escumalha
(alguém falou em gente que trabalha?)

Observador disse...

Há muito trabalho para fazer.

:)

Fê-blue bird disse...

Subscrevo e assino este seu título.
25 de ABRIL SEMPRE!

Bjos

Nina disse...

O que somos sem esperança e fé?
bji, Rosinha.

mlu disse...

«Não deixemos morrer a esperança»
Eis um apelo válido, actual e eficaz se conseguirmos fazer dele o nosso lema de vida em todos os dias.

25 de Abril, sempre!

Anónimo disse...

Quando falo ou me falam es Esperança,a primeira ideia é a da "Esperança da Pinga" da aldeia em que nasci que viveu toda a vida a enganar-se ou a consolar-se com os copos do tinto e assim morreu velha e bem conservada.
Pronto,em todo o caso: VIVA A ESPERANÇA!
Abraço Kinkas

Ricardo Santos disse...

A esperança é a última coisa a morrer, mas neste momento começamos a morrer muitos de nós, devido á falta de Moral que atingiu-nos porque temos estado a dormir.

Luis Eme disse...

é o mais dificil de agarrar, nestes dias.

mas sim, é preciso não baixar os braços.

abraço Rosa

Sonhadora disse...

Quem viveu o antes e o depois melhor sabe dar valor ao 25 de Abril.
Apesar de tudo hoje temos liberdade.Deixar morrer a esperança, isso nunca.

Engraçado: escolhemos os mesmos cravos.

Beijo

Dalma disse...

RV, aqui longe nem me teria lembrado de que é 25 de Abril, não tivesse eu ido espreitar o seu blog e me ter deparado com aquele lindo ramo de cravos e lindos em qualquer altura!
Dizer 25 de Abril SEMPRE já se tornou um pouco oco, palavras fora da boca e tal como a esmola que damos na rua logo nos esquecemos.
Li com atenção, como de costume, todos os comentários e realmente gostei muito do de Rui Bica e da reflexão do Espaço do João. Esses sim dizem-nos alguma coisa e implicitamente dão-nos esperança! Gostei da sua lucidez…
Um abraço para alguém que apenas virtualmente conheço mas de que já me habituei a gostar!

Alberto David disse...

25 Abril Sempre, Bem Hajas pelos teus Cravos.

"Dos soldados fiz poetas.
Deputados, vendedores,
Serralheiros, escriturários,
Bancários e professores"

Um abraço

Isa GT disse...

A minha esperança... é que haja outro... este perdeu-se algures... nas duas últimas décadas.

Bjos

Rui Pascoal disse...

Está nas nossas mãos!

maria mar disse...

Que este Abril seja o preludio de melhores dias. Que o espirito que o gerou esteja presente no trabalho a desenvolver por e neste País em todas as classes socio-profissionais, bem precisamos.

Anónimo disse...

.. ou "A esperança é a última a morrer"!

Fascismo, esse
NUNCA mais.
Bj da bettips

Lilá(s) disse...

Mãos á obra...
Bjs

São disse...

Viva Abril!

Saudações com perfume a cravos.

JPD disse...

VIVA O 25 DE ABRIL

Bjs

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Se deixarmos morrer a esperança, também morreremos nós.

Vieira Calado disse...

Também postei cravos.

Mas com um fumo negro...

Saudações minhas

Tite disse...

Não queremos que Abril morra e muito menos desejamos morrer com ele.

Saúde, Paz, Amor e... Trabalho SEMPRE!

Beijosssss

Anónimo disse...

RV, realmente é um post romântico, tal como a maior parte dos comentários...
Porém eu sou mais prática e vejo a situação de outra maneira, isto é o seu jardim/pomar precisa de um "corte à garçon"!
O meu deve estar pior sobretudo se o meu Sr. Romeu não se lembrou de deitar um pouco de herbicida no meu pomar! Mas não há nada que resista à limpeza de "esteios" com a uma tesoura de poda ou a uma pequena serra eléctrica na mão...
Um abraço de quem está "morrendo" por regressar ao campo.
Dalma

Anónimo disse...

Perdão " que resista à limpeza de "enleios"...

RV,já agora, tive imensa dificuldade em fazer seguir o comentário pois também me dizia igualmente me inglês de que não era possível enviar o comentário.
Dp de uma série de sugestões lá consegui mas apenas como anónima!
Dalma

Duarte disse...

Se matamos a esperança estamos acabados...

Abraços de vida