sexta-feira, agosto 06, 2010

Este querido mês de Agosto

Não sei se é do estado do tempo, se do estado da Nação, se do estado da minha saúde, ou tudo junto, o que sei dizer é que me encontro em mau estado!
As vertigens e as insónias voltaram, o coração anda a bater feito tonto, ora muito devagar ora depressa, o cansaço é enorme, enfim um rol de queixas ouvidas, atentamente, pela minha cardiologista, na terça-feira, no HSM, onde fui a uma consulta de rotina. A doutora afiançou-me que está tudo controlado e eu até acredito...
Mas por que razão me ando a sentir assim?
Talvez me apeteça um rio a correr ao fundo do quintal!


31 comentários:

Justine disse...

...ao fundo do quintal e dentro da alma, amiga!
(se te serve de consolo - se calhar não...-, não me sinto muito melhor)
Um beijo solidário:))

EMPRESÁRIA DE SUCESSO disse...

Olá amiga espero que se encontre melhor, não sei se isto que lhe vou transmitir se serve de consolo,mas aqui pelas minhas bandas também tenho encontrado pessoas com os mesmos sintomas e isto tudo porque o nosso Planeta está a mudar, muitos são os que sentem, mas nem todos se apercebem do porquê...
Peça a Deus auxilio para si e para todos os seres, estejam eles presentes, ou não...
Beijinhos de Luz e as melhoras, tenha fé por vezes uma oração resolve tudo...

Catarina disse...

Como talvez não lhe seja possível... durante algum tempo...ter esse rio no quintal, que tal um banho de imersão com sais minerais ou óleos essenciais e ouvir uma música relaxante, água de um rio a correr alegremente... Apenas uma sugestão! : )

H.B. disse...

Eu se calhar também não me sinto muito melhor , então ao fim da tarde é qd é pior . Nem me tem apetecido um finito !!!!

Duarte disse...

Vim à procura do fresco da minha terra e estou a ver que este verão não vai ser nada propicio para tais fins.

O que estava a perder!... Deixei o carregador do portátil em casa e só agora solucionei o problema... algumas tecnologias ainda andam um pouco atrasadas por aqui...

Gostei imenso de tudo aquilo que vi.

Querida amiga, sim, um rio de boas vibrações que o desgaste físico compense

Abraços de boa amizade

Isa GT disse...

Acho que ando a precisar do mesmo.
Muito deve contribuir esta angústia de vermos um país sem futuro, entregue à bicharada e, como toda a gente sabe, a parte psíquica tem muita influência na nossa parte física.
As melhoras e um beijinho grande de quem também não se anda a sentir grande coisa.

Anónimo disse...

A epidemia está a espalhar-se! Mais uma a queixar-se do mesmo, Amiga Rosa dos Ventos. Terça-feira estive mesmo muito mal, o que me valeu foi o tratamento médico personalizado de uma filha que "vale mesmo o peso em ouro". Também gostava de um rio só para mim, mas na varanda não cabe...Alegra-me pensar que o Fervença, que magrito não se deixa contemplar cá de cima, corre do lado de lá da rua. Porque não vem contemplá-lo? Fazia-lhe bem à alma e era um lindo lugar mistério para os seus posts. Mais saúde, um abraço,
Urze dos Montes

Rui da Bica disse...

A situação política, económica, social, a Justiça deste nosso país não podem fazer bem a ninguém, mas o calor é o principal responsável, Rosa !
Desde que o médico diz que está tudo controlado, não há problema !
O blog, uma boa leitura, um filminho agradável e umas sombras
frescas ajudarão :))
Bjs
.

map disse...

Confirmo que o psíquico afecta incrivelmente o físico. Depois, não podemos esquecer que há a DNA (esclareço, para quem desconhece o significado desta sigla, que é mesmo a). Mas este calor não ajuda nada... e a crise, e...e...e...
Nada de lamúrias! Tristezas não pagam dívidas; se pagassem, dava um jeitão ao governo e a todos nós

Anónimo disse...

Esse desejo do rio ter de ser pura coincidência,mas vê tu que anteontem quando me deitei bastante gasta mais da alma que do corpo,adormeci e dou por mim num local de repouso onde o correr de águas por perto me dava uma tranquilade tal que me levou a sonhar:olha trouxeram-me para repousar e é mesmo formidável!Que paz!Foi mesmo vivida uma sensação de felicidade real.Quando acordei vi-me no meu quarto e senti que a torneira da casa de banho ficara aberta(não houve inundação).Como vês esse desejo de rio a correr deve corresponder mesmo a uma necessidade vital,mas abre lá uma torneirita,recorre àquela força que tens e...prego a fundo.As maleitas vão ceder todas envergonhadas.Abração Kinkas

Anónimo disse...

Este mês de Agosto, este ano 2010, este calor, a crise, a política, a justiça etc etc , quem não fica abalada ? ! Só quem não pensa , não ouve, não vê.....
M.A.A.

JOÃO SENA disse...

... e na margem do rio,plantar uma roseira!
Depois, colher a rosa... mesmo que seja no vento!
Um forte abraço
js

Lídia Borges disse...

Sim, um rio no fundo do quintal, onde possamos afogar na corrente as coisas sem nome que nos perturbam a alma.

Um beijo

Pitanga Doce disse...

Pois eu estou muito bem graças a Deus. Se melhorar até estraga. hehehe. E digo mais, acho que tanto a Justine como a Rosa deviam mudar de ares. Que tal um clima assim mais para o serrano. Viseu por exemplo?? A Estrela logo ali e tal... hein, hein????

beijos pitangueiros e saudinha a todos. ehehe

Ó meninas andem lá que é o tempo das músicas pimbas e romarias! Atão?

Luis Eme disse...

quem não queria um rio desses no fim do quintal?

não te preocupes demasiado, pode ser que seja só este Agosto, quente e pegajoso...

abraço Rosa

Lilá(s) disse...

A solução também passa por aí, um rio calmo, o verde, a paz de espirito, o repouso, os calorões deixam qualquer um ko.
beijinhos

Maria disse...

Um rio a correr-te aos pés. Ou dentro do coração. Deixa-o sair pelos olhos, que alivia tanto...

Um abraço amigo.

mlu disse...

Até uma fontezinha a correr em circuito fechado para se ouvir sempre a "fala" da água dava jeito!
Rosinha, se o calor te fizer tão mal como a mim, tens muitas razões para te queixares, mas este Agosto infernal vai passar e hão-de vir dias mais fresquinhos. É uma esperança!

Boa semana, com muitas melhoras!
Um abraço.

L.O.L. disse...

Ouço muita gente a queixar-se do mesmo. Tenho a certeza que é efeito deste clima quente, abafado e húmido.
As melhoras.

sendyourlove disse...

... temos de nos agarrar com muito mais força às coisas boas, aos que amamos e nos amam para não darmos todos em doidos com este mundo...
... talvez ao mudarmos um pouco o nosso universo, consigamos mudar o mundo...

As melhoras...não há-de ser nada, abuse dos mimos que lhe dão...
...de todas as situações podemos obter coisas positivas é só querer!

Um abraço apertado e um beijo doce

Há.dias.assim disse...

Precisas mesmo é de descansar, contemplar e relaxar.
Depois um belo mergulho!
Tudo de bom!

Maria Paz disse...

Agradeço a visita que fez ao meu blog e respectivos comentários.

Tendo em conta que a temperatura ambiente tem rondado os 40º e o nosso corpo tem uma temperatura de 36º, o nosso organismo precisa fazer trabalho extra para manter a temperatura o que leva a sintomas semelhantes aos que descreve. Será?

Teresa disse...

E que tal uma imperial, no "Tim-Tim"?

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Só se for bem lá para a tarde, amiga, companheira, camarada! :-))

Rosa dos Ventos disse...

Não posso deixá-lo sair pelos olhos, Maria!
Tenho uma família que precisa muito da minha alegria, nem que seja apenas exterior!

Abraço para quem também percebe de rios de lágrimas

AC disse...

A canícula tem feito das suas, e isso reflecte-se na disposição das pessoas. Mas melhores dias virão.

Beijo

Alberto David disse...

Cara Rosa, como gosta de poesia, talvez o Mia Couto a ajude a atravessar essa fase, que julgo atravessar a maioria de nós.

Fundo do mar

Quero ver
o fundo do mar
esse lugar
de onde se desprendem as ondas
e se arrancam
os olhos aos corais
e onde a morte beija
o lívido rosto dos afogados

Quero ver
esse lugar
onde se não vê
para que
sem disfarce
a minha luz se revele
e nesse mundo
descubra a que mundo pertenço

Um abraço

Tite disse...

Vês amiga, como são as coisas. Tu ficas incomodada com o excesso de calor e eu, lagartixa de sangue frio (acho que o tratamento hormonal feito após a menopausa me baixou a temperatura do corpo substancialmente) ando nas nuvens com este calorzinho apaziguador do frio que se instalou dentro de mim durante mais um longo Inverno da nossa já longa vida.

Além da alegria de ter as netas comigo com um calor bem afrikano que lhes proporciona uns banhos mais semelhantes ao clima que têm ao longo do ano, não lhes dá razão de queixa quando visitam os Avós.

Como vês estou ns minhas sete quintas.

Anima-te que o período de calor não é tão longo como os Invernos que temos que enfrentar dentro em breve.

Sempre que percebas uma arritmia cardíaca tosse para voltar tudo à normalidade. Experimenta e vê se notas resultados, tá?

Abraços e desejo-te as melhoras

Tite disse...

Vês amiga, como são as coisas. Tu ficas incomodada com o excesso de calor e eu, lagartixa de sangue frio (acho que o tratamento hormonal feito após a menopausa me baixou a temperatura do corpo substancialmente) ando nas nuvens com este calorzinho apaziguador do frio que se instalou dentro de mim durante mais um longo Inverno da nossa já longa vida.

Além da alegria de ter as netas comigo com um calor bem afrikano que lhes proporciona uns banhos mais semelhantes ao clima que têm ao longo do ano, não lhes dá razão de queixa quando visitam os Avós.

Como vês estou ns minhas sete quintas.

Anima-te que o período de calor não é tão longo como os Invernos que temos que enfrentar dentro em breve.

Sempre que percebas uma arritmia cardíaca tosse para voltar tudo à normalidade. Experimenta e vê se notas resultados, tá?

Abraços e desejo-te as melhoras

Rosa dos Ventos disse...

Cara Tite
Agradeço a dica que já conhecia e que já me ajudou...

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Caro Alberto David
Tenho mesmo que comprar um livro de poesia de Mia Couto!
Já não é a 1ª vez que recebo da tua parte um poema dele!
Obrigada