domingo, setembro 23, 2007

Tempestade...


Fugir para onde quando a tempestade se avizinha?

.

27 comentários:

Maria disse...

Ficar, apenas.
A vê-la.....

Um abraço

maria carvalhosa disse...

Não vale a pena fugir... a tempestade, como todas as demonstrações de força da natureza, pode conter uma beleza muito particular e fazer despoletar emoções, sensações, sentimentos, por vezes quase esquecidos.

Um beijo.

Justine disse...

Enfrentá-la será talvez o melhor, e se possível tirar algum proveito/ensinamento da sua passagem

Chahy disse...

para lado nenhum. ficar. e esperar que passe.

pin gente disse...

não fugir
fazer-lhe frente
em breve se dissipará
deixará revolta
revolução
e uma nova vida...

TsiWari disse...

E que tal enfrentá-la? ;)**

Luisa Oliveira disse...

Cama. Nada melhor do que uma cama quentinha. Ou o colo de alguém querido. :)

(hum, o doce está uma maravilha! Obrigado!)

Eyes wide open disse...

Se for uma tempestade como a da imagem, subscrevo o que diz a Luisa. Caso seja de outras... há que respirar fundo para espantar algumas das nuvens e avançar sobre ela. :)

Bj.

Fernanda e Poemas disse...

Rosa, tenho medo de tempestades ainda hoje.
Quando era criança, elas eram frequentes nos Açores e ainda hoje não sei onde enfiar a cabeça quando começa a truvejar.
Boa semana.

Beijinhos com sabor a mar.

Fernandinha

Minderico disse...

Depende da tempestade!

Por vezes devemos enfrentá-las :-)

Oureana disse...

Antigamente rezava-se à Santa Bárbara, acendiam se velas e esperavamos que a tempestade passasse.Bjs e boa semana

AnaG. disse...

Enfrenta-a, não vale a pena fugir...

Boa semana

Beijitos

Luis Eme disse...

Tantas opiniões e conselhos...

Eu ia pela Maria, Rosa. É sempre um espectáculo bonito de observar, numa janela larga...

LB disse...

Fugir??? Nah, apreciá-la em todo o seu magnifico esplendor (bem protegidos, claro!) :)

Beijinho

apple disse...

Não há fuga possível, pois não?
De nada...

Berta Helena disse...

Eu ficaria a observá-la, num cantinho abrigado, confortável.

Vim aqui parar navegando de blog em blog. Peço desculpa pela intromissão, mas não resisti a dizer-lhe isto: gosto muito da sua Rosa dos Ventos.

Su disse...

não se diz a ninguem ...mas apesar de não fugir..tenho medo

jocas maradas

Rui Caetano disse...

Eu gosto do cenário de uma tempestade. Aconchegado na minha caminha deliro com uma boa temprestade lá fora, cheiinha de trovões, vento e muita chuva.

estrelanomar disse...

Olá

Também como estrela do mar, venho dizer-te que gosto muito de visitar a tua casa e de ver e ler o que escreves

Beijos estrelados

Esplanando disse...

Não fugir... esperar que passe.

gotico disse...

Já fui muito feliz a ver uma tempestade como esta.
Nada como sentir o calor de outro corpo. Pode estar tudo a ruir, mas aquele calor é tudo.

joao disse...

Ola :) estava a fazer uma pesquisa sobre o polje de minde e fui dar ao teu blog. gostei mto do que vi :) se quiseres passa também pelo meu. eu gostaria mto que pelo menos lá deixasses um comentario.

bj

AnaG. disse...

"Sacode as nuvens que te poisam nos cabelos,
Sacode as aves que te levam o olhar,
Sacode os sonhos mais pesados que as pedras."
(Sophia de M. Breyner Andresen)

Beijitos

NOBITA disse...

Amiga, se não tens para onde fugir, o melhor é enfrentá-la.
No fim tudo se resolve. E como se costuma dizer "depois da tempestade vem a bonança", pode ser que até seja melhor. Por vezes aprendemos e crescemos com a tempestade.
Beijos

Manuel disse...

Parabéns por mais um milagre de Fátima. Assim o FCP tem melhores condições para vencer a Superliga e a Taça dos Campeões.

directriz disse...

fugir? só para a tempestade!

directriz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.