sexta-feira, setembro 28, 2007

Ausência...

Fui oferecer-te flores logo de manhã!
De resto, vou seguir os bons conselhos sobre a tremenda tempestade que é a tua ausência num dia que deveria ser de festa...

11 comentários:

Luis Eme disse...

Depois de ter comentado, fiquei a pensar que a "tempestade" que se aproximava de ti, podia ser menos passageira, Rosa...

E agora fiquei sem dúvidas.

E também sem palavras...

Abraço forte

pin gente disse...

quem dá bons conselhos sobre tremendas tempestades?
seguramente quem nunca passou por elas...
beijo

AnaG. disse...

Beijinho grande e abracinho muito apertado....

NOBITA disse...

Não sei o tamanho da tua tempestade, mas pelo que li hoje é daquelas que não existe bonança.
Contudo deixo-te aqui um abraço grande de forma a colmatar a tempestade, e coragem.
Beijos doces

Eyes wide open disse...

Um beijinho mesmo muito grande...

Berta Helena disse...

Como lamento essa tremenda tempestade que agora entendi!

Um abraço.

Maria P. disse...

Beijinho.

estrelanomar disse...

Olá
Venho fazer uma visita e desejar um bom fim de semana!

Beijos estrelados

Kincas disse...

Um Abraço muito apertado que deixe que os nossos corações possam sentir os batimentos um do outro.

Luisa Oliveira disse...

Um grande, grande beijinho.

Maria disse...

Há dias assim, Rosa.
Este dia para mim não é, não pode ser nunca, de festa...

Beijinho