sexta-feira, dezembro 31, 2010

120


Este é um post  apenas para chegar aos 120 neste 2010 que agora termina.
Aproveito para lembrar que, com este mau tempo, não convém sequer chegar aos 120 nas auto-estradas.
Ontem, razões pouco agradáveis obrigaram-me a andar na A1 debaixo de uma chuva torrencial, quase sem visibilidade. Pois não imaginam a quantidade de carros que me ultrapassou a uma  velocidade louca!
Já deixei os meus votos de boas entradas no post anterior e agora reforço esse desejo!
Se se deslocarem de carro sejam muito prudentes!

20 comentários:

Catarina disse...

Há sempre loucos nas estradas! Difícil compreender tal falta de responsabilidade. Espero que tudo esteja bem contigo e com os teus. Abraço.

Observador disse...

A partir da hora de almoço nem sequer vou pegar no carro, apesar das condições atmosféricas não serem as piores.

Bom ano.

Rui Fernandes disse...

Pelo contrário, desejo-te que chegues aos 120 e que os ultrapasses cheia de saúde e lucidez. Quanto aos anos novos e velhos, eu acho isso uma chachada mas isso fica aqui entre nós. Beijinhos.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Concordo com você,Rosa. As pessoas em vez de irem pra divertir e descansar, parecem que querem ir pra morte. Desejo tudo de bom pra você.FELIZ ANO NOVO!

Maria disse...

Um abraço, Rosa.

Justine disse...

Mesmo que não queiramos, a gente lá vai reduzindo a velocidade! Apanágio das vetustas idades...
Um abraço apertado e muito amigo!

mlu disse...

E eu desejo-lhe a "velocidade" necessária para ultrapassar problemas e contrariedades no ano que vai começar daqui a pouco e ficar só com as coisas boas!
Um bom ano de 2011!

Um abraço!

carol disse...

Por isso é que eu fico aqui na Estação, muito quietinha e... nem pego no carro...
Beijinhos...

tsiwari disse...

Um 2011 Bem Bom!

:)*

Pitanga Doce disse...

Pois eu vou pegar uma carona com o mais velho. O rapaz levou o meu carro para a casa de praia "do amore". hehe Mas como o "oitavo andar" é perto e bom caminho, mais uma vez FELIZ ANO NOVO!

Rui da Bica disse...

E o pior é que não se limitam à alta velocidade. Muitos deles fazem autênticas gincanas, a ultrapassar passando à nossa frente para a faixa oposta e logo fazendo o inverso mais adiante, sempre de um lado para o outro, aproveitando cada nesga de espaço em estradas congestionadas !
Autênticos loucos suicidas e criminosos !
.

Rosa dos Ventos disse...

Rui, é caso para dizer:
Com loucos na estrada, atenção redobrada!

Abraço

JPD disse...

Agradeço e retribuo as felicitações.
Bjs

Lilá(s) disse...

A prudência é fundamental sem dúvida, e os condutores são muito irresponsavéis por vezes. Andar na estrada impõe respeito.
Beijinhos

Anónimo disse...

Bom Ano! Até me assustei com o sinal do post ,caíu-me o coração aos pés, pensei que era proibição de ultrapassar os 120 milhões de € de rendimento per capite,anualmente...Bolas,como é que eu poderia sobreviver?
Afinal,trata-se de velocidade motora.Bom,lá me fui recompor com uma pinguita de água das pedras porque estou a antibiótico para me recompor de uma gripe das modernas. .Kinkas

Rosa dos Ventos disse...

O quê?
Também foste atacada pela gripe B?
Podias ter dito alguma coisa que eu ia aí fazer-te um chá! :-))
Por aqui não foi gripe, foi uma cólica renal que levou o F.até ao hospital no dia 30.
Mas já está capaz doutra, agora eu estou a ver que não abro o conta-quilómetros em 2011!
Continuo em "ponto morto"! :-))"

Abraço, Kinkas

Isa GT disse...

Um conselho que continua bom... para 2011.
Eu também não compreendo a irresponsabilidade de andarem exactamente da mesma maneira de Verão ou de Inverno...
Se calhar... compraram a carta de condução ;)

Bjos

via disse...

o síndroma de mostrar que somos bons, não sei porquê foca-se nas estradas. Bom ano!

Maria P. disse...

Feliz 2011!
Apesar de tudo...

Beijinho*

Espaço do João disse...

Nunca cheguei a compreender.
Quando é proibido circulat nas auto-estradas a velocidade superior a 120Kmh porquê os automóveis entram em Portugal podendendo ultrapassar essa velocidade. Podiamos estrangular e selar esses aceleradores com selos invioláveis.

Agradecendo o comentáriuo em meu espaço.
As andorinhas desde que não morram quando fazem o estágio de emigração, voltam sempre à casa onde nasceram e, procriaram. É necessários que nós as acolhamos, pois são grandes predadoras de insectos em voo.