sexta-feira, novembro 05, 2010

À minha Mãe que faria hoje anos...

De há uns tempos para cá, quando me olho ao espelho, não me vejo a mim...vejo-te a ti, minha Mãe!
Se sorrio, tu sorris...
Se não consigo conter as lágrimas, tu choras...
Pois vou deixar de olhar para o espelho quando estiver triste!
É que não te quero ver chorar, minha Mãe!

30 comentários:

JOÃO SENA disse...

PARABÉNS!
Do melhor e mais belo que tenho lido!
Pelo sentimento profundo, que até arrepia, um abraço sem palavras.
js

Rui da Bica disse...

Minha querida amiga: ao ler isto, fico sem palavras !...
Só posso dizer, LINDO !!!
... e que és linda !
Beijo com muita ternura.
.

Pitanga Doce disse...

Beijos, Rosa, com carinho.

Barbara disse...

A Vida sempre responde a quem sente esse amor, essa gratidão pela mãe.
Fico contigo.

redonda disse...

Não conseguiria dizer tanto, assim, de uma forma tão bonita.
Por isso vou só deixar um beijinho

Manuela disse...

Rosa, um abraço.

carol disse...

Muito bonito!
Vá, mas agora: "Up, up and away!" que é como quem diz: "para cima!"
Beijinhos

trepadeira disse...

Quero deixar o silêncio a respeitar tão profundo sentimento.
Um abraço,
mário

Isa GT disse...

Já tinha passado por aqui... não deixei palavras... só deu para sentir... as saudades.

Bjos

goiaba disse...

Obrigada pela partilha e pela homenagem. Fiquei triste ... também estou cada vez mais parecida com a minha mãe e já não lho posso dizer.
Abraço

Justine disse...

Que belo, Rosa!Exprimes de um modo muito poético aquilo que eu sinto tantas vezes...

AC disse...

Rosa,
De tanto que me tocou, deixou-me sem palavras.

Beijo :)

Catarina disse...

Que bonito, Rosa! Um forte abraço da sua nova amiga.

Luis Eme disse...

bonito, poético e simples...

e vai sorrir ao espelho.

abraço Rosa

Alberto David disse...

Lindo cara Rosa.

Mãe

Mãe é um ser especial
Que existe em nossas vidas
Mãe consegue ser sempre legal
E precisa ser amada sem medidas
Mãe consegue ser sempre amiga
E sua amizade não tem limites
Mãe está acima do bem e do mal
Mãe é mais que especial

Mãe é uma espécie de heroína
Que ajuda quando necessita
E ensina quando precisa
Mãe é sempre mãe.


de Aline Monteiro

Um abraço grande para os dias tristes, mas olha que ela não gostaria de te ver a chorar.

Maria P. disse...

Como estas palavras me tocam...

Beijinho*

rouxinol de Bernardim disse...

É isso mesmo, a lembrança também motiva e dá alento no quotidiano...

Tite disse...

Querida amiga,

Acho uma grande decisão.
Claro que ninguém de bom gosto se compraz a ver sua Mãe chorar.
Esse é o motivo que me leva vezes sem conta a entrar em conflito com a minha Mamãezoca. Recorda e volta a recordar coisas que a fazem chorar de tristeza ou de alegria e depois... admira-se quando lhe peço para parar de olhar para trás. É que é-lhe difícil entender as minhas razões.

Está aqui tudo no teu post.

NÃO GOSTO DE A VER CHORAR PONTO FINAL

Há.dias.assim disse...

Eis uma forma tão bonita de relembrares a tua mãe...

Multiolhares disse...

um sublime momento poético
beijinhos

Lilá(s) disse...

E eu acabei chorando...quase me acontece igual! a saudade bate forte.
Um beijo grande

via disse...

com o tempo vamos ficando parecidos com os nossos pais o que é uma revelação, poi sempre pensei que eu e a minha mãe éramos muito diferentes. A minha homenagem à tua mãe.Bjo

Humana disse...

prova de um afecto que o tempo e a ausência não fragilizam. texto belo e aparentemente tão simples!mas sente-se o doer fundo da saudade nas lágrimas que talvez os olhos não deixem correr. e é assim, por vezes- para dentro - que um coração chora.

um grande abraço, rosa dos ventos

fj disse...

a vida é mesmo assim...
se tenho perdido a minha mãe por morte natural não sei qual seria o meu sentimento, mas a minha frieza perante o sucedido fez(faz)-me ter uma atitude diferente e ver a morte de outra forma.
Podemos antecipar a morte quando queremos.
Todos os dias ao deitar me recordo...e me questiono porque fez aquilo e qual era na realidade o seu problema de saude.
Resposta que nunca irei ter.
Abraço

mlu disse...

Eu acho que a Mãe da Rosa dos Ventos está tão contente com a filha que tem e que lhe sabe dizer quanto a ama de forma tão bonita!
A nossa Mãe vive enquanto nós vivermos, não é?

Um abraço!

Duarte disse...

Belo e emocionante.
Cada verso um sentir profundo: compreendo-o.

Afectuosamente, beijos

sendyourlove disse...

um abraço muito apertado

Teresa disse...

Lindo!

Grande abraço

map disse...

Dificilmente se diria tanto com tão poucas palavras.
Se existe "Além", ela lá estará contente por te veres espelhada nela.
Beijos

Dina (sem login mas a própria) disse...

Que lindo e que verdadeiro, porque comigo acontece exactamente o mesmo.
Dou comigo a reconhecer nos meus gestos e inclusive nas minhas expressões, os gestos e as expressões da minha mãe.
Bjs