segunda-feira, novembro 08, 2010

Aqui dentro...

Aqui dentro ouço o vento soprar e o espanta-espíritos que, pendurado nas traseiras, tilinta sem parar.
Espreitando por qualquer uma das janelas, vejo os ramos das árvores a agitarem-se num enorme desassossego e  as folhas que vão caindo e cobrindo o terraço com um tapete castanho-dourado. A chuva deixou gotas cristalinas nas folhas que ainda resistem.
Sou uma privilegiada!
Não preciso de sair e de sentir na pele este tempo desagradável.
Dele só capto o melhor - o som do vento, o tilintar do espanta-espíritos, o movimento das folhas que tombam e dos ramos que se agitam, o chão a mudar de cor e as gotas transparentes que, trémulas, não sabem se hão-de soltar-se em lágrimas ...

24 comentários:

Isa GT disse...

Está mesmo um tempo horroroso, hoje já estraguei dois chapéus de chuva, então... fui a uma loja chinesa e comprei uma boininha... se fica bem ou mal, nem me interessa porque pingos de água gelada na cabeça é que não gosto, mesmo, nada :))

Bjos

Rosa dos Ventos disse...

Por isso é que eu sou uma privilegiada, ainda não pus um pé na rua... :-))

AC disse...

Essa descrição é de um enorme aconchego para uma alma sensível. Que é o caso da Rosa.

Beijo :)

mlu disse...

A ler este texto, até o vento e a chuva parecem menos maus, já que contribuem para imagens tão bonitas! Eu gosto do Outono e do Inverno!

Boa semana.

Pitanga Doce disse...

Anda da lá rapariga de sorte. Põe já um bolo de chocolate no forno!

beijos com muito sol!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

esse seu texto parece uma continuação do meu poema anterior QUEM VAI PARAR A CHUVA EM MIM. A chuva aqui já parou e esta´ um sol indo. Beijos

carol disse...

Ai que a chuva anda a fazer-te mal!
Põe-te a andar de casa para fora mesmo andando à chuva!

Devo dizer: "Bissous" ou "Kisses"?...

Lilá(s) disse...

Privilegiada mesmo! apanhei uma molha, levei com a ventania,tiritei de frio...etc..etc...
Bjs

Duarte disse...

Beleza no olhar.
Sensibilidade no sentir.
Versos lançados ao ar
que não consigo repetir...

... mas gostei...

Noto-te reflexiva, querida amiga, será o outono?

Abraços outonais

Madrigal disse...

Uma prosa muito poética, enfim, um texto singelo e bonito.

Luis Eme disse...

está um dia estranho, o céu muda de cor quase de minuto a minuto, graças à velocidade do vento.

da janela é sempre um espectáculo daqueles.

abraço Rosa

redonda disse...

Dessa maneira o dia de Outono fica muito melhor :)

um beijinho

Maria disse...

Também não saí à rua hoje. Da janela vi o sol, as nuvens, a chuva, senti o vento e vi a rua atapetada de folhas castanhas e douradas. Das árvores do jardim aqui em frente...
Somos sortudas!

Um abraço.

Catarina disse...

Observar um dia assim tão desagradável no aconchego do lar é mesmo um privilégio, Rosa! Entre uma e outra espreitadela pela janela, alguma leitura interessante? : )
Abraço

avezinha disse...

Também eu me sinto uma privilegiada. Aqui no Porto a chuva cai e o vento sopra. Das minhas janelas da frente vejo o mar "enraivecido" e das trazeiras as folhas do parque a esvoaçar e a cair formando um tapete de cores castanho/douradas. É nestes dias que damos mais valor ao aconchego do lar.
Um abraço.

tsiwari disse...

A foto, que não 'puseste', disseste-a.

:)*

Rosa dos Ventos disse...

Um agradecimento a todos mas para a Pitanguinha vai um em especial! :-))

Querida Pitanga
A menina é terrível!
Primeiro é elegantérrima e depois manda uma sénior ir para a cozinha fazer um bolo de chocolate...
E depois quem o come?
Quer que eu fique ainda mais gorda?
Olhe que ainda não se acabaram cá em casa os bolinhos dos Santos! :-))

Rosa dos Ventos disse...

Para a Catarina que não tem blog

Continuo a tentar terminar "O Ano da Morte de Ricardo Reis" mas está um pouco difícil e não percebo porquê uma vez que gosto muito de José Saramago...

Abraço

Pitanga Doce disse...

Ó Rosa, olha que eu te ajudava a comer o bolo. Ajudava sim! hehe E ainda chamávamos a Lena que é "uma formiguinha" pra doces.

beijinhos e que calor!

Catarina disse...

Surpresa, Rosa! Iniciei um há pouco mais de uma semana! Vamos ver no que vai dar...

Tite disse...

Acresce a tudo isso que, com esta atmosfera, apetece-me... fazer compotas. É o que estou a fazer neste momento.

Abraços

Rosa dos Ventos disse...

Só se for de marmelo...

Rui da Bica disse...

Detesto espanta-espíritos ! :((
... é que eles não se limitam a isso !
Quando estão por perto espantam-nos a nós o sono ! :))
.

Idun, a felina disse...

ai, eu tive de estar do lado de fora da janela!
mas soube-me bem ler esta descrição poética de quem viveu o dia, do lado de dentro...

marradinhas afectuosas