terça-feira, outubro 12, 2010

Nunca digas "jamais"!

Ainda há relativamente pouco tempo eu comentava em posts que "jamais" eu iria entrar numa de facebook...
Pois tenho a declarar que, pela boca morre o peixe (e eu até sou Peixes), não tenho feito outra coisa ultimamente.
Eu que julgava ter poucos amigos já ultrapassei a centena!
É obra!
Claro que estou a brincar, sei perfeitamente que a maior parte não são amigos mas simples conhecidos.
Contudo, foi assim que encontrei uma amiga de infância que casou com um espanhol e da qual nada sabia há mais de uma vintena de anos. Vive agora em Barcelona...
Só por isto valeu a pena!

15 comentários:

Maria disse...

E eu encontrei uma afilhada que não via faz tempo. Está a viver em Bruxelas...

Vou procurar-te. Talvez te encontre, quem sabe :))

Um abraço

Maria disse...

Não encontrei onde pensei que já pudesses estar...

:(

Manuela disse...

E somos duas, a dizer que "nunca" e já lá ando também ;)

Há.dias.assim disse...

O que prova que aspectos positivos e negativos existem em quase todas as situações...

carol disse...

O outro também disse "jamé!" e tramou-se... Com que então no Facebook, hein? Modernices!

mlu disse...

Eu também por lá ando e é giro, um bocadinho "calhandreiro", mas até nos avisa dos aniversários dos amigos e tudo! Tenho dito "nunca" às quintas e quintais mas sabe-se lá!...

Um abraço.

Madrigal disse...

Nem o Facebook nem o Twitter conseguiram-me entusiasmar, talvez por serem demasiado "cuscas" acerca da vida de cada um; ou por enfermarem de limitações irremediáveis. Prefiro, de longe, a intimidade quase caseira de um blogue.

Abraço

Jorge

Duarte disse...

Acabam por vir as compensações.
Este verão encontrei-me com um amigo que não via desde que acabamos os estudos. Que alegria! Quem nos visse diria que estávamos maluquinhos. Depois dum grande abraço foram horas de longa conversa.

Um grande abraço

Pitanga Doce disse...

Já tive hi5 e orkut e nenhum dos dois me satisfizeram como o blog. A necessidade de escrever é imperiosa, Rosa.

beijos na tua madrugada (aqui ainda cedo)

Rui da Bica disse...

Essa, provavelmente a maior vantagem do Facebook !...
Quanto ao resto, continuo a achar o Blog um fantástico meio de expressão, de entretimento e porque não também de relacionamentos de amizade ?
Acho o facebook muito limitado em termos de expressão (eu que tenho dificuldade em condensar) mas também não tenho grande conhecimento do seu funcionamento).
Por outro lado, acho que também nos expõe demasiado.
.

Luis Eme disse...

também fui lá, quis ver se o MST tinha razão no que dizia.

e acho que está certo, em alguns aspectos.

prefiro a blogosfera.

abraço Rosa

Rosa dos Ventos disse...

Caros Amigos
É evidente que o Facebook é um pouco cusco mas tudo depende daquilo que lá escrevemos ou mostramos e eu sou cautelosa.
As vantagens existem sobretudo para quem, como eu, se tornou preguiçosa e não precisa de grandes esforços para escrever qualquer coisa, demonstrar agrado ou desagrado por alguma posição; só estão na minha lista pessoas e associações que conheço, "encontro-me" sobretudo com gente jovem, antigos alunos, amigos dos meus filhos, família...
Faz-me impressão certo tipo de código de escrita que se afasta do Português correcto que eu procuro sempre utilizar, isso também acontece na blogosfera mas raramente eu deparo com esse código nos posts ou comentários dos blogues que visito.
Como, felizmente ou infelizmente, tenho muito tempo livre é mais uma forma de eu estar ocupada.
Além disso, desde que o meu "painel" de entrada de posts sofreu alterações, tenho andado pouco motivada para o blogue. Nem as fotografias entram como entravam, nem consigo introduzir imagens da net nem vídeos...
Os meus "amigos" do facebook, na sua maioria, não sabe nem sonha que eu tenho um blogue! :-))
Isto já dava um post...

Abraço

Teresa disse...

Ainda não me convenci...
Sou bastante resistente a essas "modernices", como sabes...
Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Mas estás à frente de uma Associação que tem Facebook e que está na minha lista de amigos! :-))

Lilá(s) disse...

Então já agora procura-me...também estou de acordo contigo, damos a conhecer apenas aquilo que queremos e é agradável encontrar pessoas de quem não sabiamos há muito tempo...lá sou a Lila.
Bjs