sábado, setembro 26, 2009

O Zêzere, algures...

"...penso que a curva é o gesto de um rio."

In " Leite Derramado " de Chico Buarque de Holanda

20 comentários:

Anónimo disse...

Foto linda de pasmar e um "Leite Derramado"extraordinariamente aproveitado.Abraço Kinkas

H.B. disse...

Parece o Tejo , junto de VVRodão .

map disse...

Com o mal que lhes fazem, os rios bem podiam fazer gestos feios...
Não é o caso; este é mesmo muito lindo. Também aposto em Vila Velha de Ródão.

Raquel Alves disse...

Bonita paisagem!
O Livro, li-o em Agosto, com o sol. Lido no inverno seria ainda mais triste.
beijinho

Tite disse...

Que linda paisagem!!!
Esta não conhecia de todo, juro!

Rosa dos Ventos disse...

Então não leram o título?:-))
O Zêzere, algures...

Abraço

Maria P. disse...

Paisagem serena...

Eu li o título.:)
Beijinho*

Madrigal disse...

Uma foto de uma beleza rara. Parabéns! O Zêzere, para cima de Constância? Não é lá que o Tejo e o Zêzere se beijam?

Abraço

Jorge

Barbara disse...

Estou meio sem palavras depois de encontrar o Chico por aqui.
Mas com carinho indico:
mary-assuntosdiversos.blogspot.com
Tenho certeza de que vais gostar de ir passando e olhando as coisas por lá.
E principalmente, entender ou interagir.
Obrigada.

Alberto David disse...

O Rio Zêzere é talvez o mais visitado e conhecido dos rios Portugueses pelos canoistas.
A montante da Barragem de Castelo do Bode, os canoistas que gostam dos grandes planos de águas calmas encontram aí alguns dos locais mais bonitos para visitar.
O Lago Azul é um local espectacular que oferece muito boas condições para entrada e saída de água, para além de estacionamento e serviços de restauração.

Justine disse...

É um livro para ler e reler e tornar a ler, e sempre encontramos algo de novo...
(mais um passeio saboroso, foi?)

Rosa dos Ventos disse...

O Zêzere algures na serra do Açor, bem acima da Pampilhosa da Serra!

Abraço

Dina disse...

Não conheço a zona nem o livro.
Gosto da perspectiva...quase parece um lago no meio das encostas.

mlu disse...

É o que se chama "um espectáculo", esta paisagem! Às vezes, penso que se vivesse num lugar assim, não precisava de férias.
O livro, já tenho mas ainda não li. Talvez seja o próximo.

Abraço

Bartolomeu disse...

Este trecho do Zêzere pode ser na zona da estalagem do Val da Ursa, ou não... a montante de Castanheira o leito do rio espraia-se por entre montes, preenche vales e enseadas, sempre majestoso, sempre sereno, sempre enigmático.
Quanto ao Chico e ao seu "Leite Derramado" que não chegou a ser porque conseguiu concentrar-se em imagens funestas, enquanto Matilde bailava o seu corpo por sobre as vestes de congregada Mariana e cantava o Requiem, durante as exéquias do pai... do pai dele que a ouvia a ela.
Ficamos assim cientes de uma verdade: as exéquias provocam erecção!
;)))

Arabica disse...

Olá olhos azuis :)

Tite disse...

Rosa do Vento que passa,

Tem selo para ti lá no MaMaRiSo.

Abraços

legivel disse...

a curva é o aceno d´um rio
cumprimento num olhar;
também lhe aceno e sorrio
quando o olho a navegar.

Sorrisos.

Anónimo disse...

Rosa,Minha Irmã Rosa,
Será que tens a caixa do correio entupida?
Não consigo enviar mail.
Telefonarei assim que venhamos (adivinha de onde) do médico. Bingo!
Quero dizer que felizes dos que podem ir ao médico,claro
Claro podes dar contacto.
Abraço K.

Duarte disse...

... o curso que a água tem...

Bonita fotografia.

Andei por perto mas nunca o vi.

Beijinhos