sexta-feira, setembro 04, 2009

Quem guarda, acha

E acha o quê?
Acha tralha, lixo, inutilidades e algumas boas e más recordações. Contudo as boas guardam-se no coração onde sempre cabe mais uma e as más deitam-se fora.
Foi o que fiz a tudo o que encontrei sem préstimo em mais uma ronda por roupeiros, gavetas, caixotes, caixas e caixinhas desta casa excessivamente grande e cheia para tão poucos residentes!

20 comentários:

Pitanga Doce disse...

Isto me parece limpezas de fim de estação! É o famoso "isto vai, isto fica".

Quanto ao tamanho da casa, será que são os nossos sonhos que já não as enchem?

boa tarde Rosa

Esta semana a Coluna do jornal falava dos sentimentos de uma Rosa diante de uma antiga casa. Depois virará post, com certeza. Coincidência? Não. Sentimentos parecidos.

Anónimo disse...

Chego à conclusão de que sou uma invejosa residente.Então não é que gostaria de fazer o mesmo?Mas além de invejosa sou preguiçosa residente.
Que energia Rosa! Dizes bem,o que interessa guarda-se no coração.
Abraço Kinkas

Ovinho Estrela(do) disse...

Rosinha! :)

Eu também sou uma guarda-tralhas! Mas de coisas antigas, que mesmo no coração, me fazem falta no "baú", nas gavetas, nas caixinhas!
Em contrapartida, se tiver algo recente, num instante vai para o lixo mal deixe de me dar préstimo... Porque fico sem espaço para as antigas...

Muitos beijinhos, Rosa das Saias!
Bom fim-de-semana! :)

maria mar disse...

Ai Rosa, Rosa!!!
Também tenho k fazer o mesmo aqui numa parte da casa mas...nao me apetece nadica...ando taaao preguiçosa!...
Abraço (sem gripá)

Anónimo disse...

Para estas bandas diz-se : guarda o não presta e encontrarás o que precisas..
Abraço
gb

Anónimo disse...

Perdão..guarda o que não presta..

Rosa dos Ventos disse...

Pois é!
O povo é muito manhoso, para cada provérbio tem o seu contrário, assim tem sempre razão! :-))
Deduzo que este anónimo seja uma anónima...
Estou errada? :-)

Abraço

JOÃO SENA disse...

Muito melhor do que encontrar uma nota nos fundos de um bolso de um casaco antigo, é a alegria de ter encontrado um Amigo.
O abraço de amizade
João Sena

Dina disse...

Quando fiz umas remodelações cá em casa aproveitei e fiz uma limpeza às velharias e trastes que já não usava...mas ainda preciso de fazer mais a fundo porque ainda estou com coisas a mais. Mas para quem juntou tralhas de 3 casas diferentes numa só...não tinha outra hipótese a não ser despachar o mais possível.
Engraçado como a partir duma determinada altura começamos a achar as casas demasiado grandes...e vazias.Pelo menos eu.

Madrigal disse...

Rosa

Podia vir à minha garagem dar um tratamento igual a certas coisas? Há lá tanta tralha que merecia o caminho do lixo, mas e escolher?

Um beijo

Jorge

Justine disse...

E depois dessas arrumações que nos desarrumam a alma, fica uma sensação de alívio, não é? Se não achares mais nada, achas uma certa tranquilidade no fim...

Vieira Calado disse...

Pois...

De tempos a tempos

é preciso limpar as teias de aranha

(também as que nos vão na alma)

Cumprimentos meus

busillis disse...

Eu não acho nada, pois nem tenho tempo para guardar...
Abraço amigo

Maria P. disse...

Eu também sou de guardar, mas nos últimos tempos não tenho ido visitar o baú...

:)Beijinho*

Rosa dos Ventos disse...

Caros amigos
De facto, sou uma especialista na área das limpezas a seco e até com lágrimas! :-))
Mas ainda há muito para reciclar.

Abraço

map disse...

Como eu gostava de ter um impulso de arrumadora de tralha, mas sempre que penso nisso, tenho logo outra coisa para fazer... Será que isso se pega como a gripe? Safa!

mlu disse...

Ás vezes também faço uma limpeza destas, mas não é que hesito em tantas coisas e as deixo para uma segunda volta?
Somos(sou) muito complicadas!!!

mlu disse...

Olha, olha, esqueci-me da tecla Shift. Correcção: " Às vezes..."
Isto é falta de prática!

Tite disse...

Uma boa ideia para quando voltar de férias.

Ganha-se espaço, livramo-nos de trastes velhos e ainda limpamos a alma.

Estou nessa mas não é já, já!

Basta comprar os trapitos para o Outono e verificamos logo que não temos onde os arrumar.

Então... arrume-se a casa deitando fora o que já não se veste há mais de 3 anos.

Arabica disse...

Depois destas ditas de cabeça (que também são imprescindiveis), em finais deste mês, levarei a cabo uma dessas :))