quinta-feira, julho 30, 2009

Será?


19 comentários:

Si disse...

A este chamam-lhe 'incondicional', julgo.
Tão perto e tão distante, às vezes!!
É que ninguém é perfeito....

H.B. disse...

È mesmo difícil , quase impossível...só a Madre Teresa de Calcutá , mas já não há .
Até à minha geração ainda se podia sonhar como isso , agora com esta concorrência selvagem a tudo e a todos , o sonho fica muito mais longe ....tenho muita pena .

(Carlos Soares) disse...

Isso passa pelo domínio do ego e é meio difícil isso não é? Como o amigo HB disse, Madre Teresa é um exemplo desse amor incondicional, assim como Gandhi. Claro que temos mais exemplos, mas são poucos.Bom seria se todos fôssemos exemplos.,Ai sim, mais que exemplos,seríamos imagem e semelhança do exemplo maior:Cristo.
beijos

Justine disse...

Também não sei bem se o FN tem razão...

Tite disse...

Dificilmente hoje em dia se dá o que quer que seja sem querer logo algo em troca.

Felizmente, e apesar de tudo, ainda há gente boa à beira da santidade mas a esses, cotamo-los pelos dedos.

maria mar disse...

Nao sei nao,Rosa. Se amamos tb gostamos de ser amados, logo aí, espera-se a recompensa. Qt a ser dificil amar sem recear os ódios...tb nao é bem para o comum dos mortais.
Filosofias complicadas de dissecar, estas que tu achas...
abreijo

Oris disse...

Não devia ser ..., mas o egoísmo, a intolerância, a falta de humildade ... condicionam os nossos actos...

Mas é muito difícil o amar, sem esperar algo em troca....

Beijitos, Rosa

afigaro disse...

Eu calo-me! O ser humano é por direito próprio o habitante do planeta terra. Incorpora o bem e o mal. Eu julgo trilhar o caminho do bem!...Outros que me julguem!

Arabica disse...

Rosa,

até o amor é dificil.

:)

Um beijinho, boa noite.

Jaime disse...

O Namora tem razão: é difícil. E duvido que seja saudável, embora perceba o que ele queria...
Abraço do não reformado. :-)

JOÃO SENA disse...

Há tanta coisa que nos une... é pecado falar no que nos poderá dividir.
Um abraço
JS

Anónimo disse...

Pensando bem,FN tem razão.Por muito grande que seja a entrega,haverá sempre,ainda que inconscientemente,um sentimento de retorno.Talvez só os Iluminados (ou
os tolinhos,felizardos)não estejam incluídos.Kincas

Rosa dos Ventos disse...

Caros Amigos
Na minha última escapadinha, passei por Condeixa e deparei-me com a Casa-Museu Fernando Namora. Na entrada estava, precisamente, esta frase retirada de um dos seus romances que não li, daí não saber se pertence ao autor, ao narrador ou a uma das personagens...
Contudo achei-a interessante para postar aqui...

O amor ideal será o incondicional, aquele em que damos tudo e nada exigimos, mas também há o "condicionado", o "condicionante" e o "acondicionado"...
E há amor e amores! :-))

Talvez vos fale mais tarde, um pouco, desta escapadinha por este Portugal que amo de forma incondicional!

Abraço a todos

Alberto David disse...

«Todos lutam, sofrem e se angustiam, todos corrompem a alma para atingir bens fugazes».
FN

Estas palavras eram dele, infelizmente, continuamos como ele nos descreveu.
Foi meu Director nos Laboratórios Vitória, tinha eu 13 anos, não me lembro de o ver zangado, mas recordo-me bem do seu cachimbo, que mais parecia uma chaminé a fumegar todo o dia.

pin gente disse...

não creio, rosa!
se se exige... ama-se?
não creio, rosa!
o amor não se exige... dá-se e anseia-se receber!
por isso não creio...
beijos

*flor* disse...

Difícil difícil é não amar...

beijinho**

Luis Eme disse...

claro que é dificil, é um amar quase utópico, porque não somos perfeitos...

abraço Rosa

Dina disse...

Rosa...foste a banhos?

Rosa dos Ventos disse...

Não fui a banhos, não!
Ando sem imaginação e com preguiça! :-))

Abraço