sábado, julho 28, 2012

Praça das Flores

Leio na revista "Fugas" do Público deste sábado, passe a publicidade, que os lisboetas estão a redescobrir as suas praças, a saber:
A Praça do Intendente
A Praça do Martim Moniz
O Terreiro do Paço
Todas estas praças ou largos apresentam dinâmicas que pretendem ir  ao encontro da apropriação das mesmas pelos moradores da cidade e não só... 
Estas dinâmicas vão desde espectáculos musicais para todos os gostos a cafés, restaurantes , esplanadas e quiosques  com ofertas bem convidativas a tardes e noites de preguiçar, de petiscar, de bebericar, de jogar conversa...
Há dias falei-vos do Largo do Teatro S. Carlos com o seu Festival ao Largo também inserido nesta estratégia embora de cariz mais artístico.


Esta é uma das minhas praças preferidas na cidade que não tem precisado destes programas por ser sempre uma praça viva e linda!
Que praça é esta?

Não saiu bem como eu queria mas foi o que se pôde arranjar!
É então a simpática e acolhedora Praça das Flores que fica entre o Príncipe Real e S. Bento! 

28 comentários:

L.O.L. disse...

Não estou a reconhecer. Mas cheira a paz e tranquilidade. :-)
Abraço.

trepadeira disse...

Linda é.

Um abraço,
mário

folha seca disse...

Cara Rosa dos Ventos
Talvez que a desgraçada desta crise que nos está a destruir, quer como pessoas quer como País, possa ter algo de "positivo". A redescoberta de lugares de grande beleza.
Abraço
Rodrigo

Rui Pascoal disse...

Pelo tamanho não pode ser a Praça de Espanha
:)
se bem que a crise já tenha atingido e de que maneira... "nuestros hermanos".

(vou ali ao quintal apanhar um raminho de salsa e já volto)

Rui Pascoal disse...

Fui pela salsa e trouxe hortelã, mais um lindo ramo de flores. Vossa mercê quer alguma?
:)
Rosas não tenho.
:(

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Concordo, Rosa, mas isso acontece porque realmente este executivo camarário tem feito alguma coisa para que isso aconteça.
Ontem, passei parte da tarde a passear por Lisboa. Hoje, depois de ver os JO, vou fazer o mesmo.
As primeiras impressões não têm sido nada boas, porque Lisboa está suja, mas continua a ser uma cidade linda. Como o nosso país, aliás... o problema é esta dor imensa que se instalou em nós e nos dá vontade de partir.
Bom fds

Graça Sampaio disse...

Lisboa é toda linda! É a minha cidade do coração! Quanto ao enigma, em que tu és exímia, já sabes: para mim pode ser uma praça qualquer, desde que não seja a Praça de Touros... Faz lembrar o belo Jardim das Amoreiras, mas...

Logo hei de ver a solução do problema! Deve vir aí o amigo Rui da Bica e descobre logo...

Beijinhos e bons passeios aí por Lisboa.

Anónimo disse...

Essa praça , ou eu ,me engano muito ,ou é perto onde vivi 3 anos , quando estudei em Lisboa.Vivi na rua da Palmeira entre uma praça subindo a rua e outra descendo....M.A.A.

mlu disse...

Pequenina e aconchegada entre casas, conheço a Praça da Alegria, onde não passo há anos e há aqui umas mudanças...mas seja qual for é acolhedora e tem muita sombra!


Bons passeios, para serem os nossos também!

Um abraço.

Flor de Jasmim disse...

Rosa
Algo de bom que ainda exista!

Quanto ao enigma espero o nosso amigo Rui da Bica, mas ele envia pombo correio.
Bom fim de semana

Beijinho e uma flor

Justine disse...

Rosa, mais uma coisa em comum, para além dos livros,dos gatos e do gosto pelas viagens:))))) - sou apaixonada pelas praças de Lisboa! Como me sinto bem no Principe Real e no Jardim da Parada, em Campo de Ourique!Esta? É uma delas??
Beijinhos

Rosa dos Ventos disse...

Cara Mlu

lamento mas não é a Praça da Alegria! :-((
Contudo é uma praça bastante alegre! :-))

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Caros amigos
Embora o Rui da Bica ainda não tivesse aparecido há mais Ruis por aqui! :-))

Abraço

Anónimo disse...

Pois é ....eu desço a rua e é mesmo ali...hoje é um local mais chic que à quase 50 anos.Quantas vazes lá estive sentada....M.A.A.

Rosa dos Ventos disse...

Cara M.A.A.

O interessante é que é um misto de chique com popular!
Foi onde captei a glicínia no telhado que coloquei há dias! :-))
Aluna na Rua da Escola Politécnica?

Abraço

Luna disse...

cantos e recantos da nossa linda Lisboa
beijinhos

ematejoca disse...

Parece-me que posso entrar de novo em convivência com os meus amigos virtuais.Vamos lá ver se é verdade.
Pelo menos, já entro no "ematejoca azul" e li os teus comentários, que muito agradeço.

Quanto à praça é difícil de responder, porque há anos que não visito Lisboa.

Anónimo disse...

É verdade RV...Iniciei a fac. no Porto , mas por razões pessoais pedi a transferência para Lisboa e em boa hora o fiz , adorei.Vivi 3 anos em Lisboa , frequentei a fac. de Ciências , mas na rua que referi , vivi apenas 2 anos. Como fiquei muito amiga da senhora da casa onde vivi , era espanhola de Barcelona, nas férias ia sempre para lá ...era como se fosse avó.
Acabei o curso em 1967...já lá vão muitos anos....M.A.A.

Vida disse...

Acho essa iniciativa extremamente interessante e que devia ser apoiada e incentivada por todas as cidades, bairros, vilas. Uma ideia gostosa de convivência social que possibilita uma sensação de paz, de harmonia e civismo.
Portugal é uma paixão.
Beijo.
Sigo com vc.

Flor Guerreira disse...

Gosto muito de praças e da sua animação...também gosto delas sossegadas onde podemos parar e encontrar-nos...a praça da foto não a conheço.

Rosa dos Ventos disse...

Parece que o Rui da Bica e a Nina estão de férias e ninguém pega nas dicas do outro Rui! :-))
Também há quem não goste de enigmas! ;.))

Abraço

trepadeira disse...

Costumava,há uns bons anos,ir por aí a uma experiência gastronómica interessante.
Julgo que se chamava "Chez le Banana"

Um abraço,
mário

belle du jour disse...

gosto muito da Praça das Flores. por estes dias no largo do Martim Moniz tem-se ouvido muita música.

Rogério Pereira disse...

...e de repente me deu uma vontade danada de me voltar a relacionar com Lisboa. Obrigado.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Volto a comentar, para lhe dizer que segui o seu conselho e andei por algumas praças de Lisboa. Tive uma agradável surpresa, mas amanhã eu conto.

maria disse...

Cheguei tarde ehehe

Abraçinho :)

Nina disse...

Querida Rosinha,

Pois como haveria de pegar, se me perdi?

Eu explico: de há uns tempos para cá, porque abro janelas atrás de janelas, dada a lentidão do pc, perco os comentários.
O que escrevi para ti, não tinha a resposta, porque já cá estava (ou não estaria?), mas uma questão sobre a semana de avó.:))

E,então?:))

Um beijinho nas bochechas do teu piqueno rei e aquele abraço para vós

Teresa disse...

É verdade Rosa, eu noto esse movimento de renovação na cidade. E fico muito satisfeita com isso!...
Bjs
(já tinha saudades...)