terça-feira, julho 10, 2012

Estágio

Venho apenas dizer que, embora ausente da blogosfera, ainda não estou de férias!
Estou a fazer um estágio de avó porque vamos ficar sozinhos com o Dinis no fim do mês, durante uma semana, há que treinar uma série de procedimentos e ele precisa de se habituar à nossa presença.
Confesso que estou totalmente destreinada e um bebé de 13 meses dá cá uma canseira...mas é uma deliciosa canseira!

19 comentários:

Nina disse...

Abençoados avós que se prontificam a estagiar...e sorte, muita sorte do piqueno rei.

Aquele abraço e muitos beijinhos nas bochechas do Dinis.

Tite disse...

Ah pois é!!!

Ser Avó não é bom, é ótimo mas, quando destreinadas as Avós suam e, na minha opinião, deveriam fazer ginástica preparatória para colocar todos os músculos em função. Depois... é só ir na corrente e recordar que tudo corre sobre rodas.

Gostei de saber amiga que vais ter umas férias... diferentes!

Abraços

Teté disse...

Ora aí está um estágio que certamente farás com muito amor e carinho, apesar de destreinada! :)

Estágio melhor que esse é impossível, por todas as razões e mais algumas!

Um grande abraço à "estagiária"!

Dalma disse...

RV, sim não será tarefa fácil, fala a experiência, mas mais que os netos quem beneficia da nossa disponibilidade são os filhos pois assim proporcionamos-lhe algum tempo de descontracção para eles...

Rogério Pereira disse...

Agora, fora de brincadeira
Mudar-lhe a fralda é um ponto alto
dessa deliciosa canseira...

Beijinhos ao Dinis

quem és, que fazes aqui? disse...

"Aprovete" e divirta-se! É um estágio remunerado a curto, médio e a longo prazo.

Beijo

Laura

ematejoca disse...

Também eu te quero dizer que ainda não estou de férias!!!

Estou ausente, contra a minha vontade, porque tenho graves problemas com um "module file" e não entro no meu nem nos vossos blogues. E quando entro e deixo um comentário, o comentário não fica.

Só consigo publicar alguma coisa através do meu blogue alemão, mas nunca consigo ver o que publiquei, porque o "ematejoca azul" não reage.

Como hoje consegui entrar, tenho estado a escrever os links dos blogues favoritos para um caderno de apontamentos, pois como corro o risco de ficar sem blogues, posso assim continuar a visitar-vos.

Eu nem sei, se preferia tomar conta de um bébé de 13 meses ou ter problemas com o blogue.

Um grande abraço da amiga de longe!

Flor de Jasmim disse...

Rosa minha querida
Aproveita cada segundo com essa o teu principe, são momentos únicos e,o tempo passa a correr.

Beijinho e uma flor

Rui Pascoal disse...

Ao fim de uma semana a mimar os avós, o Dinis bem pode tirar férias.
:)

Aproveitem!

luisa disse...

Abençoada canseira, não é mesmo ?

maria disse...

Que belo estágio :)

Pode ser canseira, mas no fim dessa semana vão ficar cheinhos de saudades...e vão querer mais :)

Abraço e uma beijoca ao Dinis :)))

redonda disse...

Boa sorte para o estágio :)
um beijinho

Anónimo disse...

Que rico estágio e abençoados filhos que permitem esse consolo aos avós. Mais não digo....M.A.A.

mlu disse...

Que bom! Vai ser uma semana bem cheia mas fantástica!
Bom estágio e melhor prática! "Curtam" o Dinis o mais possível que eles crescem num instante!

Um abraço!

Anónimo disse...

Disseste estágio?Prepara-te para um despacho do Crato a ordenar a respectiva avaliação...
Grande Abraço Kinkas

Rosa dos Ventos disse...

Querida Kinkas

Como até estou perto da Lusófona se calhar vou lá com a "cadeira" do Dinis para ver se ele já fica licenciado! :-))
Uma cadeira frequentada há 13 meses deve dar muitos créditos!
Quanto a mim, nós, no princípio de Agosto já teremos direito a um doutoramento em "Apoio Familiar"! :-))
Tens resposta especial porque nunca mais te decides a criar um blogue!

Bisous

São disse...

Pena tenho eu de não me ser possível estágios desses, minha amiga.

Que tudo corra muito bem, é o voto que deixo junto com o meu abraço.

Justine disse...

É so preciso muitíssima atenção, muitíssimo amor,total disponibilidade...simples, não é??
(não é que tenha grande experiência, mas o ano passado, sem querermos, o S. e eu vimo-nos por 3 dias nessas tarefas com os netos de uma amiga, e saímo-nos muito bem!)
Abracinhos

Dalma disse...

RV é o máximo essa de pedir o doutoramento em Apoio Familiar! E se calhar o esforço desse apoio vale até um pós-doutoramento prontinho a levar para casa e pendura-lo num sítio escondido já que não me parece que a Rosa tivesse o desplante daquele em que implicitamente estamos a falar.
Continuação de um bom estágio para lhe darem um pouquinho mais de 10 ou 11 valores!!!