terça-feira, março 23, 2010

Sul I

E sempre os mesmos tons de azul...

A mesma paz...


A mesma serenidade...

O mesmo marulhar do mar...




Nas praias de inverno primaveril, ao sul.




26 comentários:

Justine disse...

Não foi nessa mesma praia que um dia nos encontrámos, por acaso e inesperadamente?? Parece-me reconhecê-la...
Diverte-te:))

H.B. disse...

Com que então foste ver o Benfica -Porto ?
Gosto dessa praia e do seu restaurante agora modernizado . Gostava mais quando era mais tosco.
A parte nova é bonita e acolhedora .

goiaba disse...

Que boa é a praia na Primavera! E essas águas calmas são uma delícia.
Um bom tempo para si.
Abraço

Eyes wide open disse...

E como andam os pardalitos? :)

*

Sam Seaborn disse...

Simplesmente adoro… adoro a praia e o campo, primavera ou outono… luz, cor e serenidade

mlu disse...

Belas fotografias! Não sei o nome da praia mas não me importo! Desde que veja o mar...
Bons passeios!

Bj.

Bartolomeu disse...

Rosinha, vou enviar-te a factura de um monitor novo para o meu pc.
É que, devido às tuas fotos, entusiasmei-me e mandei-me de cabeça, pensando que ía dar um mergulho naquele marzão maravilhoso.
;)))

via disse...

estava tentada a reconhecer estes sítios mas não arrisco, também vou embarcar, rumo ao sul, foi bom recordar esta luz.

Isa GT disse...

Ver estas fotos... até dá alegria e saúde ;-)

Tite disse...

Pois é amiga, este nosso país é lindo de Norte a Sul ou vice-versa.

Só não gosto dele quando os dias tristes, pegados uns aos outros, me obrigam a ficar em casa fechada com medo dos temporais.

Agora, com tanta luz, também me vou entusiasmar rumo à Costa Alentejana.

Viva à Primavera e a nossa Renovação!

tinta permanente disse...

Nas praias de Inverno inverneiro... ao norte!
abraços!

Alberto David disse...

Devia estar Zangado, ao pé da minha casa e não disse nada. Eu gravo essa......

Na Rota do Sul

Ainda um dia vou escrever-te uma cantiga,
que fale deste amor sem fuga ou medo.
E que o vento traga em seu sopro a tua espiga,
na brisa doce, o frio e o quente do segredo.


Que para além dessa tua rosa ardente,
consuma as águas do meu rio largo e fundo.
Que entre nosso sono e sonho ausente,
mostre a passagem do oceano profundo.


Que à manhã se siga o dia, depois a noite,
o Sol estenda intensos raios como braços
e a Lua Cheia se transforme em Lua Azul.


Que em teu seio, haja um colo que me acoite,
as minhas mãos em teu ventre deixem rastos
e por fim rebente um amor na rota ao sul.


Texto: Victor Gil

Catarina disse...

As praias do sul são mais quentinhas…
O céu é mais azul.. azul claro... repousante...

redonda disse...

Fotografias lindíssimas que fazem pensar em férias :)

Escutador de Almas disse...

PAZ INTERIOR que tanto necessitamos, todos!

Bem hajas pelas fotos, tão tranquilizadoras!

Rosa dos Ventos disse...

Cara Justine
Precisamente, acertaste!
É mesmo essa...
Andas muito calada, a fisioterapia vai bem?

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Caro H.B.
Não me lembro de alguma vez lá ter visto um restaurante tosco, género que muito aprecio...
Contudo esta esplanada enche-me as medidas no Inverno, na Primavera, no Outono e no princípio do Verão.
Se fui ver o SLB - FCP?
Jamais! :-))

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Cara Beta
Os pardalitos mandam "besitos"! :-)
Fartei-me de lhes tirar fotografias...

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Caro Bartô
Não me fales de facturas em tempos de crise...
Para a próxima avia-te em terra! :-))

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Caro Alberto David
A costa algarvia é muito longa, não sabia onde encontrar-te...
Gostei do poema que não conhecia.
Obrigada!

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Agradeço a todos os que aqui entraram e informo que as imagens foram captadas em:
Santa Eulália
Quarteira
Carvoeiro

É fácil identificá-las agora, não é?! :-))

Abraço

Anónimo disse...

Belas fotos!
Nunca pensaste num concurso de fotografias?...

Aproveito para informar que descobri o tal café no Chiado.
"Fábulas" chama-se. Abraço. Teresa

Teresa disse...

Belas fotos!

Aproveito para informar que descobri o tal café no Chiado.

"Fábulas", chama-se.
Abraço. Teresa

Alberto David disse...

Cara Rosa de Sta Eulália á minha casa são apenas cinco minutos, estás convidada para a próxima, o tempo da sardinha está a chegar.
Um abraço

Eyes wide open disse...

[hhmmm... not Beta :)]

Folgo em sabê-los bem, até porque conto partilhar com eles umas migalhitas em breve, breve ;)


*

Oliva verde disse...

Que bom olhar o mar assim, andar descalço na areia...
E eu rodeada de torrentes de água que nunca mais param de cair! E frio!
Que saudades tenho de uns raios de sol!
Pode ser que apareçam!