sábado, novembro 11, 2006

Mar


Já o vi com vários cambiantes de azul e verde, prateado, acinzentado, negro salpicado de estrelas pescadoras e até roxo. Mas nunca o tinha visto com uma imensa orla acastanhada desvanecida logo que a tempestade deu lugar à bonança .
Quando lhe lancei um último olhar, antes de regressar à serra, foi com um estontente azul turquesa que me presenteou.
E deixou-me, de novo, um pouco mais reconciliada com a vida!

Sem comentários: