sexta-feira, junho 10, 2011

Dia de Camões

Dia 10 de Junho ainda é dia de Camões para mim, daí que vos deixe, por uns dias, com um seu poema cantado por José Mário Branco.
Se o tempo é de mudança também lhe podemos trocar as voltas, diz o poeta!


33 comentários:

Maria Paz disse...

Bom gosto! Grande Zé Mário.

Eva Gonçalves disse...

Boa escolha! :)Bom fim-de-semana alargado!

folha seca disse...

Cara Rosa dos Ventos
Ouvir José Mário Branco é sempre um momento especial. Boa forma de assinalar o dia que é tambem de Camões, com esta preciosidade.
Abraço
Rodrigo

trepadeira disse...

Se não lhe trocarmos as voltas,trocam-no-las eles a nós.

Um abraço,
mário

flor de jasmim disse...

Rosa querida
Excelente escolha!!! Para este dia...é sempre bom ouvir o Jose Mario Branco seja em que dia for.
Beijinho bom fim de semana xxl

Manuela disse...

Querida Rosa, que bem me soube chegar aqui e ouvir o Zé Mário Branco!
Já estou como a flor de jasmim, é sempre bom!
Bom fim de semana :)

Tite disse...

Quem dera que nós pudéssemos trocar as voltas aos incompetentes e colocar no seu lugar quem de facto ama o seu país e quer vê-lo no topo do mundo pelas melhores razões.

Infelizmente a contrária é verdadeira.

Bom FdS XL

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Rosinhamiga

O Zé Mário Branco é... o Zé Mário Branco; O Camões é... o Camões - e o resto são tretas.

Anda por aí uma gentinha que continua (ou, pior, quer continuar) a ver o dia de hoje como o Dia da Raça.

Tendo em conta que, se não me engano (e se sim, a Wikipédia desmente-me), que foi em 1944 que o Botas utilizou pela primeira vez a expressão, a distância não é tão grande assim.

Maior é a que nos separa do Sol e o Galileu Galilei lixou-se. Obrigaram-no a dizer que o que tinha dito não era o que devia ter dito e, por isso, não o devia ter dito.

Mas é bué da Fixe, o Zé Mário. Kumxedênxia: o Luiz Vaz também é...

Abç

PS - Enquanto não sabemos em que param as modas, vamos comemorando, já que cantando e rindo...

carol disse...

Muito bonito este poema! Muito actual, after all!

E o José Mário Branco, um romântico, after all...

Boas férias!

Há.dias.assim disse...

Obrigada pela música!
O poema é lindo, sabe sempre bem recordar.

Rogério Pereira disse...

Não perdi a esperança, por mais que se faça
De nesta data mas noutra ocasião
ouvir cantar em qualquer praça
este mesmo poema vertido em bela canção

Maria disse...

Excelente escolha!

Abraço.

Olinda Melo disse...

Uma excelente escolha, um dos poemas mais marcantes da poesia camoniana.E o José Mário Branco faz jus a essa excelência.

Beijo

Olinda

Pitanga Doce disse...

Não me esqueci do Dia de Portugal, não Rosa. Só ainda é cedo para falar dele, visto que um portugues que participava de todas as cerimônias no Consulado daqui, já não está.

Sonhadora disse...

Uma boa escolha para o dia de Camões. Oxalá os políticos tenham prestado atenção ao oportuno discurso de António Barreto e os tempos mudem para melhor, porque para pior já basta assim...

Isa GT disse...

A música vale a pena... porque alguns discursos... fizeram-me azia ;)

Bjos

tsiwari disse...

Sempre actual.... :)*

Justine disse...

Bem escolhido, Rosa! E tanto que precisamos de mudanças...
Um beijo

Nina disse...

:)

Venho desejar umas excelentes férias e trazer miminhos para o bebé LINDO que está ali abaixo.:)

Um gde beijinho, vovó babada!:)

tulipa disse...

Olá, boa tarde
Obrigado pela partilha.
Votos de excelentes férias!!!

ASSOCIA ARTES é uma exposição
de Artes Plásticas
decorre de 11 de Junho
a 4 de Setembro de 2011
no Solar dos Zagallos
(Sala dos Arcos
e Sala das Colunas) em Almada.
Participam cinco associações de artistas/arte/culturais do distrito de Setúbal.
Inaugurou, ontem,
dia 11 de Junho às 17.00 horas.
Vai estar aberta até 4 de Setembro,
Quarta a Sábado
das 10h-12h e 14h às 17h30.

goiaba disse...

Estou de acordo com a invocação da data e com o poema ... Foi bom ouvir de novo.
Abraço

Luis Eme disse...

será dia de Portugal, de Camões e de todos nós, Rosa, até mesmo dos "rafeiros" que gosta da distinção de "raças".

abraço

oops!!! disse...

"...daí que vos deixe, por uns dias...)

Realmente este post é um belo argumento...

;)

rouxinol de Bernardim disse...

É uma leitura progressista deste génio tantas vezes maltratado e conotado com o expansionismo imperialista...

bettips disse...

Não tenho nada contra as raças ou as diferenças. E muito menos contra Camões.
José Mário Branco é aquela vontade de mudança, mesmo com palavras antigas.
O que não SE PODE, é com a "raça" que nos servem, requentada.
Não vi mas ouvi "dezer".
Bjs

Catarina disse...

Boa viagem, boa estadia e bom regresso! : )

Lilá(s) disse...

Mudança, é mesmo o que andamos todos a precisar...
Bjs

Isa GT disse...

E hoje já é dia 16... ;)

Bjos

Pitanga Doce disse...

Onde andas, Rosinha? Amassando as bochechas do Dinis com beijinhos?

Deixa o rapaz! hehehe

Lídia Borges disse...

Sempre actual, sempre novo, José Mário Branco.

L.B.

Duarte disse...

Não sei se foi, por ser inculcado daquele modo, que também continuo a pensar como tu.
Mesmo aqui, é uma data que não esqueço.

Abraços

momo disse...

lindo...vamos trocar...

AC disse...

Rosa,
Ainda tenha para ali, em vinil, o LP com esse título. Um verdadeiro tesouro.

Beijo :)