quarta-feira, julho 16, 2008

Portão indiscreto...

Gosto de portões indiscretos e de janelas também...

22 comentários:

lottery tickets disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
sendyourlove disse...

Gosto de janelas... da maneira como nos ligam ao exterior mas não deixando de ser o nosso mundo cá dentro...
Sempre gostei de passar nas janelas dos outros e imaginar a vida dos vultos que observo...
Gosto do filme Janela Indiscreta! :-)
Bj

Duarte disse...

Está para limitar, tem uma boa forja, resistente, muitas cruzes, projecta uma sombra do amanhecer, ou anoitecer, não conheço o local: pode ser a entrada duma quinta, dum campo, ou dum cemitério.
A estrutura é boa. Gosto da coluna da direita, e da terminação de cantaria.

As janelas, são outro cantar, o que se pode esconder detrás delas...
Gosto muito da janela manuelina do Convento de Cristo de Tomar.

Un grande abraço desde terras valencianas

Fevereiro disse...

Rosa dos Ventos,
Os portões indiscretos e as janelas indiscretas são interessantes, do outro lado existem geralmente encantos que eu não resisto em espreitar.
Beijinho.

Colheita63 (HB) disse...

Mais que indiscreto , parece-me ser uma barreira para o interior , dando-lhe este ar soft . É por isso que nunca gostei de portôes , nomeadamente com as cruzes ( canhoto) que este tem
Gosto muito mais de janelas , estas sim , indiscretas e adoro ver ..

Pitanga Doce disse...

Já tinha me parecido de que eras cusca. hehe
Mas este portão não é de algum cemitério, é?

Maria disse...

... e eu gosto desta fotografia...

Um abraço

Justine disse...

Este é um portão de enfeitar...
A foto, um primor!

Eyes wide open disse...

Que local místico...


:)


*

Oris disse...

Linda a foto....

Guarda algum tesouro???
:)

Beijitos, Rosa dos Ventos.

PNETpetições disse...

E sabe o que é a PNEtpetições? ... Eu sei :-)

mc disse...

Este portão é sólido e consistente, bem apetrechado para repelir corpos e almas indesejados.Ocupa o espaço que lhe está reservado sem falsas modéstias nem temores , reforçado pelas ameias que o encimam e que evocam glórias passadas.E com uma floreira por graça para adoçar o ambiente.Só não parece indiscreto!

Rosa dos Ventos disse...

Sedyourlove
Também gosto desse filme.
Adoro policiais!

Duarte
As janelas são, de facto, outro cantar, sobretudo por ficarem mais altas e ser difícil espreitar! :-))
A janela manuelina do Convento de Cristo é mesmo uma jóia da nossa História.

Fevereiro
Eu também gosto de espreitar, não para "cuscar" a vida das pessoas, mas porque me interesso por espaços, cenários, jardins, etc...

HB e Pitanguinha
Não é de todo o portão de um cemitério!
Aliás nem reparei que o ferro forjado desenhava cruzes! :-))

Maria
Justine
Eyes
Oris
A fotografia ficou um pouco torta, tenho mesmo que ir frequentar um curso...
Quanto à beleza e misticismo do local têm razão.
É o portão de uma vivenda antiga na zona histórica de Ourém, a caminho de um dos torreões do Castelo.

Abraço a todos os que com esta caloraça ainda circulam por aqui!

Rosa dos Ventos disse...

MC
Obrigada pela visita de mais um(a)Colheteiro(a).
Só agora vi o comentário.
Fizeste uma bela análise do local onde se insere o portão que não é indiscreto em si, mas naqueles que por ele espreitam! :-))

Abraço

Fevereiro disse...

Rosa,
Não para cuscar, não, não, que cuscar não tem encanto!(E a vida dos outros não me seduz).
Abracinho.

pin gente disse...

o portão é bonito, sim
e a sombra no chão
quando abrir
acaba a indiscrição


beijo discreto

Patanisca disse...

Já sabemos que tem o alarme activo da Segurança 24, mas a segurança não se fica por aqui: por baixo da dupla fechadura tem umas cordas ou arames a prenderem as duas asas do portão. O candeeiro pospegado na ameia do meio é piroso. Gostava de saber o que contêm os três saquinhos vermelho e verdes encostados junto ao muro. Pura curiosidade.

Bjos.

busillis disse...

Um portão lindíssimo
Abraço

Rosa disse...

Os portões fechados convidam à curiosidade e à imaginação e, de algum modo, simbolizam o inacessível e o desconhecido - o que está do outro lado. Por vezes há portões fechados, com altas grades de ferro, mas se dermos a volta pelo lado, reparamos que são ladeados por muros tão baixos que até uma criança consegue facilmente lá entrar.
Penso que me entendeste.
Um beijo,
Rosa

Rosa dos Ventos disse...

De facto a Patanisca tem razão se repararmos nos pequenos pormenores, mas o mais interessante está para lá do portão - uma paisagem soberba que se avista para lá do muro muito baixo que delimita a propriedade desse lado.

Abraço

Escutador de Almas disse...

Os portões abrem-se e fecham-se!
Lamento, mas gosto mais de portões abertos!
Bonita foto apesar de o portão estar fechado!
Um abraço daqui para aí!

TINTA PERMANENTE disse...

E, por vezes, bem indiscretas são as histórias que guardam!...

abraços!