sexta-feira, junho 06, 2008

Tempo das cerejas...

Depois de um dia de tal forma preenchido a ponto de, nem por um segundo, o tédio, a dor, a tristeza, o desencanto se apoderarem de mim, cheguei a casa e fui surpreendida por esta cesta de cerejas.
Foi toda a nossa colheita deste ano e foram apanhadas assim, meias verdes, antes que os melros as comessem todas!
Começou e acabou bem este Dia do Ambiente...

24 comentários:

Maria disse...

Para o ano haverá mais produção....
O meu dia do ambiente foi muito bom, passado num excelente ambiente... :)))

Um abraço

pin gente disse...

foi do excesso de chuva na hora errada, não?
mas estas são bonitas e devem ser apetitosas... não é arriscado o local para a fotografia?
só faltava que depois dos melros....


abraço
luísa

TsiWari disse...

Já nem deixam os melros comerem as cerejas... tempos estranhos estes.


Eu acredito que deixaram algumas para eles... e colheram outras para vós.

;)*

Anónimo disse...

A produção não foi abundante,mas não é a quantidade que vem ao caso,antes a beleza e a pureza de algo de ingénuo que estas cerejas nos inspiram com o sorriso brilhante de alguém que gosta de dar prazer.Quanto aos melros,creio que já paparam as mais madurinhas.
Também para mim o Dia do Ambiente foi completamente despoluido!Abraço,Kincas

Bartolomeu disse...

E porque carga de água é que poderias sentir o tédio, a dor, a tristeza, o desencanto apoderarem-se de ti?
Hmmm?
Hmmm?
Afinal se partilhasses as cerejas com os melros, eles iriam pagar-te em alegres esvoaçares e alguns trinados.
Ah os melro não trinam !? pois... temos pena, então.
;)))
Tem bom ar as cerejinhas, excepto 2 ou 3 que me parece já têm o código de barras um bocado esbatido.
;)))))
Um abração ventanoso Rosinha!!!!

Esplanando disse...

Será que ainda há algumas quando chegar!? :-)

Luis Eme disse...

de certeza que deixaste algumas, para os pardais...

abraço Rosa

pikenatonta disse...

Hmmm... cerejas!!! Ainda não comi nenhuma este ano, mas estou desejosa!!!!

Bom fim de semana

Patti disse...

Não foram muitas, mas já chegou para alegrar o teu dia.
E há dias que isso conta muito.

samuel disse...

Sou "cerejodependente"... enquanto há. Pena essa tão pequena colheita, que de qualquer modo deu uma bonita fotografia.

Off topic, reparo que deixei de estar pousado na lista de blogs aqui do "Rosa dos Ventos", que por sua vez ainda figura na lapela do "Cantigueiro". Se o facto de ter saído daqui tem algum significado e o estar linkada no "Cantigueiro" é por qualquer razão inconveniente... preferia saber.

Abraço e obrigado.

Àtila disse...

Também achei muito perigoso o local onde colocaste o cesto das ditas , mas concerteza foi para realçar . Pode-se dizer "cerejas à beira do abismo"

Belisa disse...

Olá :)

É pena ser só essa colheita
E contando com as dos melros
Se não houve nenhuma maleita...
Mais valem essas, do que menos...

Beijinhos estrelados

Justine disse...

Rosa, que grande produtora me saíste! As duas cerejeiras cá de casa deram 3 cerejas no total, que eu, generosamente, deixei para os melros...:))
Bom proveito e
Beijo de bom fim de semana

Rosa dos Ventos disse...

Calculo, Maria, pelas imagens e pela beleza dos jacarandás por detrás do Marquês...
Isto sou eu a deduzir! :-)))

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Cara Pin Gente, aqui o maior oerigo viria das minhas gatas que, à falta de espaço, dão pulos na varanda! :-))

Tsiwari, claro que os melros foram os grandes beneficiados porque comeram as mais madurinhas...
Ainda lá ficaram algumas, por estarem muito verdes e muito em cima. ;-))

Dizes bem, Kincas, um Dia do Ambiente que até deu para comer meloa recheada com morangos, em boa companhia e a jogar conversa fora. :-))

Pois é, Bartô, a ASAE não chegou a tempo de me "encerrar" a cerejeira, por falta de qualidade do produto...
Foi uma sorte! :-))

Abraços a todos

Rosa dos Ventos disse...

Caro Luís, é evidente que aqui em casa os animais são uma prioridade!
Mesmo que sejam uns ladrões como os melros e afins. :-))

Pikenatonta
A precisares tanto de miminhos e nem a tia se lembrou de te comprar cerejas?! :-))

Caro Samuel
Tenho-te nos meus favoritos embora não apareças na minha lista. Isso acontece por simples nabice da minha parte.
Foi o meu filho que me introduziu os que aparecem quando eu me estreei nestas andanças.
Vou ter que aprender a colocar todos os que visito com muita frequência
Como vês não há qualquer razão inconveniente. :-))

Caro Átila
Cá estou à espera das cantarinhas...

Belisa
Sempre versejadora!
Não sei onde vais buscar tanta capacidade para rimar! :-))

Três cerejas, Justine!
Os melros vão apanhar uma indigestão! :-))


Abraço a todos

Rosa dos Ventos disse...

Cara Patti, cheia de Graça
Alegraram mais a vista do que consolaram o paladar, mas não se pode ter tudo! :))

Abraço

Àtila disse...

Já as enviei no dia 1 do corrente mês pelo nosso comum amigo Casal Medeiros . Espero que chegeum bem e que gostes...

samuel disse...

:)))

Abreijos

Maria P. disse...

Embora tenham corrido algum perigo para serem fotografadas!:)

Beijinho*

Pitanga Doce disse...

Não reclames que eu nem esta cesta tenho. Só as primas: as pitangas. heheh

beijos

Su disse...

gostei da cestinha de cerejas

jocas maradas

Anónimo disse...

oi minh querida amiga Rosa dos Ventos.
obrigado por sua presença no cantinho da deusaodoya.
que lindas cerejas, guardou algumas apra mim amiga.
estás de parbns, um lindo blog. e viva a natureza, o nosso meio ambiente.

Regina Coeli.

Perdido disse...

Que lindas cerejas! Em quantidade deu um pouco mais que as batatas que semeei este Inverno e que deram para uma refeição da família.

Toda a gente me garantiu que foram as melhores batatas que já tinham comido em todas as suas vidas. Eu também achei isso e fiquei muito contente.

Como tu deves ter ficado com as tuas cerejas.