domingo, maio 04, 2008

Dia da Mãe

É só para te dizer, minha Mãe, que sinto muito a falta da tua mão fresca na minha testa tantas vezes febril!

14 comentários:

pin gente disse...

posso deixar um beijo?

Maria P. disse...

Sei do que falas...

Beijinhos.

Oris disse...

Deixo-te, beijitos

Eyes wide open disse...

:(*

Teresa disse...

Lindo, Lindo, Lindo!!!Um grande abraço.

Pitanga Doce disse...

E nós fazemos igualzinho com os nossos!

beijinhos da Pitanga

lgbolhares disse...

Deixo um atrasado beijinho à mãe e a ti...

Su disse...

jocas maradas...........sempre

Perdido disse...

Vim agradecer e retribuir a visita. A Rosa dos Ventos está nas boas direcções todas.

Uma indiscrição: Ourém? Ou não tão a Norte?

Rosa dos Ventos disse...

Caro Perdido
Esta Rosa dos Ventos anda sem rumo...exactamente para os lados de Ourém!

Vanda disse...

Uma rosa de ventos nunca se perde.


Gira...gira...gira...e quando o vento acabar está exactamente onde deve estar...depois de ter conhecido todos os pontos cardeais da sua existencia...

um beijo.

Justine disse...

Que belo, Rosa, que bela a proximidade do discurso directo!
Um beijo

Idun disse...

como uma simples frase pode dizer tanto!

mimos&ronrons

H4rdDrunk3r disse...

E ficar doente, só para elas cuidarem de nós... agora, ficar doente é uma tortura...