quarta-feira, abril 04, 2007

Madeira ( 2 )


A Madeira está em plena campanha eleitoral.
Entre o verde, as flores e o azul do mar proliferam centenas de cartazes dos vários partidos em disputa pelo poder.
Como tive dificuldades em optar por imagens elucidativas, limito-me a narrar alguns factos pontuais relacionados com o contexto em causa.
Vi no Funchal, tipo iluminação de Natal, uma estrutura ligada entre dois postes de electricidade onde estava inscrita a frase "Vota PPD/PSD" em letras garrafais que se acendiam à noite, dando um efeito muito "clarificador"ao cidadão eleitor.
Parto do princípio que havia um contador ligado aos postes para registar a despesa a apresentar ao referido partido.
No Curral das Freiras perguntei ao dono do café onde bebi uma poncha ( por sinal bem fraquinha ) quem é que ele achava que ia ganhar as eleições. Resposta rápida e incisiva:
- Então quem é que havia de ser?! O povo aqui não é parvo, vota em quem faz as coisas!
Como os jornais do continente chegam tarde, comprava o Diário de Notícias local.
Por ele fiquei a saber que a célebre festa do Chão da Lagoa, que se realiza sempre em finais de Julho, este ano será no 1º de Maio.
E ainda que há Assembleias de Voto onde nas mesas não existe pluralidade nos seus membros e que o voto acompanhado, sem comprovativo médico, é uma constante.
Onde é que eu já vi isto?
Mas a Madeira não deixa de ser uma bela ilha, cheia de encanto ( cuidado com o betão!) e os madeirenses recebem muito bem os seus visitantes.
A Madeira é um jardim, não é o Jardim!

8 comentários:

Skywatcher disse...

"Entre o verde, as flores e o azul do mar proliferam centenas de cartazes dos vários partidos em disputa pelo poder." ...dizia a amiga Rosa dos Ventos. Mas alguém acredita que na Madeira existam VÁRIOS partidos a disputar o poder??? Só se fôr na teoria ;-)

Su disse...

obvio que não existem varios....nem aqui ..nem aí....


jocas maradas de azul ilheu

Arauto da Ria disse...

A Madeira aparentemente é um jardim,mas a sua realidade é a governação do Bokassa que é eleito como no antigamente eram eleitos Salazar e Caetano. O 25 de Abril só lampejou por lá.
Gostei do teu canto.
Boa Páscoa

Eyes wide open disse...

Quando lá estive de férias, também tive esta percepção. Quando depois disso, lá estive a trabalhar quase seis meses, em contacto estreito com as realidades locais, e com algumas estruturas do poder local, aí fiquei verdadeiramente "arrepiada"... não fosse eu a constatar teria tido dificuldade em tomar por verdadeiros alguns contornos desta "jardinocracia". Mas é uma ilha lindíssima, e as suas fotos estão bem bonitas.
Bom fds.
*

Luis Eme disse...

É pena que os madeirenses não pensem assim...

Eles pensam mesmo que aquilo é do Albeto João... e devem ter medo de mudanças...

Uma Páscoa Feliz, Rosa.

Ida disse...

Que apropriada essa última frase do teu post... és mesmo uma rapariga nada boba. As fotos embaixo tb tão lindas... ainda hei de lá ir, com ou sem sr. Jardim... e depois, como dizia a minha mãe, não há mal que sempre dure... tudo passa na vida.

Boa Páscoa, boa ressurreição para ti, Senhora dos ventos.

Jaime disse...

Belas férias! O Jardim é um tipo incrível e boçal. Os madeirenses deveriam correr com ele, porque dá mau aspecto!

Maria disse...

O que destoa na Madeira é mesmo o Alberto João.
Mas será que os madeirenses sabem disso?

Beijos