domingo, junho 23, 2019

Férias grandes



Hoje, os meus rapazes chegam de Lisboa com o pai, para passarem as férias grandes comigo.
Espero que seja um tempo de alegria e de aprendizagem para eles e para mim.
Também eu passava cerca de um mês em casa dos meus avós maternos onde encontrava seis primos e primas que viviam numa liberdade completa durante as férias escolares.
A estrada não era alcatroada, carros contavam-se pelos dedos e ninguém se preocupava por andarmos à solta o dia inteiro, com marcação de horas para as refeições, como é óbvio.
Saltávamos paredes, andávamos de bicicleta, escondíamo-nos nas tulhas vazias do lagar de azeite do meu avô e ouvíamos histórias contadas pelo tio Gabriel, sempre disposto a distrair-nos.
Apesar da liberdade dos meus netos estar condicionada, espero que recordem com saudade as férias em casa dos avós paternos como eu ainda recordo as minhas no meio de uma paisagem serrana, muito perto do local onde lhes tirei esta fotografia no Verão de 2015!

11 comentários:

ematejoca disse...

Votos de umas férias maravilhosas e inesquecíveis para ti e para eles 🍢🍭

Justine disse...

tu saberás encontrar maneira de ultrapassar a falta de liberdade, que uma cidade e o tempo actual sempre condiciona. E os teus netos terão muito que recordar.
Boas férias para todos

Janita disse...

Quatro anos após esta fotografia, os teus netos já estão crescidinhos e prontos para se divertirem, na casa dos avós, e mais tarde, recordar.
Se houver mais crianças, aí pela vizinhança, melhor serão as suas férias na Aldeia. :)

Beijinho, Leo, aproveita e diverte-te também.

Anónimo disse...

Umas férias "na terra", com os pés nela... que mais se poderia desejar para nós e para "eles"? Recordações que nos ficam para sempre.
Que o carinho vos abrace a todos!
Bjs
bettips

Rogério G.V. Pereira disse...

O que eu tenho para ofertar
aos meus netos
é um terceiro andar
com janela virada para o mar
e depois tudo o resto,
que não dá para contar

Anónimo disse...

Aprovei-te-os pois qd forem adolescentes deixam de gostar de ir -fala a experiência!
Um abraço
Dalma

Luis Eme disse...

Tirando a quinzena de praia, o resto das férias eram passadas na casa dos meus avós maternos, na minha meninice, Rosa. :)

As inesquecíveis férias do campo...

Olinda Melo disse...


Olá, Rosa dos Ventos


Lindos que eles aí estão e interessados. Serão imagens que mais tarde recordarão, tenho a certeza. A infância é a fase da vida que nos forma e tudo o que nela vivermos permanecerá.

Boas férias com os netinhos, é o que eu desejo.

Bjs

Olinda

Clara disse...


Sorte a deles... e a tua também por os teres aí contigo!
Apesar de ainda serem novitos, e por isso a liberdade estar ainda condicionada, têm idade suficiente para lhes ficar na memória as férias na casa dos avós. E depois... as fotografias também ajudam! Tira-lhes/vos muitas... serão um consolo para ti... e um dia mais tarde para eles também.

Beijinhos
(^^)

O meu pensamento viaja disse...

Que sejam - vão ser - momentos muito felizes!

A TItica disse...

Que sorte eles têm, nos miminhos dos avós e em liberdade.

Com toda a certeza que vão construir memórias juntos!!!