quinta-feira, abril 10, 2014

Canções de Abril



Um pouco por toda a cidade vão-se realizando eventos comemorativos dos 40 anos do 25 de Abril.
Ontem foi dia de alinhar numa actividade organizada pela Biblioteca Orlando Ribeiro em parceria com a Junta de Freguesia do Lumiar.
Embora não seja muito legível, podemos verificar que esta autarquia organizou um vasto programa para todo o mês de Abril.




Foi este o tema em debate e pudemos relembrar, cantar e acompanhar com alguns instrumentos musicais as canções mais significativas no contexto do antes e do pós 25 de Abril.
"A Trova do Vento que Passa", "Os Vampiros" e "Grândola, Vila Morena" não puderam faltar...
Foram ainda passadas imagens da partida dos paquetes com tropas para o Ultramar, de cenas de guerra com feridos e ainda do 25 de Abril e das suas canções-senha, "E depois do Adeus" e "Grândola..."
Alguns dos presentes deram o seu testemunho sobre a guerra colonial, a repressão que se vivia na época, a forma como adquiriam os discos de vinil proibidos pela censura, também pude contar como adquiri, em Setúbal, onde dava aulas na altura, o meu primeiro disco de Zeca Afonso.
"Liberdade" de Sérgio Godinho foi a canção com que terminámos a sessão, com um certo sabor amargo na boca por constatarmos que, afinal, ainda não há Liberdade a sério uma vez que no actual contexto  o Pão, a Habitação, a Educação e a Saúde não estão asseguradas a milhares de portugueses.




Foram ainda oferecidos crachás com imagens e versos alusivos à data festejada.
Pude ficar com estes três, o verde tem versos de Manuel Alegre e o vermelho de Ary dos Santos.

21 comentários:

Anónimo disse...

Gostava de ter participado nessa iniciativa, mas estou longe.
A RV deve ter sido colega , em Setubal , do meu cunhado mais velho, amigo pessoal do Zeca Afonso.Como o mundo é pequeno...M.A.A.

ematejoca disse...

40 anos do 25 de Abril e os cravos vermelhos murcharam COMPLETAMENTE!

São disse...

Que pena eu não ter podido participar.

Indigna esta proibição à intervenção oral dos Capitães na Assembleia da República!!

Os partidos de Esquerda se não saírem da sala mostram, além de ingratidão, falta de vergonha!!

Beijinhos

Mar Arável disse...

Roubem-nos tudo

menos a voz
e a poesia

Bj


Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde,
Abril dos capitães, é bom que a data não seja esquecida que é unicamente deles.
Este ano pela primeira vez os capitães de abril não falam na assembleia nacional, foram vetados pelo PSD e PP, os ignorantes destes deputados que vetaram os discurso dos capitães de a Abril, desconhecem (ou Não querem saber) que se não fossem estes heróis, eles não eram deputados.
Dia feliz
ag

Boa tarde,
A Sylvia Kristel é inesquecível para sua enorme beleza, poucos dias atrás assisti a um filme com ela, sempre fui um apaixonado por ela, confessei-me.
Dia feliz
ag

http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

Majo disse...

~
~ ~ Podes e deves sentir-te uma privilegiada por teres participado em tão
~ bela e enocionante homenagem.

~ Precisamos de reviver os ideais e espírito de Abril, mais do que munca. ~

~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ Obrigada pela tua sentida e digna partilha. ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~ ~

~ ~ Fico feliz por teres vivido os bons momentos que nos descreveste. ~ ~

~ ~ ~ ~ ~ Abraço muito amigo. ~ ~ ~ ~ ~

Carpe diem to me disse...

Uma bela iniciativa!
Beijinhos

Graça Sampaio disse...

Deve ter sido muito interessante e comovente até!

Lisboa é, de facto, o centro do (nosso) mundo!! Mas... cada um tem apenas aquilo que merece, não é? Não apenas a sogra (que merece)...

Beijinhos

Carpe diem to me disse...

Ah, e adorei os crachás com os versos! Muito criativo!

Maria disse...

Do que me foste lembrar agora...só há liberdade a sério quando houver....parece que ainda não há!!!!
Beijinhos amiga ...nós os que jovens vimos os verdadeiros cravos de abril, ficamos nostálgicos nesta época!
Beijinhos
maria

marina disse...

Gosto muito das musicas de Abril e adorei os crachás, gostava de ter um de cada....
Beijinho

marina disse...

Gosto muito das musicas de Abril e adorei os crachás, gostava de ter um de cada....
Beijinho

marina disse...

Gosto muito das musicas de Abril e adorei os crachás, gostava de ter um de cada....
Beijinho

marina disse...

Gosto muito das musicas de Abril e adorei os crachás, gostava de ter um de cada....
Beijinho

Teté disse...

Ora aí está um programa que não tinha desdenhado, se bem que a minha voz de cana rachada não me permita cantorias (só no meio de muita gente, como me pareceu ser o caso)!

Mas fiquei com uma pulga atrás da orelha, que adorei esse crachat do cravo! Vou ver se consigo arranjá-lo na biblioteca... :)

Abraço

Pedro Coimbra disse...

Canções que todos conhecemos e não esquecemos
BFDS

O Puma disse...

Em Abril

rebentam os cravos vermelhos

heretico disse...

para que não nos apaguem a memória...

beijo

mlu disse...

Como disse há dias, destas e doutras iniciativas é que eu gosto em Lisboa...mas não estou lá! Se estivesse não perderia!
Há muita gente descrente de Abril, em que eu (vá-se lá saber porquê) ainda consigo acreditar. É preciso fazê-lo renascer e eventos como este ajudam!
Obrigada pela partilha!
Bom fim de semana,

Um abraço.

Flor de Jasmim disse...

Rosa como eu adorava estar presente!
Amanhã vou a uma das comemorações aqui na Marinha Grande, um espectáculo com varios artistas cá da Marinha, incluindo os Tocàndar onde meus 3 netos tocam, isto em homenagem ao Adriano Correia de Oliveira, a filha dele Isabel Correia vai estar presente.

Obrigada Rosa pela partilha. Abril SEMPRE.

Beijinho e uma flor

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Como também sou " Lumiarense" ( embora não por muito mais tempo...)esta iniciativa não me escapou. Infelizmente, ainda não pude ir a nenhum evento (:-