sábado, junho 08, 2013

Sábado à tarde...



Ainda haverá quem viva sábados assim? 

16 comentários:

marina disse...

Nah! Acho que não...
Um bom sábado Rosinha!!!

AFRODITE disse...


Adoro esta música... e já não a ouvia há bastante tempo. :)

Haverá sempre quem vença a timidez no recanto de uma sala de cinema... em que a tarde se faz noite quando as luzes se apagam e os corações se acendem.

Acho que não vou a uma matiné desde que o meu filho era pequeno...


Beijinhos e bom fim de semana
(^^)

Catarina disse...

Talvez… embora a nova geração tenha uma forma um pouco diferente de se expressar. O nervosismo não evoluiu, continua a existir, as horas ao espelho também, cigarros talvez não... Ainda vejo algumas semelhanças. : )

Teté disse...

Bom, a música faz lembrar tempos da nossa adolescência, e esses já não voltam. Quanto aos adolescentes de hoje, terão algumas semelhanças no nervosismo e timidez de uma relação amorosa, mas suponho que já não passam tanto por mãos dadas ou abraços no escurinho do cinema... :)

Abraço

Flor de Jasmim disse...

Rosa talvez sim, mas não acredito que a juventude de hoje não viva momentos de ansiedade e timidez como nós, houve muita evolução, nem toda ela a melhor.
Paulo de Carvalho é uma referência cá em casa, ouvimo-lo imensas vezes!

beijinho e uma flor

Anónimo disse...

\Com a chuva miudinha que visitou esta manhã de domingo que haveria de ser soalheira (não solarenga como está a ouvir-se amiúde),soube-me bem esta inocência de cadência e letra no silêncio absoluto que me rodeia.´Pertinente como sempre,Amiga.Kinkas

Rosa dos Ventos disse...

E a tarde de domingo que deveria ser de sol na eira e no nabal "obriga-nos" a andarmos por aqui...à falta de cinema, querida Kinkas! :-))

Abraço

quem és, que fazes aqui? disse...


Enquanto nos mantivermos adolescentes perante a vida, haverá sempre tardes de sábado...

Que bom!

Beijo

Laura

O Puma disse...

Ainda há sábados à tarde

até muito tarde

O meu pensamento viaja disse...

Mas já vivi! Beijo

O meu pensamento viaja disse...

De repente, tive 15 anos!
Obrigada, amiga.
Beijo, beijo!

Justine disse...

Ah que nostalgia desses sábados de sonho e ilusão, em que o mundo era todo meu...

Turista disse...

Querida Rosinha, claro que sim! Que achas que fazem os netos e os sobrinhos mai'novos? O mesmo que nós fazíamos, na idade deles com o devido upload, claro! ;)
Beijinhos grandes.

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Rosinhamiga

Amanhã ou melhor, na terça-feira seguem todos os prémios para todos os ganhadores do PASSATEMPO/CONCURSO - menos os teus que, ainda são seis por mor da gentileza do Bicamigo. Obrigado

Se já mos mandaste, esta cabeça de burro talvez os tenha...perdido. E nem a Secção de Perdidos e Achados me pode valer...

Qjs e bom "Dia da Raça" Segundo o Palhaço. Espero que não façarei mais confusões.

Qjs

Henrique

Rui Pascoal disse...

Uma bonita canção do "nosso tempo" que há muito não ouvia.
:)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Por acaso ontem tive uma tarde de sábado parecida :-)
E o filme era muito bom, mas sobre isso escreverei lá no On the rocks um dia destes.
Ah, é verdade... adoro esta canção!