quarta-feira, junho 05, 2013

De novo na Feira do Livro

Ontem foi dia de voltar à Feira!
Desta vez para comprar e esplanar, o dia estava óptimo para isso.
Estas foram as compras...não que não gostasse de trazer mais alguns mas há que fazer contas à vida!





Como ia muito bem acompanhada pelo meu "compagnon de route" que também se abalançou nalgumas compras, acabámos a tarde a esplanar, comendo filhoses, bebendo umas imperiais e aproveitando a esplendorosa tarde...




Mas o governo diz que há professores a mais!


Um povo que tem que se preocupar com a subsistência não pode ir mais além!



Gostei muito deste cartaz e já da outra vez o tinha fotografado...ficou um pouco melhor mas pouco...




E, finalmente, lá no topo do Parque, a nossa bandeira a esvoaçar ao vento!

25 comentários:

Belle du Jour disse...

Ainda não consegui ir com muita pena minha.

Belle du Jour disse...

Ainda não consegui ir com muita pena minha.

Observador disse...

Por incrível que possa parecer, ainda não visitei a Feira do Livro deste ano.

São disse...

Ainda não fui e tenho até receio de ir, porque tenho imensos livros em pilha esperando que os leia e continuo comprando como se ainda tivesse só vinte anos...

Boa reportagem e acho que fizeste boas compras.

Abraço grande

Teté disse...

Vou voltar lá hoje, para a Hora H! Sempre se fazem umas comprinhas mais em conta... :)

Sabe sempre bem juntar o útil ao agradável e quem não gosta de esplanar, num bom dia? :)))

Abraço

ematejoca disse...

Estou piursa por este ano não haver Feira do Livro na cidade invicta!!!

Vou deixar de comprar livros, porque no meu aniversário (agradeço os votos de parabéns por ti enviados, Rosa dos Ventos!) duas das minhas filhas me ofereceram um e-book para evitar que a nossa casa se continue a afundar em livros.


Em resposta ao teu último comentário:

"O Evangelho Segundo Jesus Cristo" é mais profundo, mesmo assim, li "CAIM" pela segunda vez com imenso prazer.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Também não fui à Feira do Livro
por estar doente. De qualquer
modo tenho uma quantidade de
livros que ainda não li, mas
gostava de ter o da Fundação
Pordata.
Querem que sejamos um país de
pobres e ignorantes, para assim
dominarem melhor.
Bj.
Irene Alves

marina disse...

Vou na sexta feira, tambem gostava de comprar muitos livros, tenho uma lista enorme, mas a situação apenas me permitirá comprar um ou dois!
Boa reportagem, a tu, estou com muita vontade de ir!

quem és, que fazes aqui? disse...


Eu tenho de ir mesmo à livraria...
:((

Boas compras!

Beijo

Laura

O meu pensamento viaja disse...

Ainda não fui! O programa foi excelente.
Beijo

Graça Sampaio disse...

Ele há boas vidas, sim senhor!!...

Também gosto muito daquele cartaz em coração; está muito bem conseguido!
Olha, nos 500 mil que não sabem ler contaram com o ...
Espero que sim....

Beijinhos e boas leituras.

maria disse...

E eu ainda não fui :(

Quando for também quero esplanar eheheh

Abracinho :)))

Duarte disse...

A divulgação do livro tinha que ser mais frequente.
Aqui também é uma vez ao ano.
Também está o dia do livro. O dia do estudante. E os livreiros lá vão tentando enfocar uma ou outra novidade, mas falta que o ESTADO se molhe no assunto, seriamente.
Quinhentas mil pessoas, parece incrível. Estamos no século XXI!
Abraços

Flor de Jasmim disse...

Excelente reportagem Rosa, adorei,as fotos estão lindas!
eu não fui, nem vou com muita pena minha, mas não me é possivel.

beijinho e uma flor

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já li o primeiro e digo-lhe que fez uma boa compra! Já escrevi um post sobre ele no On the Rocks
Amanhã voltarei à Feira, á procura de pechinchas...

Rosa dos Ventos disse...

A única pechincha foi o da Cecília Meireles que me custou 3 euros! :-))

Anónimo disse...

Não compraram o primeiro livro para o Tiago,se possível autografado?Peço-te encarecidamente que o faças em meu nome.Está bem? Não me refiro a livro infantil,mas a um que seja marcante neste ano, nesta feira,que o lembre, lá prós 17 anos
que nasceu durante uma Feira do Livro da sua terra natal.Tá bem??
Juro que que pagarei!Será o meu prémio por ele ter nascido quase no dia da criança,na primavera,e durante a Feira do Livro.Abraço Kinkas.

Rosa dos Ventos disse...

Querida Kinkas
Só tu para teres um pensamento tão bonito!
Nem nos lembrámos, mea culpa!
Ando mesmo apalermada!
Vou fazer os possíveis...nem que seja por interposta pessoa!

Abraço

O Puma disse...

Na verdade

mlu disse...

Belíssimo programa, o deste dia! Fui 2 ou 3 vezes à feira do livro a Lisboa e gostei muito!
Tomei nota do autor, que não conhecia, do 1º livro e do título que parece sugestivo. Vou tentar encontrá-lo.
Então, boas leituras num bom fim de semana!

Um abraço.

Jardineiro do Rei disse...

Olá Rosa...

Também fui à Feira do Livro. Mas desta vez fui mais comedido nas compras que os tempos vão de penúria. Comprei dois livros: Um sobre plantas: Plantas Aromáticas e Óleos Essenciais. E um outro sobre Carpintaria, para recordar velhos tempos...

Um abraço

João

Catarina disse...

Bons livros.
Ah! Essa bandeira... uma das duas mais belas do mundo! : )

Rosa dos Ventos disse...

Para mim a mais bela, Catarina! :-))
Mas compreendo que a do plátano também te esteja no coração!

Abraço

Nina disse...

Ainda temos bandeira, Rosinha?
Vá lá. Ao menos isso!
Aquele abraço e mil beijos aos piquenos reis (pois...agora são dois!:))

Rosa dos Ventos disse...

Ainda temos bandeira e eu gosto muito dela, Nina! :-))

Abraço