terça-feira, maio 28, 2013

Manhã na cidade


(imagem da net)


Hoje o dia não começou muito bem!
Não sei por que razão mas não fui capaz de fazer clicar o cinto da cadeirinha do Dinis para o levar para a creche.
Tive que o tirar do carro, uma vez que não estava seguro, voltar atrás, tocar à campainha, obrigar a mãe a descer para ela efectuar a operação!
Além de ficar com uma enorme dor nas costas, fiquei furiosa e a pensar como é que os meus filhos sobreviveram a milhares de kms feitos sem cadeirinha...mas, o que é um facto, é que os tempos são outros, há muito mais trânsito e a segurança infantil é inquestionável.
Depois de o ter deixado, voltei para o carro e fiz o percurso de sempre...
Numa tentativa de acalmar e de captar algo de belo ergui o olhar para a copa das árvores da rua onde passo todos os dia e eis que as primeiras flores de jacarandá me saúdam num  gesto de harmonia!
Como é que eu ainda não tinha reparado que a rua estava ladeada de jacarandás?
É que o garoto só entrou para a creche em Setembro e nessa altura levava-o no carrinho...
Salvou-se o dia com este despontar de beleza...e com o miúdo a dizer adeus ao helicóptero que sobrevoa as manhãs da cidade!

27 comentários:

Pitanga Doce disse...

As flores do jacarandá são de uma beleza extrema. Quer na cor ou no formato.

Bom resto de dia e esquece o começo.

Luis Eme disse...

grande avó. :)

abraço Rosa

Nina disse...

O dia já estava salvo, só ao olhares o teu neto.:)
Aquele abraço, Rosinha!

Rui da Bica disse...

É isso, Rosa ! ... Afinal o dia até começou bem ! ...
Bastou esquecer os pequenos percalços e olhar em volta !
A natureza tem esse dão. Basta "olhar" em volta e o dia recomeça! :)))

Abraço ! :))
.

Poppy disse...

Por vezes dias que começam menos bem reservam boas surpresas :) As árvores da minha rua também estão lindas, não sei é o nome :/ Dão umas flores cor-de-rosa, fica um espanto mesmo.

Abraços

mmm´s disse...

Os dias "ganham-se" nos pormenores que fazem a diferença. O dia foi ganho certamente pela constatação da VIDA!

http://lavarcabecas.blogspot.pt/

Silenciosamente ouvindo... disse...

Um sinal minha querida amiga
de que os dias têm sempre algo
de belo para nos dar. Que viver
é importante. Às vezes andamos
demasiado distraídas que não
vimos.
Beijinhos
Irene Alves

Dalma disse...

Só amanhã saberei se o jacarandá do meu jardim já floriu!

quem és, que fazes aqui? disse...


Sempre os mesmos gestos, sempre os mesmos passos percorridos... na azáfama, a Natureza faz-nos uma carícia e a ela/nela nos rendemos.

Beijo

Laura

Teté disse...

Há dias que começam assim, mas vale que depois a tendência é correrem melhor. Nem que seja pela fruição da paisagem que nos rodeia - e as flores dos jacarandás são lindas! :)

Abraço

Rui Pascoal disse...

Hoje levei a minha mãe à cabeleireira, costuma ser à sexta, com 88 anos está cada vez mais bonita e faladora... não é só o seu neto.
:)

redonda disse...

Uma imagem que associo à última vez que estive em Lisboa :)
um beijinho

Lilá(s) disse...

OLha os meus jacarandás! na minha rua estão atrasados! só ainda se adivinham os botões! vou estar atenta....
Bjs

mlu disse...

Afinal, tudo valeu a pena! A flor de jacarandá tem uma cor que acalma a gente! O Dinis vai gostar delas também!


Um abraço.

luisa disse...

Em Faro os jacarandás também estão em flor. São lindos. :)

Graça Sampaio disse...

Adoooooooro as cores dos jacarandás!

Bons dias, como este e outros que hão de vir.

Beijo.

Teresa disse...

Por aqui ainda não se vêem as flores dos jacarandás!
(Sabes, segundo os critérios de segurança atuais, nós devíamos ter morrido todos antes dos 10 anos!)
Bjs

Flor de Jasmim disse...

A beleza da natureza comtemplada pelos teus olhos sobrepos-se ao aborrecimento do cinto.
O Dinis um dia vai falar na avó sempre que veja os jacarandás em flor.

Beijinho e uma flor

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Por aqui ainda não vi as flores dos jacarandás e já tinha sentido a sua falta...

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Rositamiga

AGUARDO A REMESSA DOS TEUS DADOS, a fim de te poder enviar as seis folhinhas indianas etc. e tal. O Bicamigo prescindiu das suas, dele, revertendo-as simpaticamente para tu.


No que concerne ao texto envio-te os meus parabéns. Os jacarandés floridos dão tom a este magnífico naco de prosa.

Qjs

Henrique

Catarina disse...

Flores lindas a mimar uma avó linda! : )

maria disse...

E a paisagem fica tão bonita com as flores dos jacarandá que mesmo o dia começando mal, acabou em bem :)

Beijinho aos dois :))

AFRODITE disse...

:)
Por isso eu sempre digo... que as coisas mais belas e as que nos fazem mais felizes são as coisas simples!

Felizes os que se maravilham com as coisas singelas!


Beijinho singelo
(^^)

marina disse...

O que é certo é que já não conseguimos andar com os meninos sem cadeirinhas, e o meu filho tambem não andava de cadeirinha...e jacarandás acredita na minha ignorância não sei o que são...
Que inculta que sou...
vou já pesquisar...

marina disse...

Então não é que as adoro? e tirei-lhes muitas fotografias, pois é, mas não sabia o nome.Obrigada!

O caçador de brumas disse...

Cá longe, muito longe... nas costas do Índico onde o sol nasce no mar para se afogar em terra, numa cidade, Maputo, onde às vezes há NET e falta a electricidade é sempre saboroso o reencontro!
Aquele abraço, grande, grande,e a minha admiração por tão bela escrita.
joão sena

O caçador de brumas disse...

Cá longe, muito longe... nas costas do Índico onde o sol nasce no mar para se afogar em terra, numa cidade, Maputo, onde às vezes há NET e falta a electricidade é sempre saboroso o reencontro!
Aquele abraço, grande, grande,e a minha admiração por tão bela escrita.
joão sena