quarta-feira, setembro 21, 2011

Seia - II









Como tinha prometido vou agora falar um pouco do Museu do Brinquedo que fica localizado no centro da cidade, pertíssimo do Posto de Turismo e que visitámos de tarde.
Já conhecia o Museu do Brinquedo de Sintra que é uma maravilha embora com uma estrutura diferente deste.


Na recepção encontra-se este poema de Miguel Torga, alusivo à infância! Pensei que se lesse melhor... 


Havia na primeira sala uma exposição temporária de brinquedos dos Palop(s) e este carro eléctrico, feito com latas de atum Bom Petisco e com todos os pormenores, era obra de um artista guineense residente em Portugal.


Aqui era o cantinho das bicicletas e triciclos, havendo nas paredes fotografias antigas de crianças usando estes transportes.


Brinquedos de madeira com algumas marionettes para utilização dos visitantes mais pequenos. 

Passagem bastante prolongada pelo Centro de Recuperação da Serra da Estrela (CISE), sendo esta flor o seu símbolo. Fomos acompanhadas por um jovem biólogo, excelente guia, que nos apresentou a serra em todos os seus aspectos.
Um filme a três dimensões deixou-nos a sensação de voarmos sobre a montanha, as suas aldeias, as suas lagoas.
Excelente espaço educativo!


Finalmente subida muito acentuada até à aldeia serrana da Lapa dos Dinheiros para pernoitarmos nas Casas da Lapa, TH.
Como não íamos preparadas, não pudemos aproveitar o belo final de tarde na piscina mas ali ficámos, debaixo de um chapéu, a conversar e a fazer o balanço do que víramos até então, esperando também pelo jantar que, diga-se em abono da verdade, deixou muito a desejar.
Os quartos eram agradáveis, a paisagem soberba e o pequeno almoço redimiu a má impressão do jantar!

Nota: Tinha mais fotos para colocar com os locais que visitámos no dia seguinte, algumas aldeias entre as quais Loriga, várias lagoas, a Torre, as Penhas Douradas onde almoçámos e a Covilhã mas elas recusaram-se a entrar, felizmente para os meus pacientes leitores.
Fico-me assim por aqui!

18 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Se clicarem, o poema até se lê razoavelmente!

Rogério Pereira disse...

Cliquei no poema, mas não consegui. Irei lê-lo noutro lado

è boa cicerone de Seia e da região. Também fiquei a saber existir um museu do brinquedo em Sintra

Tudo ganhos, portanto...

Rui Pascoal disse...

Obrigado pelo poema, pelas dicas e pelas fotos. "Venham mais cinco" ou dez.
:)

AC disse...

Rosa,
Desta vez andou pelas minhas vizinhanças. Espero que tenha tirado o devido proveito da visita.

Bjs

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Lá diz o ditado que "santos de casa não fazem milagres" e, por incrível que pareça, nunca fui ao Museu do Brinquedo.
Obrigado por me ter lembrado esta falha.

redonda disse...

Gostei muito do passeio e descobri mais um Museu que gostaria de visitar :)
E "felizmente" é antes "infelizmente" - o que é preciso é convencer as fotografias a entrarem, a bem ou a mal!
um beijinho
Gábi

Olinda Melo disse...

Uma viagem ao mundo da magia.

Obrigada, Rosa.

Bjo

Olinda

Nina disse...

:))
Nunca visitei nenhum museu de brinquedos, aliás, já nem me lembro quando foi a última vez que entrei num museu.
Um dia, hei-de (sabes que perde o hífen, no acordo?) visitá-los todos.:)

beijinhos

maria disse...

Lindo :)))

Gostei muito das fotos, deste e do post do pão :)

Aceitam-se primas???

Beijabraço :)

trepadeira disse...

Uma viagem encantadora.
O CISE é uma óptima referência,uma das melhores em todo o Parque Natural da Serra da Estrela.Por lá tenho encontrado alguns biólogos empenhados para me ajudarem,nas minhas muitas ignorâncias,a identificar algumas aves e também cogumelos.

Um abraço,
mário

Rosa dos Ventos disse...

Caro Mário/Trepadeira
Eu, que até não sou da área das Ciências, fiquei maravilhada com a beleza e riqueza da Serra explicada ao "vivo e a cores" pelo jovem guia que não se cansou de responder a todas as nossas questões!

Abraço

São disse...

Gosto de Museus de Brinquedos. já vi o de Sintra.

Tenta colocar fotos, que eu gosto.

Beijinhos

carol disse...

Conheço o museu dos brinquedos de Sintra e agora fiquei a conhecer este também. Aquele elétrico feito de latas de atum está uma maravilha! Maravilha é, de igual modo, a paisagem de que disfrutaram. É uma zona LINDA!
Podes E deves) pôr o resto das fotos, apesar de darem muito trabalho...
Beijinhos

Turista disse...

Querida Rosa, infelizmente queres tu dizer, porque gosto imenso destes teus passeios, em imagens! Não sabia que existia outro Museu do Brinquedo, sem ser o de Sintra, obrigada pela dica! :)

Anónimo disse...

Não sei se fiquei mais entusiasmada com este museu que não conheço , se com o que o guia ( meu colega ) vos foi transmitindo sobre a serra; quanto eu gostava de ter feito parte deste grupo. M.A.A.

Duarte disse...

Não conhecia e gostei muito. Vir até aqui é para aprender. Ademais com uma exposição gráfica que consola.
De Seia, aquele queijo tão bom antes de subir a Serra, que me levou a escrever assim...

Cheira a serra,
cheira a monte.
Chamasse Estrela.
Desde Seia,
estradas estreitas,
neblina,
abismos,
pendentes,
arrepios.
Ainda com sabores
fortes...
àquele queijo!
Céu tapado,
pelas nuvens…
Depois,
céu aberto...
céu azul,
nuvens de algodão.
Tudo branco!
Parece neve,
são nuvens!

Já lá vão uns quantos anos...

Abraços

Lídia Borges disse...

Sempre muito interessante a partilha destes olhares pelos recantos do nosso país.
O museu dos brinquedos gostava de visitar. É que hoje as crianças já não têm brinquedos que os ajudem a recriar o mundo através da imaginação.

Um beijo

HB disse...

Boa descrição . O CISE é muito bom .Acreditas que há montes de gente em Seia que nunca visitaram qualquer dos locais que tão bem descreveste ???