sábado, junho 19, 2010

De passagem...

De passagem na passagem...

20 comentários:

Isa GT disse...

Linda foto e título bem escolhido.

Não te esqueças de contar se te divertiste no casório ;)))
Beijinhos

carol disse...

Uff! Que aperto! Ele há passagens difíceis...

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Após pequenas passagens... horizontes abertos. Beijos

bettips disse...

Não sei que horas eram - mas escolhida a imagem que condiz coma passagem estreita que nos é a vida. Alguns a fazem luminosa e dividem a luz com outros.
Assim. Como ele, sempre esperançado.
Bj

Duarte disse...

A intenção foi boa, se engordas não passas. É bom para manter a linha...

Abraços

Lilá(s) disse...

No verão deve ser fresquinha.
Linda imagem!
Bjs

Ana disse...

:) a vida...

Rui da Bica disse...

Muito gira a foto !!!
.

via disse...

isto parece-me uma passagem na lourinhã mas é, possivelmente apenas parecida. boa foto.

Há.dias.assim disse...

Nazaré?
Bjs

Rosa dos Ventos disse...

Há.dias.assim
Exactamente!
Nazaré...
Mas não era para adivinharem, foi apenas o lembrar-me como a vida é uma curta e estreita passagem...para outra margem...


Abraço

JPD disse...

Onde estará o semáforo?

Bjs

fj disse...

apesar de existirem passagens ainda mais estreitas, quem não passa ali sei quem é... :))
abraço

Maria P. disse...

Bem "apanhada"!
:)

Beijinho*

Pitanga Doce disse...

Estou prendendo a respiração para passar, não vá ficar entalada. hehe.

tsiwari disse...

bem ... espectacular, esta foto!!!


:)********

Patti disse...

Muito bem apanhada. Dá para divagarmos tanto ...

Rui da Bica disse...

Como será quando 2 pessoas se cruzam a meio ?
... e se forem gordas ?...
... e se for de noite, quem se atreve ?...
:)))
.

Rosa dos Ventos disse...

Que eu saiba nunca houve nestas passagens graves problemas de trânsito!:-))
Todas as ruas perpendiculares à marginal,no núcleo urbano central, na Nazaré, têm destas passagens entre si, uma vez que são muito compridas e assim passa-se mais facilmente de uma para outra rua.

Abraço

rouxinol de Bernardim disse...

Parece o ar condicionado dos pobres,...