terça-feira, junho 29, 2010

A 29 de Junho...

A 29 de Junho de 1900 nascia, em Lyon, Antoine de Saint-Exupéry, escritor, pintor e aviador combatente na Segunda Guerra Mundial.
Desapareceu algures, ao largo de Marselha, aos comandos do seu avião, quando fazia uma missão de reconhecimento, a 31 de Julho de 1944.
O seu corpo nunca foi encontrado. "Le Petit Prince", publicado em 1943, é a sua obra de referência. Tem encantado gerações sucessivas de leitores de todas as idades, passe a redundância.
Em boa hora chegou a fazer parte dos livros sugeridos pelo Ministério da Educação para ser estudado como obra completa.
De uma simplicidade aparente, ensina-nos como nos equivocamos na avaliação das coisas e das pessoas que nos rodeiam e como esses julgamentos nos levam à solidão porque nos esquecemos da criança que fomos.
Todas as ilustrações são da sua autoria .

Esta é uma das frases-chave desta obra!
Aconselho os meus visitantes a relerem alguns dos seus deliciosos diálogos como, por exemplo, o diálogo entre a raposa e o Principezinho...


Nota: As imagens são da net

15 comentários:

Maria disse...

O meu livro está velhinho, velhinho...
Mas é um livro que ofereço, recorrentemente, a crianças...

Um abraço, Rosa.

Rui da Bica disse...

Fabuloso. Um livro que deve ser oferecido a todas as crianças e que todos os adultos devem reler !

O coração é o nosso melhor orgão de visão: O coração vê o que os olhos não vêem ! Os olhos apenas vêem o acessório.

Bjs
.
.

Apple disse...

É um dos livros que trago no coração e que norteia os meus passos.

Bjs

sendyourlove disse...

...também o ofereço muitas vezes a crianças...

carol disse...

Parece que combinámos...

Isa GT disse...

e...de como os adultos gostam de complicar tudo :)

Bjos

Pitanga Doce disse...

Pois é invisível sim. Principalmente se estiver a kms de distância. E nem assim deixa de ser essencial. Ó dó!

maria mar disse...

"Le Petit Prince" foi uma das obras que li em francês, e adorei. Já lá vão uns anos largos, possivelmente se o lesse agora encontratria outros encantos...
Abraço amiga

Vieira Calado disse...

Ficou para sempre

no grande mar universal!


Saudações poéticas.

via disse...

daqui fica também a minha homenagem ao petit prince e ao autor! Tchim Tchim!

goiaba disse...

Obrigada por lembrar. Vale a pena, de vez em quando, reler o "Le petit Prince" - é que nós sabemos "que é assim" mas esquecemos no dia a dia com muita facilidade.

Tite disse...

Rosa amiga,

Só para dizer que a imagem é mesmo do Saint-Exupéry. (risos)

Pena que este autor tenha desaparecido tão cedo do nosso convívio para deixar mais obra, ou talvez a missão dele fosse apenas essa.

Jinhosssss

L.O.L. disse...

Le Petit Prince continua a ser um dos meus livros de cabeceira....passados 25 anos desde que o li pela 1ª vez

Duarte disse...

Para mim, grande, imenso.
Li quase tudo o que está escrito, nos idiomas de sei ler, deste grande homem das letras. São muitos os factores, os dois fomos grandes amigos dos aviões, bom eu ainda sigo na brecha. A pintura e o pintar, senão desenhar. O estilo literário, aquela aventura ao desconhecido, e a ternura! Naquilo que aqui expões está bem latente.
Obrigado.
Um grande abraço e a minha admiração

Lilá(s) disse...

Adoro esse livrinho de capa já tão velhinho e folhas amareladas, são tantas as vezes que ainda o folheio.
Bjs