sexta-feira, abril 25, 2008

Dia 25 de Abril

Neste glorioso dia de sol, de esperança e de felizes memórias, deixo-vos com as belas rosas do jardim da Justine e com o cravo que ostentei nas cerimónias oficiais na sede do meu concelho.


Espero que para o ano tudo esteja melhor, sobretudo na área do emprego.
Não há Liberdade a sério quando há fome a grassar no lar de tantos portugueses...

22 comentários:

pin gente disse...

não há... quando não há poder para decidir!

beijo

Pitanga Doce disse...

Parabéns pelo dia de hoje. Deixei o Chico lá na árvoe para fazer as honras da casa.

beijos em dia de Sol para todos.

NOBITA disse...

Lindo cravo.
Ainda bem que conseguiste um pequeno festejo, aqui na minha zona nem um foguete foi lançado, senão fosse a semana académica que está a decorrer, esta cidade estaria "morta" no dia de hoje.
A Liberdade foi uma conquista maravilhosa, mas está um pouco esmorecida, isto por culpa em parte de quem governa, tanto a nível local, como a nível nacional, depois vêm criticar que os jovens não sabem o significado do 25 de Abril.
Beijos

Átila disse...

Já tinha ido ao teu blogue 3 vezes para verificar a maneira como ilustrarias o teu 25 de Abril , mas em vão . Agora vi e fiquei muito contente por ver o teu viçoso cravo.
Não há regime nem governos perfeitos , mas a diferença com A25/04 é abissal.
25 de Abril sempre.

Jaime disse...

És muito lírica. Ainda bem! :-) Belas flores. Um abraço.

DE-PROPOSITO disse...

Flores bonitas,... direi; flores de sonho.

Maria P. disse...

É verdade...
Mas que brilhe mais o vermelho para o ano!

Beijinho*

Raquel Alves disse...

Viva sempre a liberdade!
Também procurei um cravo para colocar ao peito mas, não encontrei!
Outrora vendiam-se na rua...

Anónimo disse...

Parabéns pela força que me deste,a mim de cinzento forrada.Lindas fotos,também eu desejo que o emprego aumente e seja suficiente para banir a fome das nossas gentes
e nos dê maior tranquilidade de espírito e mais gosto de viver .Beijinhos Kincas

Justine disse...

Pena não poderes ter trazido o perfume, Rosa! Bocadinho de tarde boa, para resguardar...
Beijo grande, de Abril!

Luis Eme disse...

esperemos que sim... e provavelmente sim, porque é ano de eleições, Rosa...

abraço fraterno de Abril

Teresa disse...

Aposto que o teu cravo foi o melhor festejo das celebrações na sede do teu concelho!!!Um abraço.

Anónimo disse...

Que os cravos jamais murchem nas nossas mentes e nos nossos corações!25 de Abril sempre!bjs e boa semana!

Rosa dos Ventos disse...

Cara amiga Teresa
O cravo que me ofereceste na véspera foi o único que se viu no desfile!
E ainda ali está numa jarrinha a animar a minha sala (que bem precisa)!

Abraço

Rosa dos Ventos disse...

Amigos virtuais e não só!
Não se ponham a imaginar que por aqui houve grandes festejos.
O que salvou a honra do desfile foi a Fanfarra dos Bombeiros , a Banda de Sopros da AMBO e a emoção de meia dúzia de pessoas, entre as quais eu me encontrava, como é óbvio!
Este modelo de festejos já não convence ninguém...
Há que dar um grande abanão a tudo isto!

Abraço

O Profeta disse...

Porque sonhas com o outro lado
Enches o vazio da eterna espera
Amas quem não podes ter
Pintas de realidade a quimera


A liberdade do pensamento vive entre dois mundos…


Convido-te a conhece-la…


Boa semana


Abraço

Teresa disse...

Mis�ria...mas ainda bem que o meu simples gesto te animou a ti e agora � tua sala...Abra�o.

lgbolhares disse...

É, já dizia o Sérgio... :)

Beijinho

Oris disse...

A pouco e pouco vai-se perdendo o hábito de se festejar Abril...
É preciso acreditar e não esquecer...

Boa semana.
Beijitos

Vanda disse...

Deveríamos reinvindicar mais.


Mas não, parece que o mundo ficou tonto de vez.


Cravo que não morre na nossa memória.

Um beijo

Vanda disse...

Tu comentavas-me a mim e eu comentava-te a ti :)

É facil copiares para o teu blog.

Clicas uma vez sobre a foto e escolhes "guardar como" ; a foto ficará nas tuas imagens e farás o upload nornalmente para o teu post.

Para as palavras, um simples copy past...ora tenta lá! :)

samuel disse...

Façamos por isso!...

Abreijo