sábado, março 08, 2008

Mulher

Metade mulher metade pássaro
Metade anémona metade névoa


Metade água metade mágoa
Metade silêncio metade búzio


Metade manhã metade fogo

Metade jade metade tarde


Metade mulher metade sonho



Jorge Sousa Braga

8 comentários:

Justine disse...

Belo poema, bela homenagem a nós todas e às nossas lutas.
Beijo

Pitanga disse...

Ai, adorei o "metade água, metade mágoa". Somos assim mesmo.

beijos doces

Idun disse...

bom dia!!
vim retribuir a tua visita. a minha Humana, que também por cá passou, pediu-me para te dizer que ficou muito sensibilizada com o pequeno texto em falas da tua mãe e da sua máquina Singer...

aparece no nosso jardim, sempre que te apeteça.

mimos&ronrons

pin gente disse...

mulher feita de todas as pitadas


beijo

pin gente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria P. disse...

Muito bonito.

Beijinho*

Oris disse...

Achei lindo...
Esta mulher em metades, mas de corpo inteiro....sempre.

Boa semana.
Beijitos

Maria disse...

Belíssimo poema de metades inteiras feito...

Um abraço