sábado, junho 16, 2007

Desafio - Batata Quente

Quando cheguei das minhas férias no sul andaluz (infelizmente interrompidas), encontrei um desafio da Maria P. da Casa de Maio com o sub-título de Batata Quente.
Sou uma leitora compulsiva desde muito pequena, daí uma certa dificuldade na escolha da 1ª casca da Batata Quente mas ainda assim aqui vai.

1. Livros de escritores portugueses que me marcaram:

Mau Tempo no Canal - Vitorino Nemésio

Viagens na Minha Terra - Almeida Garret

A Sibila - Agustina Bessa Luís

2. Os últimos que li:

O Profeta do Castigo Divino - Pedro Almeida Vieira

Para Sempre - Vergílio Ferreira

A Casa Quieta - Rodrigo Guedes de Carvalho

Combateremos a Sombra - Lídia Jorge

Último Acto em Lisboa - Robert Wilson

3. Os livros que estou a ler:

O Outro Pé de Sereia - Mia Couto

A Senhora Bâ - Erik Orsenna

Contos Sublimes - Hermann Hesse



Não passo a Batata Quente a ninguém mas gostaria que alguém pegasse nela!

12 comentários:

Maria P. disse...

Excelentes as tuas escolhas, algumas partilho o gosto.

Espero que a Batata não estivesse muito quente!:)

Beijinhos*

Rosa dos Ventos disse...

Não estava nada quente! É sempre um prazer falar de livros...
Bfs

Carreira disse...

Criei um blogue de opinião que agora estou a divulgar.
Se tiver interesse, não deixe de fazer uma visita: http://www.cegueiralusa.blogspot.com/
Caso goste, por favor divulgue, pois pretende ser mais um espaço de discussão em busca de uma cidadania mais activa.
O meu muito obrigado.
Com os melhores cumprimentos,
José Carreira

Camilo disse...

Aí vai um livro que me marcou, tinha eu as minhas 16 (risonhas) primaveras:
"A Gata e a Fábula", da escritora Fernanda Botelho.

Luis Eme disse...

Estou à tua espera no "Casario"...

redonda disse...

Gostei muito das tuas escolhas :) Só não vou pegar na "batata quente" porque a AnaG também me enviou uma, e ainda não respondi ao desafio (mas tenciono fazê-lo, logo, logo)

AnaG. disse...

Logo à chegada, uma batata quente!!!...

Mas pelos vistos, tornou-se muito agradável.

Boas escolhas.

Boa semana.
Beijinho

Maria disse...

Também apanhei uma "batata" à chegada...
... e mais dois desafios, ou nomeações....
Partilho contigo o gostonalgumas escolhas...

Beijinhos

Skywatcher disse...

Desses todos que refere, virei a minha atenção para o livro do Mia Couto, que já li, e que recomendo a toda a gente.
Esse meu quase patrício, de quem já li toda a obra, tem-me proporcionado belos momentos.
Atrevo-me a dizer, correndo o risco de me tornar repetitivo, que já fui muito feliz a ler Mia Couto. ;-)
Os meus respeitos D. Rosa.

Bartolomeu disse...

Batatas quentes, não fazem o meu género, detesto estar mastigar e a soprar ao mesmo tempo.
O meu campeonato é mais na base das "Maria" e "Olá" e "Caras" e essas cenas todas em que mergulham de cachola na intimidade da vidinha alheia. Dou "aquilo" e oito tostões para ficar por dentro de uma trica das Pipis, das Fófos e das Bébekas.
Mas pronto, para não deixar aqui uma imagem de absoluto ileterado, vou ali à estante apontar uns autores e respectivos títulos, só um bocadinho, ok?
Ora bem... aqui temos... xiii, parece uma lista de super mercado, quando se tem a despensa vazia.
:)))
Um livro que me marcou (as mãos com óleo do motor)
- Américo Areal / Mecânica do Automóvel (já me fartei de conquistar garotas à pala deste book, começo-lhes a falar do funcionamento do carburador e dos platinados... e pronto, é tiro e queda, piram-se logo)
- José Saramago / todos :))) Memorial, Jangada, Cerco, Ensaio, Cadernos... tudo, ou quase.
- António Aleixo / Este Livro Que Vos Deixo
- Maria João Avilez / Soares Ditadura e Revolução
- José Braga Gonçalves / O Maçon de Viena e O Principe Rosa Cruz
- Amin Maalouf / O Rochedo de Tanios
- Jean-Charles de Fontbrune / Nostradamus Historiador e Profeta
- Ian Caldwell e Dustin Thomason / A regra de Quatro (uma seca)
- Margaret George / A Paixão de Maria Madalena
- Dan Brown / O Código de Da Vince
- Irene Freire Nunes / A Demanda do Santo Graal
- David Camus / Os Cavaleiros da Vera Cruz
- Saul António Gomes / O Mosteiro de Santa Maria da Vitória no Século XV
- Pedro Canais / A Lenda de Martim Regos (aconselho esta leitura)
- José Rodrigues dos Santos / A Formula de Deus
- Julia Navarro / A Irmandade do Santo Sudário
- Lynn Sholes e Joe Moore / A Conspiração do Graal
- Fernando Dacosta / Os Infieis
- Miguel Sousa Tavares / Equador
- Dieter Eisfeld / O Génio (aconselho esta leitura)
- Vitório Kali / Terramoto
- Jaime Cortesão / Portugal A Terra e o Homem
- Peter Galison / Os Relógios de Einstein e os Mapas de Poincaré
- Luis de Albuquerque, António Luis Ferronha, José da Silva Horta e Rui Loureiro / O Confronto do Olhar
- Rainer Daehnhardt (o padrinho deste gajo era um gosão de certezinha) / Homens Espadas e Tomates (Relatos de feitos históricos dos portugueses pelo mundo)
Estes títulos ocupam a primeira prateleira da estante, tenho mais três abaixo. Hoje já não tenho pachorra, mas amanhã posso transcrever para aqui mais uma prateleirazinha.
:)))

Rosa dos Ventos disse...

Deixaste-me sem fôlego, Bartolomeu!
Um abraço

Jaime disse...

Rosa, sempre te digo que sou fã do Wilson. Se gostaste de "Small Death in Lisbon", aconselho-te a série com o Javier Falcón, um polícia sevilhano de personalidade atormentada. Fantástico.