segunda-feira, novembro 10, 2014

A azeitona não está preta...

Na semana passada passámos pelo olival para ver o estado da azeitona e como prevíamos é pouquíssima, tem bicho e nem sequer está preta! O tempo não lhe correu de feição!
As fotos são de há dois anos...





Costumamos dar a apanha a pessoas conhecidas que entendem bem do ofício e em troca recebemos uma parte em azeite.
Já no ano passado o olival deu pouco mas de boa qualidade, este ano a pouca que há ficará nas oliveiras.
A canção popular "Chapéu Preto" que tem uma quadra alusiva à azeitona não se poderá cantar por aqui.

A azeitona já está preta
Já se pode armar aos tordos.
Diz-me lá, ó cara linda, 
Como vais de amores novos.

34 comentários:

desabafosemrodape disse...

já tinha ouvido dizer. nós compramos, cá em casa, azeite ao produtor, e este ano, não vai ser fácil. é uma pena.

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde,Este foi um ano mau para a azeitona, estou a basear-me pelo que ouvi da boca dos agricultores, melhores anos virão, a natureza não perdoa mas também não esquece.
AG

Majo disse...

~
~ ~"É mentira, é mentira!
~ ~ É mentira, sim senhor!"

~ ~ Neste caso, infelizmente, verdade.
~ ~ Só faltava o azeite ficar mais caro!

Eis-nos com um futuro cada vez menos auspicioso!

~ ~ ~ ~ Abraço amigo. ~ ~ ~ ~

São disse...

Gosto tanto da música popular...

Más novas , essas das azeitonas...vai tudo de mal a pior, que desgraça!

Boa semana

lis disse...

Ah Rosa
_gostaria muito de ver as oliveiras!
as azeitonas pelo chão , que lindo!
Disso só posso é mesmo apreciar o sabor dos azeites que compro da sua terra.
_são os melhores! e 'caros' rsrs
abraço Rosa e boa semana
Vamos confiar numa boa safra no próximo ano.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Isto esdtá mau p'ros Oliveiras :-)
Boa semana, Rosa

Ju disse...

Pelo menos não se matam os tordos? Vão para outras paragens!

Mar Arável disse...

Estão a comer-nos até ao caroço

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Este ano segundo ouvi contar houve pouca azeitona e muita tem bicho. O mesmo aconteceu com a castanha.
Ainda assim algumas pessoas aqui vizinhas passaram mais de três semana na apanha da azeitona e parece que estão satisfeitas pela qualidade do azeite.

papoila disse...

Logo duas coisinhas que eu gosto tanto:
castanhas e azeitonas!
Pena.... mas melhores dias virão.
xx

Anónimo disse...

É por todo lado, vamos pagar caro.M.A.A.

Rui Pascoal disse...

Gosto muito de apanhar a azeitona...
na praça (mas não da de conserva), já temperada com alho, coentros...
:)

Rogerio G. V. Pereira disse...

Lá na quintinha da filha
Comi bem temperada
sem lhe faltar nada
e estavam uma maravilha

(estava muito escolhida, o azeite vai mesmo ser pouco...)

Flor de Jasmim disse...

Bem juntinho à minha casa existe uma oliveira, está carregadinha, mas ainda verdes, se tem bicho não sei, é do meu vizinho.
Acho que vamos pagar caro, isto e os estragos feitos pelas chuvas.

Beijinho e uma flor

Catarina disse...

As chuvas teriam causado outros prejuízos provavelmente.

Pedro Coimbra disse...

E o que eu gosto de azeite e de azeitona!!

Lilá(s) disse...

Ouvi dizer que no Ribatejo este ano a azeitona caiu toda ao chão!
Bjs

Justine disse...

Toda a gente se queixa, amiga. O preço do azeite vai certamente subir...

Rui Espírito Santo disse...

Pelos vistos o ano vai mal para os "amores novos", já que não há "pretas p'rós tordos" !

:))

Dalma disse...

Pois, com os olivais antigos é capaz de isso estar a acontecer. Qt aos novos é bem diferente, novas qualidades e regados, como vi ao atravessar o Alentejo estão carregadíssimos...

Ricardo Santos disse...

Já não "varo" oliveiras há algusn anos !
Gosto imenso de azeitonas bem curtidas !!!

Ricardo Santos disse...

Já não "varo" oliveiras há algusn anos !
Gosto imenso de azeitonas bem curtidas !!!

Graça Sampaio disse...

E agora como é que vais manter o contrato com o Belmiro?!....

A segunda fotografia está muito bonita.

redonda disse...

Pena este ano não ter sido bom para a azeitona (infelizmente e pelo que vemos nas notícias não foi só para a azeitona) Gostei das fotografias de há dois anos.
um beijinho
Gábi

Agulheta disse...

Pena que não tenha corrido de feição o tempo,para a azeitona! Gosto de a ver no prato e comer.
Abraço amigo.

AFRODITE disse...


A azeitona pode não estar... mas a coisa está!
(Oh que tentativa tão pobre de fazer humor!!)


Beijinhos à procura de sol...
(^^)

Rosa dos Ventos disse...

Até nem saiu mal, Afrodite! :)

Abraço

Tétisq disse...

tenho ouvido muita gente a queixar-se...não foi um bom ano para a azeitona :(

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Rosinhamiga

Pelos vistos isto está mesmo muito mal - até para a azeitona e o azeite. E a ministra da Agricultura sobre o assunto fala de... Pescas.

E, a propósito, quero deixar aqui uma interrogação: em Goa encontra-se azeite espanhol, azeite italiano, azeite grego, azeite tunisino, azeite argelino, etc., mas não se pode sequer descobrir azeite português Porque será???.

Fico mesmo com azeite, ups, azia

Qjs

Rosa dos Ventos disse...

Tu é que poderás responder, Henriquamigo, uma vez que tu é que conheces bem os meandros desse território! :)

Abraço

Janita disse...

Rosinha,

já por aqui passei três ou quatro vezes e acabo por me retirar sem dizer nada da tua azeitona!

Lembro-me das duas oliveiras que tenho no quintal, cujas azeitonas ou acabam por cair ou bicham ou apodrecem por falta de cuidados, ou sei lá...Só sei que nunca comi uma azeitona daqui! Isto são como árvores decorativas, até se reproduzem sozinhas....

Como continuas com a tua azeitona sem ficar preta, deixo-te esta quadra do 'Chapéu Preto', já tão velhinho!...:)

Ó que lindo chapéu preto
Naquela cabeça vai.
Ó que lindo rapazinho,
Para genro do meu pai.

:))

Abraço!

Rosa dos Ventos disse...

Estava precisamente à espera do teu comentário, Janita!
Só agora estão reunidas as condições para pensar noutra entrada! :)
Vou demorar um pouco mas talvez ainda o faça este mês!

Abraço

Cristina disse...

Trabajos fantásticos… felicitaciones!
Con tu permiso me quedo para seguirte, abrazos desde Uruguay!

Rosa dos Ventos disse...

Gracias, Cristina!