segunda-feira, maio 28, 2012

Clube de Leitura

Já vos falei aqui, várias vezes, do clube de leitura que frequento em Leiria.
Este clube e o coro foram duas das tábuas de salvação às quais me agarrei há uns anos, quando o meu mundo ruiu e em boa hora o fiz porque além de me obrigar a sair de casa, li obras de autores que só conhecia de nome, adquiri outras perspectivas dessas obras a partir das análises das companheiras envolvidas na mesma actividade e fiquei, seguramente, mais rica do ponto de vista humano.
A coordenadora do clube, Amélia Pais, muito contribuiu  para que este projecto fosse bem sucedido, apesar das nossas discussões nem sempre serem pacíficas.
As tardes das últimas 5ªs feiras de cada mês tinham o seu quê de especial, era o dia do nosso encontro!
Na tarde de 26 de Abril analisámos "Nocturno Indiano" de António Tabucchi. A tarde passou-se num ambiente de agradável anarquia bem humorada com a nossa coordenadora a entrar no jogo, sem tentar colocar um ponto de ordem à mesa, a acompanhar as nossas opiniões com um sorriso maroto e um olhar muito vivo por cima dos óculos colocados na ponta do nariz.
Despedimo-nos até ao dia 31 de Maio, tendo como TPC a leitura de "Quando os Lobos Uivam" de Aquilino Ribeiro.
Terminei a sua leitura na sexta-feira , dia 25 e no sábado, já dentro do carro para ir ao encontro do coro ( fomos abrilhantar um casamento perto de Tomar ) recebo uma mensagem que me deixou de rastos.
A Amélia tinha-nos deixado para sempre, depois de 15 dias de internamento. Passados os primeiros dias, sendo ela uma lutadora, sempre pensei que conseguisse ultrapassar o problema que a estava a afectar.
Ontem, na sua despedida, li-lhe este poema de Ricardo Reis uma vez que ela era uma admiradora incondicional de Fernando Pessoa:

Para ser grande, sê inteiro: nada
     Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
     No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a Lua toda
     Brilha, porque alta vive.

Quinta-feira lá estaremos para recordarmos a amiga, a amante da Literatura em geral e da nossa em particular, para falarmos dos bons momentos que passámos juntas e para decidirmos o que fazer com a herança que nos deixou - o Clube de Leitura.
Para saberem mais da Amélia Pais é só consultar picos de roseira brava, da amiga em comum, Graça/Carol!

26 comentários:

Rafeiro Perfumado disse...

Li essa notíicia num outro blog e mesmo não conhecendo a senhora claro que fico sensibilizado, pois alguém que tenha gosto pela cultura e leitura seguramente tem um bom fundo. Beijoca.

Justine disse...

Comovente homenagem, Rosa. Que continue o Clube de Leitura!

Nina disse...

Mais uma comovente homenagem!
Fico sempre sem saber o que dizer quando a questão é tão dolorosa.
Neste caso, porém, e depois de ter visto a foto no blogue da Gracinha, não pude deixar de esboçar um sorriso por me parecer estar entre vós (que honra seria!) a ouvir-vos.
Aquele abraço

Rui da Bica disse...

É sempre muito triste e doloroso perdermos um/a amigo/a !:((
Esteja onde estiver ela vai gostar de ver que vocês darão continuidade ao projecto que abraçavam e que ela coordenava !
Lamento muito por ti, Rosa !
.

redonda disse...

Sinto muito.
Gostava de a ter podido conhecer porque pelo que li aqui e no Picos de Roseira Brava fiquei com uma ideia da pessoa especial que deve ter sido.
um beijinho
Gábi

Sonhadora disse...

Lamento muito a perda da V/ amiga. Já tinha lido no Picos de Roseira Brava.
Paz à sua alma.

Beijinho

Teté disse...

É sempre difícil perder uma amiga. E parece tão mais improvável quando é uma pessoa cheia de vida e dinamismo, que partilha connosco os mesmos interesses e que nos habituámos a reencontrar regularmente. Que ela descanse em paz!

E vocês que continuem com o Clube de Leitura, que ela também ia gostar que assim fosse!

Beijinhos!

Graça Sampaio disse...

Que responsabilidade, Rosinha!

Vocês agora devem tentar continuar com o Clube. Até como homenagem à sua criadora, a Amélia. Há lá muito boa gente que conseguirá "pegar-lhe". A começar por ti, pela nossa querida Kinkas, sei lá!

Bejinhos

Flor de Jasmim disse...

Rosa
Penso que o teu mundo ruiu num mês de Dezemdro, também o meu ruiu, também eu conheço essas tábuas de salvação.

Lamento imenso a tua perda!
A Amélia vai querer que possam dar continuação aquilo que ela fazia com carinho.

Beijinho solidário e uma flor

Campista selvagem disse...

É a vida, ou seja foi, mas a melhor homenagem é a continuação das obras em comum.

Anónimo disse...

Só agora percebi que esta tua grande amiga é a autora de Os Lusíadas em prosa que tantas vezes aconselho aos meus alunos. Não era uma simples professora como eu. Deixou marcas.:)

Aquele abraço (grande!)
Nina

Anónimo disse...

A vida é tramada .Uns partem e nós estamos a prazo. Os problemas de saúde aparecem , uns de boa solução , outros não.M.A.A.

maria disse...

Lamento Rosa :(

A morte faz parte da vida, mas mesmo sabendo isso nunca iremos conseguir encará-la de outro modo que não com tristeza :(

Por muito triste que seja a morte de alguém que nos é querido, a vida continua para os que cá ficam...uma bela homenagem seria continuarem com o clube de leitura :)

( )jinho :)

Rosa dos Ventos disse...

Exactamente, Nina!
Também eu cheguei a dar essa obra com o privilégio de ter na escola a sua autora numa sessão com os miúdos do 6º ano!
A Amélia Pais dedicou-se bastante à obra de Pessoa mas também de Camões!
Tinha vários livros publicados e outros em mente!

Abraço

mlu disse...

Mesmo sem conhecer esta senhora lamento que tenha partido mas tenho a certeza de que o "seu" Clube de Leitura vai continuar, pelo que já fez e pelo muito que ainda tem para fazer!
Picos de roseira brava... não conhecia e não me vou esquecer de lá ir.

Um grande abraço!

Catarina disse...

Sei o que é perder uma grande amiga. Lamento muito. Ela estará sempre no vosso coração, no vosso pensamento. O seu legado deverá continuar...Abraço

Silenciosamente ouvindo... disse...

É sempre muito triste ver partir
alguém que dava algo de si aos
outros.Vim visitar o seu blogue
e apanho com este post.que imagino
não foi fácil para si escrevê-lo.
Penso que deverão continuar o
projecto.Deveria ser isso que a
Amélia quereria.
Beijinhos
Irene Alves

Alberto David disse...

O Clube de Leitura irá continuar, e tenho a certeza de ficar mais forte cada dia que passa, será essa a vossa singela homenagem à sua criadora.

Um abraço
A.David

Anónimo disse...

Não digo nada de novo,a não ser que
vou sentir muito a falta da Amélia em todo o seu ser.O Clube de Leitura irá voltar por certo,mas não bastas vezes iremos sentir com saudade as suas tentativas de pôr ordem à mesa,chamando-nos a atenção de forma firme com se faz aos meninos mal comportados que éramos.Kinkas

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Só conheci Amélia Pais há dias, quando a Graça dos picos escreveu um post sobre o internamento dela. Dias mais tarde noticiou o seu falecimento. Pelo que vou lendo devia ser realmente uma pessoa notável. Daí o meu lamento e, para si, um beijinho solidário

Luis Eme disse...

o melhor que podem fazer em sua homenagem é continuar.

abraço Rosa

Dalma disse...

Já perdi extemporaneamente duas queridas colegas e por isso sei o vazio que elas nos deixam!

maria mar disse...

Lamento muito que tenhas perdido essa amiga e companheira de leituras e profícuas discussões.
Beijinho Rosa

Rosa dos Ventos disse...

E foi mesmo isso que aconteceu!
Acabo de chegar de Leiria e o Clube de Leitura, legado da nossa amiga Amélia, irá continuar!

Abraço

Mery disse...

Que bom... cheguei aqui e li o final que, apesar de tudo...acabou bem; felizes são os que continuam caminhando, seguindo a canção *o tempo, a vida...
"Sê todo em cada coisa...Brilha porque a Lua¨¨* alta vive e inunda o lago.
Beijinhos, tô seguindo(acho q já sigo, ando perdida)
Mery*

tsiwari disse...

Que notícia triste.

Foi uma das minhas "amigas virtuais" mais bonitas... Lutadora (ainda me lembro da forma como confrontou o poder na televisão no calor das mudanças que a tutela impingiu aos docentes e às escolas) e encantadora como pessoa.

Lamento. Mesmo...