segunda-feira, agosto 01, 2011

Onde estão as mulheres?


Antes de seguir viagem queria falar-vos desta  pequena exposição temporária que se encontra no Museu de Francisco Tavares Proença Júnior, em Castelo Branco.


Logo na entrada um texto de Isabel Barreno, datado de 1979,  chamou-me a atenção pela selecção de termos que nos excluem a nós, mulheres, do discurso oficial e politicamente (in)correcto.
Embora seja de 1979, as marcas linguísticas da exclusão feminina ainda são muito patentes no presente.
Esta exposição, pela amostragem de muitas portuguesas pertencentes a várias áreas de intervenção na sociedade, pretende chamar a atenção para a realidade que já se afasta um pouco do texto mas que ainda está muito longe de uma efectiva igualdade de género.
Reflectidos numa parede passavam os vários rostos femininos, a sua biografia e onde e como se tinham distinguido.
Havia ainda uma secção dedicada à pintura, escultura e fotografia no feminino.



Muito pertinente a pergunta colocada por Isabel Barreno no final de todos os considerando linguísticos de marca masculina!


Claro que apreciei bastante a parte referente aos bordados de Castelo Branco, à forma como está exposto todo o ciclo do linho, a pequena oficina onde trabalha uma artesã e as colchas e paramentos riquíssimos que se encontram dentro de expositores e pendurados nas paredes.
Não tirei qualquer foto nesta zona por não ter sido capaz de eliminar o flash...
Ainda tirei a que se encontra acima mas como podem ver não ficou bem e ainda ouvi uma reprimenda do guia!

20 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Recomendação:
É preciso clicar no texto que tem o clarão do flash para que se possa ler na íntegra.

Luis Eme disse...

e a tendência destes tempos é para piorar.

parece que estamos a recuar um século, em demasiadas coisas, Rosa.

abraço

L.O.L. disse...

"milhões de homens morreram na guerra". Ok. Fiquei a saber que as mulheres são imunes às balas. Realmente está bem visto...

trepadeira disse...

É uma bela exposição,algumas coisas ainda por aí andam,outras parecem quererem voltar,e útil.

Um abraço,
mário

Maria P. disse...

Apetece mesmo repetir:
"Onde estão as mulheres?"

Beijinho, Rosa*

Flor de Jasmim disse...

Rosa
Lindo este documento.
realmente é razão para fazer tal pergunta.
Beijinho

Há.dias.assim disse...

Tenho que ir a Castelo Branco...

Rosa dos Ventos disse...

Repeti a postagem, já a anulei e ela não sai!
Mistérios! :-))

mlu disse...

De facto, onde estão as mulheres?
Melhorou? Penso que está um pouco melhor mas falta muito caminho!
Obrigada pelo texto que é muito interessante.

Boa semana!

carol disse...

As mulheres estavam (e estão) em todo o lado. Apenas obscurecidas pelos homens. Há 2000 anos. Nos últimos 40 anos as coisas têm mudado muito e ainda bem.

Mas o texto é um espanto! (Também não sei como eliminar o flash da máquina... naba(s)!)

Beijinhos

Pitanga Doce disse...

ONDE ESTÃO AS MULHERES? Estão segurando esses homens todos que fotografaste no documento para que deixem de fazer besteiras. E o pior é que eles não ouvem!!! Não adianta dizer "vem cá, esse menino", que eles não vêm e quando se dá por ela, a coisa já tá preta! Aposto que se o Obama tivesse ouvido a Michelle, não estava naquela "saia justa" em que está. heheh

Eh Rosa, deixa-me descontrair, vai!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Como sabe, Rosa,já muitas vezes tenho enaltecido o papel da mulher na sociedade. Alinho no seu raciocínio mas, respondendo à sua pergunta, permita-me que a remeta para um post que agendei para amanhã de manhã a propósito de uma mulher que aspira chegar ao poder em 2012. E confesso que, se isso acontecer, tenho muito medo!
Continuação de boa viagem.
PS: No post anterior, errei em toda a linha. Encaminhei-a para Leste (:-

Duarte disse...

As mulheres estão aí, mas de sempre. Grandes, umas heroínas, TODAS. Sim, pode que umas tenham destacado mais do que as outras, por diversas razões, mas mesmo as mais silenciosas, ao ser mães e esposas: não é tarefa fácil, mais bem árdua. Admiro-as!!!...

A máquina tem que levar a opção de flash sim, flash não. Depois cuidado com a graduação da luz. Se tem selector de graduação de dureza, elevar o ASA, ou DIN, para um equilíbrio com a abertura do diafragma, a velocidade do disparador. Já te explicarei um dia, se queres.

Abraços

Isa GT disse...

Nem quero imaginar um Mundo sem mulheres, se, por qualquer lapso a natureza tivesse resolvido igualar a reprodução da nossa espécie à dos caracois... a espécie humana já se tinha extinguido.
Olhando os problemas do mundo... acredito que está a fazer muita faltar mais mulheres em postos de decisão...
O Mundo chegou a este estado porque 95% dos homens são demasiado belicosos e galos doidos lol

Bjos

Rosa dos Ventos disse...

A pergunta não é minha, caro Carlos!
É da Isabel Barreno!

Claro que elas, as mulheres, estão em todo o lado,na sua maioria a trabalhar no duro em casa e fora de casa, o seu horário é de cerca de 13 horas a mais por semana do que o dos homens. E apesar do longo caminho já percorrido continuam muito ofuscadas pelo poder no masculino...
Acrescento que não sou uma feminista fundamentalista mas a construção de uma Cidadania para uma efectiva Igualdade de Género em todas as suas vertentes é uma das causas que me é cara e que me move!

Bartolomeu disse...

Ora...
Todos sabemos onde estão as mulheres...
Estão no nosso coração, pois claro!
Onde mais poderiam estar?
;)

Rosa dos Ventos disse...

Caro Bartô

Já tinha saudades tuas! :-))

Abraço

Justine disse...

Muito interessante, Rosa!Importantísimo continuar a insistir na discussão deste tema, longe de estar resolvido!
Razão para uma visita a Castelo Branco!

Catarina disse...

E a luta não pode parar...
A desigualdade ainda é muito patente em certas áreas.

P.S. deixado um comentário ontem mas, pelos vistos, não entrou... talvez uma tecla que não foi “clicada”.

São disse...

E ainda ache que o feminismo já não tem razão de existir!!

Um abraço